Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 11 agosto 2011

Estatísticas Inter: com dois atacantes aproveitamento é superior à um atacante

11 de agosto de 2011 5

O Internacional perdeu o primeiro jogo da final da Recopa Sul-Americana para o Independiente por 2×1. Neste jogo, o técnico Osmar Loss voltou a utilizar três volantes, esquema que fracassou sumariamente no Mundial de Clubes em 2010. Os números comprovam isto, com aproveitamento bem superior no 4-4-2 em detrimento do 4-2-3-1. Neste, o aproveitamento com 3 volantes é risível, mudando o esquema para o 4-3-2-1. Curiosamente, o 3-5-2, tão utilizado nos tempos de Tite e Jorge Fossati, foi abolido do Inter nesta temporada e não utilizado uma única vez.

Considerando-se Zé Roberto como atacante, função que na prática desempenhou no Inter repetindo os tempos de Flamengo em 2009, o Inter já tem 14 jogos no esquema 4-2-3-1 (incluindo sua variação 4-3-2-1). Comparando-se, foram 33 partidas jogando no 4-4-2.

No 4-2-3-1, foram apenas cinco vitórias (sendo três delas no Campeonato Gaúcho com o Inter-B), quatro empates e cinco derrotas, 19GP e 17GC. O aproveitamento é desolador quando se analisa as atuações com três volantes: dois empates e três derrotas, 4GP e8GC.

No 4-4-2, o retrospecto é de 16 vitórias, 10 empates e 7 derrotas. Foram marcados 64 gols a favor, levando 37 gols.

  • 4-4-2 com 3 volantes ou 4-4-2 com 2 volantes: 16V,10E, 7D. 64GP, 37GC
  • 4-2-3-1, 2 volantes, 1 atacante ou 4-3-2-1, 3 volantes, 1 atacante: 5V, 4E, 5D. 19GP, 17GC

OBS: os esquemas marcados em “vermelho” foram jogos nos quais o Inter atuou com 3 volantes

Esquemas Táticos - Internacional em 2011