Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

F-1 Onboard – Anos de 1970 e 1980

20 de outubro de 2011 0

Depois de começar a série com imagens onboard da Fórmula-1 nos anos 50 e 60, as duas primeiras décadas da Fórmula-1, vamos falar agora dos temíveis anos 70 e dos emocionante anos 80 na categoria máxima do automobilismo mundial sempre com um ponto de vista de dentro dos carros, mostrando o trabalho dos pilotos ao longo das décadas.

Primeiro o saudoso e louco Clay Reggazzoni na velocíssima pista de Osterrreiching (Zeltweg), Áustria, no ano de 1973. O suíço ficaria paralítico após um acidente em 1980 em Long Beach. Continuou correndo mesmo com a deficiência física, inclusive participando de Rali Paris-Dakar. Detalhes em um tributo feito pelo Almanaque em 2008. Vejam o desempenho do carismático suíço em sua BRM:

Em 1976 e 1977, a Tyrrell utilizou o revolucionário carro P-34, com seis rodas (quatro na frente e duas atrás). Pilotado pelo sul-africano Jody Scheckter, o francês Patrick Depallier e a lenda sueca Ronnie Peterson (este já em 1977), disputou 30 corridas vencendo 1 (GP da Suécia de 1976, com Scheckter e Depallier em dobradinha) e obtendo ainda uma pole-position (também em Anderstorp, Suécia, 1976, com Scheckter), além de 3 melhores voltas e 12 pódios, em um desempenho bastante bom. O projeto foi abandonado devido à dificuldades do fornecedor de pneus em fazer compostos competitivos em tamanho reduzido para os pneus frontais. Vejam uma volta de Depallier:

Agora o ano é 1979, e o já campeão mundial Mario Andretti usa um carro com efeito asa na difícil pista sueca de Anderstorp, pilotando a inesquecível Lotus preta. Vejam a tocada do ítalo-norte-americano:



Passamos para a década de 80, e agora o homem ao volante é o fantástico austríaco Niki Lauda, tricampeão mundial. Pilotando uma McLaren, Lauda mostra seu estilo limpo de pilotagem, bem ao estilo do campeão mundial Jenson Button e do bicampeão mundial, o brasileiro Émerson Fittipaldi. Lauda está correndo em casa, já que a pista é a austríaca Zeltweg, 1982:

Para fechar a série, um estilo totalmente diferente. O brasileiro Ayrton Senna em sua possante Lotus, com motor Renault turbo na pista de Monaco, câmbio manual. Impressionante:


VEJA TAMBÉM

F-1 Onboard – Anos de 1950 e 1960

Envie seu Comentário