Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 21 novembro 2011

Com metade do time do RS, Brasil é campeão Sul-Americano Infantil de Vôlei

21 de novembro de 2011 2

Neste domingo, o Brasil se sagrou campeão sul-americano masculino de vôlei na categoria infantil. No Coliseu em Guayaquil, Equador, o time brasileiro venceu, de virada e com um dramático 5º set, a arquirrival Argentina por 3×2, parciais de 23/25, 25/16, 24/26, 25/16 e 19/17.

Este é o primeiro fruto de um trabalho de renovação da organizadíssima Confederação Brasileira de Vôlei, que formou categoria infantil nos naipes masculino e feminino, para que se possa trabalhar com antecedência a renovação do vôlei nacional. O próximo passo é o Campeonato Sul-Americano Infantil Feminino, que começa nesta segunda-feira no Uruguai.

Para o Rio Grande do Sul, o torneio foi ainda mais especial, pois a metade da equipe é composta por atletas radicados no estado: Lucas (On-Line), Fernando (UCS), Pedro Henrique, Enrico e  Nicolas (União), além de Douglas Bastos (SOGIPA). Detalhe: Pedro Henrique é filho de Paulão, campeão olímpico em Barcelona no ano de 1992.

Brasileiros comemoram o título - Reprodução site oficial: http://http://www.sudamericanomenores2011.com

Time campeão: Fernando e Pedro Henrique (levantadores), Enrico, Willian, Guilherme, Renan e Bruno (ponteiros), Lucas, Nicolas, Douglas Bastos e Douglas Souza (centrais), além do líbero Rogério.  O treinador campeão é Percy Oncken.

A campanha do Brasil no Sul-Americano no Equador:

Primeira fase

  • Brasil 1 x 2 Chile (25/14, 22/25 e 14/16)
  • Brasil 2 x 0 Argentina (25/15 e 25/18)
  • Brasil 2 x 0 Venezuela (25/21 e 25/21)
  • Brasil 2 x 0 Peru (25/9 e 25/11)
  • Brasil 2 x 0 Uruguai (25/13 e 25/7)
  • Brasil 2 x 0 Equador (25/19 e 25/20)
  • Brasil 2 x 0 Colômbia (25/16 e 25/16)

Semifinal

  • Brasil 2 x 0 Venezuela (25/15 e 25/14)

Final

  • Brasil 3 x 2 Argentina (23/25, 25/16, 24/26, 25/16 e 19/17)

Melhor jogador: Enrico Zappoli

Melhor recepção: Enrico Zappoli

Melhor levantador: Fernando Kreling

Melhor líbero: Rogério Carvalho Filho