Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de junho 2011

Comercial mostra jogadores do Chelsea jogando "Space Invaders" em 3D

16 de junho de 2011 0

Um comercial bem criativo de um site de apostas mostra jogadores do elenco do Chelsea brincando de “Space Invaders”, um dos mais populares jogos do Atari, mas em tamanho família. David Luiz, Branislav Ivanovic, Paulo Ferreira e Nicolas Anelka praticam um jogo online, envolvendo um paredão no qual o jogo está projetado.

Jogadores do Chelsea brincam em Telão 3D - Foto: Divulgação 188BET

Eles chutaram bolas nos aliens, que iam sendo eliminados como ocorria no jogo dos anos 80, até o vencedor aparecer. Anelka, o único atacante na brincadeira, ganhou 1.500 libras, cerca de 5 mil reais, como prêmio para doar a uma entidade de caridade à sua escolha. A iniciativa foi da 188BET, parceira oficial do Chelsea.

Gol espetacular entra para a história do Hóquei no Gelo

14 de junho de 2011 0

Esta é do mês passado, mas ainda vale. O Hóquei sobre o Gelo tem suas jogadas espetaculares. O garoto Mikael Granlund marcou um belíssimo gol na vitória da Finlândia de 3×0 sobre a Rússia, mês passado pelas semifinais do Mundial de Hóquei sobre o gelo. A dica foi do amigo de longa data Tiago Mendes.

O jogo estava 0×0 quando Granlund girou por trás do gol e fez isto:

A Finlândia venceu por 3×0 e foi para a decisão contra a arquirrival Suécia. Embalado, o time finlandês arrasou por 6×1 e conquistou o título mundial da competição disputada na Eslováquia. Nada menos que 100 mil finlandeses receberam os atletas na recepção em Helsinque.

A jogada está sendo considerada a mais espetacular de todos os tempos, e chamada de “Lacrosse Goal” por ter sido muito semelhante aos que ocorrem na categoria similar Lacrosse, mas que é praticamente impossível com o stick (bastão) e o puck (bolinha).

Vejam outras monumentais do Hóquei sobre o Gelo no Almanaque Esportivo:


Carta fictícia: 12 perguntas da torcida para técnicos e dirigentes da Dupla

12 de junho de 2011 10

Um colorado na coletiva de imprensa com o técnico Paulo Roberto Falcão e o vice-presidente de futebol Roberto Siegmann:

  1. Falcão, quando tu entrou disse que ia aproveitar melhor os jovens e aproveitar para mudar o que é possível. Porque os jovens zagueiros não são aproveitados? O São Paulo não tem medo de usar Luís Eduardo e Bruno Uvini.
  2. Siegmann, o Inter tem o time mais velho da Série A. Sete titulares tem mais de 30 anos. Acha isto correto?
  3. Falcão, se futebol é momento, porque Renan, Tinga, Bolívar seguem como titulares? Você não tem respaldo para barrar os ‘líderes de vestiário’?
  4. Siegmann, o Inter tem uma das maiores folhas do futebol brasileiro. Jogadores que nem ficam no banco ganham 200 mil reais mensais. Isto faz sentido?Que moral um treinador terá para tirar salários elevados do time?
  5. Siegmann, porque o Inter está renovando com veteranos com longos contratos? O Inter é o único time dos ‘favoritos’ que não está contratando e nem pensa em contratar zagueiros e atacantes.
  6. Zé Roberto está jogando bem, escale ele no meio-campo.Falcão, porque o Inter não joga com dois atacantes nunca? E porque atacante não é prioridade nas contratações?

Um gremista na coletiva de imprensa com o técnico Renato Portaluppi e o vice-presidente de futebol Antônio Vicente Martins

  1. Renato, porque não há coerência na escalação? Os jogadores indicados por ti jogam até a exaustão e sempre tem prioridade. Porque bagunçar o meio-campo apenas para escalar o Gabriel, em posição na qual jogou mal antes?
  2. Vicente Martins, porque o Grêmio não procura a contratação de um meia-armador, mais defensivo? Estamos empilhando novamente meia-atacantes.
  3. Renato, não está faltando um melhor preparo tático antes do jogo? Analisar melhor os adversários, o Grêmio quase sempre modifica-se taticamente após um primeiro tempo ruim.
  4. Vicente Martins, já passou da hora da análise da preparação física e fisioterapia do clube. Na maioria dos jogos, o Grêmio leva gols no segundo tempo e termina sofrendo pressão do adversário. E as mais de 20 lesões musculares na temporada?
  5. Renato, o Escudero não serve para ti? Então porque não liberar o jogador? Ele não pode ser opção atrás do Lins.
  6. Vicente Martins, porque os investimentos no clube agora? As deficiências ofensivas e de elenco já eram conhecidas antes da Libertadores. Não foram seis meses perdidos?

Grave acidente assusta nas 24 horas de Le Mans; escocês sai ileso

11 de junho de 2011 1

O piloto escocês Alan McNish saiu ileso de um grave acidente neste sábado, ainda na primeira das 24h de Le Mans. O piloto da Audi tocou em Shaun Lynn e ambos saíram da pista em alta velocidade. Ao tocar na barreira de pneus, o carro de McNish decolou e capotou, com destroços quase acertando membros da imprensa e comissários de pista atrás da barreira.

Apesar da violência do impacto, que destruiu completamente o carro, McNish nada sofreu. Ele participava da prova, que ficou interrompida por mais de uma hora, com o dinamarquês Tom Kristensen e ainda o italiano Rinaldo Capello, em um dos carros favoritos à vitória. A prova segue em andamento.

VEJA TUDO QUE JÁ SAIU SOBRE AS 24 HORAS DE LE MANS NO ALMANAQUE ESPORTIVO

GP DO CANADÁ: Vettel 'inaugura os trabalhos' no Muro dos Campeões

10 de junho de 2011 0

O já lendário “Muro dos Campeões” fez sua primeira vítima na temporada 2011 da Fórmula-1. O campeão Sebastien Vettel acertou a mureta na reta dos boxes do circuito de Montreal, nos treinos livres do GP do Canadá. Vettel nada sofreu, mas repetiu o que já ocorreu com diversos pilotos campeões mundiais da F-1 e de outras categorias. Ele nada sofreu.

O "Muro dos Campeões" em Montreal

Em uma só edição, 1999, Jacques Villeneuve, Damon Hill e Michael Schumacher acertaram o muro no mesmo lugar. Ali, outros pilotos campeões em categorias distintas também já foram ‘abençoados’: Nico Rosberg (GP2), Ricardo Zonta (F-3000), Jarno Trulli (F-Ford Inglesa), David Coulthard (F-3), entre outros. Vejam a compilação:

MONDO BIZARRO: Pênaltis inacreditáveis na Itália e na Islândia!

08 de junho de 2011 1

Uma jogada sensacional ocorreu nesta terça-feira em uma divisão amadora de futebol da Itália, algo como a sétima divisão. O Termeno enfrentava o Dro, e o vencedor da disputa de pênaltis participará na próxima temporada da Eccellenza, a sexta divisão italiana. O atacante Palma, do Termeno, bateu mal uma penalidade e acertou o travessão.A bola subiu, subiu, subiu e quicou muito longe do gol.

O goleiro Angeli saiu comemorando, mas a bola ainda não tinha parado e, em um lance maluco, entrou! Para piorar, o Dro errou a penalidade seguinte e o Termano venceu a disputa, subindo de divisão! Vejam, em dois ângulos:

E aqui:

Já na Islândia, no jogo entre Grindavik e Thor, pela Primeira Divisão nacional e vencido pelo time da casa por 4×1, o jogador Alexander Magnusson bateu um pênalti de maneira sensacional: usando o pé de apoio. Confiram a categoria:

Apesar de belíssimo, o lance não é novidade, convertido pelo jovem  espanhol Calvente marcou em um jogo Sub-19 da Espanha contra a Itália ano passado. Vejam:

ANTES E DEPOIS DE RONALDO - Nike homenageia seu maior ídolo no esporte

07 de junho de 2011 4

Próximo a se despedir oficialmente dos gramados, Ronaldo Nazário de Lima recebe uma bela homenagem de seu grande patrocinador. A Nike, multinacional de material esportivo, montou um comercial que mostra o mundo do futebol antes e depois do superastro do futebol brasileiro. Nesta quarta-feira, Ronaldo, também conhecido como R9, jogará pela Seleção Brasileira uma última vez, contra a Romênia em um amistoso no Pacaembu em São Paulo.

A importância de Ronaldo na globalizada mídia do esporte transcende o aspecto esportivo. Ele alavancou os superastros do futebol, como a si próprio, David Beckham, Zinedine Zidane, Ronaldinho e outros a um patamar superior. O comercial da Nike, veiculado em seu canal oficial de vídeos no You Tube, é apenas a síntese disto.

Sensacional, vale a pena ver:

TÚNEL DO TEMPO: há 20 anos, Nélson Piquet vencia pela última vez na F-1!

02 de junho de 2011 2

Exatamente hoje comemoramos os 20 anos da última vitória de Nélson Piquet na Fórmula-1. Foi no dia dois de junho de 1991 que o Brasil comemorou sua 23º vitória com o tricampeão mundial, em uma inusitada e sensacional corrida (como quase sempre ocorre), na ilha de Notredame. O inglês Nigel Mansell vencia até a volta final, quando teve problemas e deu a vitória de bandeja para o brasileiro da Benetton.

O italiano Riccardo Patrese largou na pole-position, seguido por Mansell, Ayrton Senna, Alain Prost, Roberto Moreno, Gerhard Berger, Jean Alesi e só então Piquet, em oitavo lugar. Ao contrário do que ocorre hoje em dia, a corrida foi um teste de resistência: 15 carros tiveram problemas mecânicos e 3 bateram, nenhum com gravidade.

Antes de 35 voltas, de um total de 69, Berger, Moreno, Senna, Prost e Alesi já haviam abandonado.  Seguro em segundo lugar, Piquet estava contente com a posição, a melhor da equipe naquela temporada até o momento. O resultado seguia surpreendente, com a ótima Tyrrell de Stefano Modena em terceiro lugar pressionando Patrese, com problemas no câmbio.

Na última volta, Mansell começa a acenar para os torcedores na linda ilha de Notredame, quando o carro foi parando…  E Piquet assumiu a ponta! A explicação oficial da Williams é que ocorreu um problema no câmbio. Mas a boca-pequena do Paddock diz que Mansell bateu com o cotovelo na ignição ao levantar o braço. Outra fonte disse que, ao acenar para os fãs, ele deixou o carro tão devagar após o ‘cotovelo’ que o motor desligou.

O fato que estes oito pontos (Mansell ainda terminou em 6º lugar e na época a vitória valia 9 pontos), fizeram falta. Senna aproveitou  este (e outros tantos) erro de Mansell, chegou em vantagem em Suzuka e se sagrou tricampeão, o último título brasileiro na Fórmula-1.

Era também a sétima vitória consecutiva do Brasil, pois Piquet havia vencido as últimas duas corridas do ano anterior (no Japão, uma dobradinha com Roberto Moreno, e depois uma soberba disputa com Mansell na última volta do GP da Austrália). Em 1991, Senna vencido as primeiras quatro provas daquela temporada.

Bons tempos para o automobilismo brasileiro, hein?