Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de dezembro 2011

2011 - Contratações do Internacional: quem deu certo e quem fracassou

29 de dezembro de 2011 1

O ano de 2011 termina com notícias positivas para o Internacional. Conquistou o Campeonato Gaúcho e a Recopa Sul-Americana, e ainda estará na Libertadores de 2012. Porém o ano não foi apenas de sucessos, com o tropeço cedo na Copa Libertadores e a ausência na disputa do título no Campeonato Brasileiro.

Se o ano confirmou-se com a afirmação de Leandro Damião e Oscar, também ficou bem visível os problemas nas contratações. Nenhum dos onze reforços contratados para o elenco principal se firmou e quatro já foram embora. Alisson, Siloé e Jô (Cruzeiro-RS) sequer jogaram pelo clube, enquanto Gilberto é o único com nota razoável.

O maior investimento de todos, o volante argentino Mario Bolatti, precisa mostrar mais em 2012. Terá a seu favor o 1º período de férias em 3 anos e uma pré-temporada forte.

Bolatti - Ficou devendo em 2011, precisa melhorar - www.internacional.com.br

CONTRATADOS

  • Alisson - lateral-direito – Caxias – REPROVADO COM LOUVOR: Contestadíssimo no Caxias, sua contratação causou surpresa em Porto Alegre. Foi muito mal nos treinos e rapidamente repassado ao Grêmio Barueri, aonde nada fez. Está fora dos planos para 2012, mas tem mais 2 anos de contrato.
  • Sandro Silva – volante – Málaga-ESP – REPROVADO: Contratado para grupo, em uma posição na qual já havia excesso de atletas, acabou entrando bem mesmo quando improvisado na lateral-direita. Contra si, o fato de não ter acrescentado nada ao elenco. Jogador de grupo, só tem contrato até julho.
  • Bolatti - volante – Fiorentina-ITA – REPROVADO: Contratado por 4 milhões de euros, teve início espetacular mas depois caiu demais de produção. Sofreu com lesões, teve outros momentos irregulares e sequer é titular. Precisa evoluir para ser o sucessor do ídolo Guiñazu.
  • Ilsinho - meia – São Paulo – REPROVADO: Veio como opção barata para o meio-campo, não foi bem na maioria dos jogos. A diretoria aposta em uma pré-temporada forte, tem contrato por mais 2 anos. Está nos planos, mas precisa jogar mais.
  • - atacante – Manchester City – REPROVADO: Contratação para ser o companheiro (ou substituto) de Damião, teve pouquíssimos bons momentos. Muito contestado pela torcida, faz parte dos planos para 2012.
  • Zé Roberto – atacante – Vasco da Gama – REPROVADO: Teve um ótimo início de ano, mas sofreu grave lesão de hérnia. Ganhou peso, começou a ter problemas disciplinares e termina o ano em baixa. Se houver proposta, sai.
  • Cavenaghi - atacante – Mallorca-ESP – REPROVADO: Chegou com status de ídolo, mas deu o ‘azar’ de ver Damião empilhando gols. Com excesso de estrangeiros, às vezes nem ficava no banco. Quando teve chances, não foi bem. Saiu em julho.
  • Alex - atacante – Fluminense – REPROVADO: Veio como opção de grupo, alternou bons momentos no início do Gauchão. Depois foi mal em todos os jogos, devolvido ao final do empréstimo.
  • Gilberto - atacante – Santa Cruz – NA MÉDIA: Após dura disputa com o Corinthians, chegou ao Beira-Rio com boas credenciais. Começou mal, sofreu com o inverno gaúcho e se lesionou quando se afirmava. No final da temporada, teve lampejos e mostrou potencial. É jogador de grupo, será aproveitado.
  • Siloé - atacante – Horizonte-CE –  REPROVADO: Veio como opção para grupo e, com a escassez de jogadores para o ataque, subiu ao elenco principal. Teve treinos bem ruins e acabou não entrando em nenhum jogo, sendo devolvido ao futebol cearense.
  • - atacante – Cruzeiro-RS -  REPROVADO: Veio como opção de ataque após um excelente Gauchão. Franzino, nunca chegou a treinar no profissional, sendo devolvido antes do final da temporada.

VEJA TAMBÉM:

2011 – Contratações do Grêmio: quem deu certo e quem fracassou

Honestidade leva atleta da Série B italiana para a Seleção de seu país. Confiram!

27 de dezembro de 2011 0

É raro aqui, mas preciso divulgar o texto do amigo Braitner Moreira, especialista no futebol italiano e torcedor da Roma como eu. Ele escreveu esta semana sobre Simone Farina, zagueiro do modestíssimo Gubbio, um dos últimos times na Série B do futebol italiano. Esta semana, o treinador  Cesare Prandelli, da Seleção Italiana, convocou o atleta para o selecionado nacional. O motivo? Ser honesto!

Confiram o texto completo.

Honestidade premiada

Simone Farina (Site Gubbio fans:http://www.gubbiofans.it/)

Nessa época festiva, de natal e confraternizações, é bom ler histórias como a do zagueiro Simone Farina. Aos 29 anos, ele ainda sofre para se firmar no modesto Gubbio, antepenúltimo colocado da segunda divisão italiana. Erecebeu uma convocação para fazer o próximo jogo da seleção, mesmo assim. O motivo? É honesto.

O zagueiro recusou 200 mil euros para fraudar o resultado de Gubbio x Cesena, na Coppa Italia. Ele recebe salários de pouco mais de 5 mil euros por mês. Além de recusar, Farina denunciou o fato, o que deve render punições severas a quem for descoberto – e ainda abrir investigações para tentar minar a banda podre do futebol italiano (…)

A NBA está de volta! Confiram vídeo promocional e o melhor no Almanaque

25 de dezembro de 2011 0
A NBA está de volta - O melhor basquete do mundo!

A NBA está de volta - O melhor basquete do mundo!

Depois de uma longa greve dos atletas, a NBA acertou as pontas no final de novembro. Agora em dezembro, a Liga de Basquete Profissional dos Estados Unidos está de volta, para delírio dos fãs como eu. Aproveito a chance e convido os novos seguidores do Almanaque Esportivo a conferir os melhores textos já escritos aqui sobre o esporte

Confesso que fiquei afastado nos últimos anos devido à pavorosa fase do meu New York Knicks(e o ridículo técnico Jeff van Gundy)  mas ver o basquete em HD e uma grande promessa de temporada me animaram. Ainda mais depois de ver o fantástico vídeo promocional da TNT, que transmite a competição, misturando lendas do passado e do presente:

CONFIRA TAMBÉM:

Holanda: goleiro é agredido por torcedor, reage e é expulso. Jogo suspenso!

22 de dezembro de 2011 0

Um lance da Copa da Holanda está causando muita polêmica no futebol holandês. No jogo Ajax x AZ Alkmaar, pela Copa da Holanda, o goleiro Esteban Alvarado foi expulso de campo por agredir um torcedor. Que tinha invadido o campo para bater nele! O agressor tentou dar uma voadora no goleiro,  não conseguiu e foi derrubado pelo atleta. O costarriquenho reagiu com dois chutes, alegando legítima defesa.

O Ajax vencia por 1×0 quando ocorreu o incidente. Aos 38 minutos do 1º tempo, e o árbitro Bas Nijhuis expulsou o atleta de campo pela agressão. Revoltado com a atitude do árbitro, o treinador Gertjan Verbeek tirou o AZ de campo, suspendendo a partida. Vejam as imagens:

Alkmaar goalkeeper Esteban sent off for kicking pitch invader

O árbitro se pronunciou: “Como juiz, preciso seguir as regras. E elas diziam que Esteban tinha de ser expulso”, disse Nijhuis. O torcedor identificado já estava proibido de estar presente na Arena Amsterdam por mau comportamento. A imprensa local especula que o Ajax deve ser punido pela Federação e eliminado da competição.

A Federação Holandesa de Futebol ainda não se pronunciou sobre o caso e sobre como será o andamento da partida. EDITADO: ela rescindiu o vermelho, mas ainda não definiu o que vai fazer a respeito do jogo suspenso.

Curiosamente, na temporada passada Ajax e AZ também se enfrentaram pela Copa da Holanda, 1º fase na Arena Amsterdam e praticamente na mesma data: 23/12. Sob uma sensação térmica de -20 graus celsius, o Ajax venceu por 1×0 em um golaço de Mirajem Suleimani. E eu tava no estádio!

Contei as experiências no post abaixo:

Arena Amsterdã, frio intenso e Bob Marley: lembranças de uma viagem

Os 'novos-ricos' e a mudança de paradigma no futebol brasileiro

20 de dezembro de 2011 0

Convido os leitores do Almanaque Esportivo à uma reflexão sobre os destinos dos maiores clubes do futebol brasileiro. O texto foi publicado no Notas Futebolísticas:

Os novos-ricos e a mudança de paradigma

20/12/2011 por NotFut

*Por Alexandre Perin

AVISO: qualquer coincidência é mera semelhança

Planeta Terra, ano de 2022. Era uma vez um país chamado Nova Caledônia. Neste país, o esporte mais popular era o rúgbi mas ninguém ficava rico: atletas, clubes, patrocinadores por décadas formaram uma elite tradicional, com grande talento mas sem poder financeiro. Por isto, os melhores atletas iam jogar na vizinha Nova Zelândia, com salários bem maiores. Os clubes neocaledônios ganhavam dinheiro nas transferências. (…)

Confiram o restante em http://notasfutebolisticas.com/2011/12/20/os-novos-ricos-e-a-mudanca-de-paradigma/

Embaixadores da ONU Ronaldo, Drogba e Zidane em jogo contra a fome na Alemanha

14 de dezembro de 2011 0

O que acham de ver em campo Ronaldo, Didier Drogba, Zinedine Zidane no mesmo time? Pois 24 mil torcedores tiveram este prazer e ainda ajudaram entidades assistenciais ao presenciarem um jogo de superestrelas do passado e do presente no futebol mundial. Como embaixadores da ONU, os três craques participaram de mais um evento em prol das pessoas com necessidade.

Drogba, Ronaldo e Zidane - Embaixadores da ONU - Divulgação UNESCO

Drogba, Ronaldo e Zidane - Embaixadores da ONU - Divulgação UNESCO

A nona edição do “Jogo contra a Pobreza” ocorreu nesta terça-feira em Hamburgo (Alemanha), bancada pela UNESCO e desta vez em prol das vítimas da fome na região do Chifre da África, em situação desesperadora, como Etiópia, Eritréia, Sudão do Sul, Somália, Djibouti.

Dois terços da renda da partida foram diretamente para os cofres da UNESCO a serem distribuídos na África, enquanto o terço restante será distribuído pelo Hamburgo para entidades assistenciais alemãs.

Wilfried Lemke, Conselheiro da ONU, falou em nome do Secretário-Geral Ban Ki-Moon: “Estou feliz de ver que os atletas, a família das Nações Unidas e o mundo do esporte podem trabalhar juntos para construir um mundo melhor”.

O jogo? Ah, sim, terminou em 5×4 para o time dos Embaixadores contra o Hamburgo. Outras estrelas presentes: o francês Christian Karembeu, o italiano Fabio Cannavaro, o argelino Rabah Madjer e o brasileiro Dida.

Os renegados, refugos, dispensados, emprestados: quem está deixando o Grêmio

13 de dezembro de 2011 0
Depois do Internacional, vamos falar do mercado da bola envolvendo o Grêmio. Sem falar dos reforços, vamos comentar quem está deixando o estádio Olímpico na temporada 2012. São jogadores fora dos planos, devolvidos, com contratos expirados ou que precisam ser emprestados para ganharem experiência de jogo e terem seu potencial observado.

Neste último grupo estão certamente o lateral-esquerdo Dener e o volante Mateus Magro, que teve uma curtíssima passagem pelo Caxias. Outros dois jogadores que tiveram poucas ou nenhuma oportunidade no elenco principal são os laterais-direito Spessatto e Sérgio.

Gabriel Spessatto - Foto: Tatiana Lopes (clicRBS)

Sérgio, Thiego, Rafael Marques, Leandro, Mithyuê e Anderson Pico estão sem contrato após 31/12/2012 e tem seu último ano de contrato. Anderson Pico, Uendel e Róberson já foram emprestados, enquanto a lista de jogadores que deixaram o Olímpico é bem maior, e engloba nome bem famosos como Rodolfo, Adílson e Escudero.
FORA DOS PLANOS
Spessatto (lateral-direito), Sérgio (lateral-direito), William Thiego (zagueiro), Rafael Marques (zagueiro), Dener (lateral-esquerdo), Mateus Magro (volante), Matheus Kappel (goleiro volante), Leandro (meia-atacante), Mithyuê (meia-atacante), Bérgson (atacante)
OBS: jogadores sublinhados só tem contrato, no máximo, até 31/12/2012

EMPRESTADOS
Anderson Pico – lateral-esquerdo – São José-RS
Uendel – lateral-esquerdo – Ponte Preta
Róberson – meia-atacante – Sport
OBS: jogadores sublinhados só tem contrato, no máximo, até 31/12/2012

NEGOCIADOS/DEVOLVIDOS/DISPENSADOS

Rodolfo – zagueiro – Lokomotiv Moscou-RUS (*)

Escudero - está retornando ao Boca Juniors-ARG - foto: Gustavo Heldt (clicRBS)

Edcarlos – zagueiro – Desportivo Traffic
Gílson – lateral-esquerdo – Cruzeiro
Adílson – volante – Terek Grozny-RUS
Escudero – meia-atacante – Boca Juniors-ARG (*)
Danilo Rios – meia-atacante – sem clube
Diego Clementino – atacante – sem clube
OBS: (*) – Fim do Empréstimo

Os renegados, refugos, dispensados, emprestados: quem está deixando o Inter

12 de dezembro de 2011 1

A barca está saindo” do Beira-Rio. Todos os anos, os fiéis seguidores do Almanaque Esportivo me cobram sobre o destino de jogadores menos famosos do Internacional. Incluo sempre aqueles que, na minha opinião, não fazem parte dos planos principais. Também coloco uma observação no nome de quem fica sem contrato ao final desta temporada, ou seja: ano que vem não começa no clube da Avenida Padre Cacique. O nome mais famoso é do zagueiro Gonzalo Sorondo, de ótima lembrança dos colorados mas marcado por inúmeras contusões nos 4 anos de Beira-Rio.

Gonzalo Sorondo - 4 anos e apenas 77 jogos pelo Inter - www.internacional.com.br

Vale ressaltar que alguns jogadores estão fora dos planos imediatos, mas não necessariamente para sempre. Casos bem claros de Lima (destaque da Série B 2011) e Lucas Roggia, que devem passar pelo mesmo fluxo de empréstimos que causou boa impressão em Muriel e Josimar, que será aproveitado após ser capitão da Ponte Preta. Ele deve ser o único a ter este destino na temporada 2012, entre os mais de 20 emprestados em 2011.

FORA DOS PLANOS ( ou empréstimo para ganhar experiência) – 18 atletas
Kléber Silva (lateral-direito), Daniel (lateral-direito), Alisson (lateral-direito), Ronaldo Conceição (zagueiro), Lima (lateral-esquerdo), Massari (lateral-esquerdo), Wílson Matias (volante), Maycon (volante), Glaydson (volante), Marquinhos Gabriel (meia-atacante), Ytalo (meia-atacante), Thiago Humberto (meia-atacante), Fabinho (atacante), Luís Carlos (atacante), Guto (atacante) e Lucas Roggia (atacante)

EMPRESTADOS – 7 atletas
Lauro – goleiro – Ponte Preta
Titi – zagueiro – Bahia (ainda a confirmar)
Ronaldo Alves – zagueiro – Náutico (ainda a confirmar)
Igor – zagueiro – Marítimo-POR
Derley – volante – Náutico  (ainda a confirmar)
Juliano – volante – Goiás
Marinho – meia-atacante – Goiás
Talles Cunha – atacante – Botafogo-SP
OBS: jogadores sublinhados só tem contrato, no máximo, até 31/12/2012

Rafael Copetti, goleiro da base, foi para Portugal - www.internacional.com.br

NEGOCIADOS/DEVOLVIDOS/DISPENSADOS – 10 atletas

Rafael Copetti – goleiro – Benfica-POR
Rodrigo – zagueiro – Dínamo Kiev-UCR (*)
Sorondo – zagueiro – sem contrato
Mineiro – zagueiro – sem contrato
Ricardo Goulart – meia-atacante – Santo André (*)
Tales – meia-atacante – sem contrato
Bolaños – meia-atacante – sem contrato
Siloé – atacante – Horizonte-CE
Léo – atacante – União Leiria-POR
Alex – atacante – Fluminense (*)
OBS: (*) – Fim do empréstimo

Desempenho: Corinthians liderou por 27 rodadas, vejam outras curiosidades

06 de dezembro de 2011 0

Nada mais justo que o título brasileiro de 2011 para o Corinthians. O time de Parque São Jorge liderou o Brasileirão por 27 de 38 rodadas, um aproveitamento realmente espetacular.  Só uma rodada abaixo do G5 (naquela rodada o Vasco não estava entre os melhores), então absolutamente merecido.

Quem realmente bobeou foi o São Paulo, que ficou 29 das 38 rodadas na zona da Libertadores, mas acabou de fora, assim como Botafogo (31 rodadas) e Palmeiras (13 rodadas). Já o Internacional ficou apenas 3 rodadas no G5, e acabou obtendo a vaga. Em uma campanha absolutamente média, o Grêmio ficou 11 rodadas na insossa 12º colocação, posição aliás que acabou encerrando a competição.

Na ponta de baixo, o Atlético-MG ficou 15 rodadas no Z4 e escapou, assim como o Atlético-GO (6 rodadas) e o Cruzeiro (4 rodadas). O Avaí ficou todo o Brasileirão na zona de rebaixamento, sendo rebaixado merecidamente em último lugar. Outro que jamais saiu do Z4 foi o Atlético-PR. Porém foi o América-MG, também rebaixado (e 34 rodadas no Z4), quem ficou mais tempo na lanterna: 21 jogos.

Confira a relação completa (tabela NACOPA.NET):

Mapa do Desempenho - Brasileirão 2011 - Foto: Arquivo Pessoal

D'Alessandro se iguala à Lima, Ronaldinho, Índio e Nilmar: seis gols em Gre-Nais

05 de dezembro de 2011 1

O gol de ontem foi o sexto do argentino Andrés D’Alessandro em clássicos Gre-Nais. Com mais uma atuação impactante, o meia se igualou aos maiores artilheiros do clássico nos últimos trinta anos do futebol gaúcho. Desde 1981, 19 jogadores fizeram três ou mais gols em clássicos Gre-Nal, e  Christian fez gols pelos dois times: 3 jogando pelo Grêmio e 4 pelo Internacional.

Desde 1981, os maiores artilheiros do Gre-Nal só fizeram seis gols. Destes, dois deles ainda jogam pelo Inter e podem ampliar a marca: Índio e o próprio D’Alessandro. Nilmar ainda está em atividade, mas no Vilarreal, assim como Ronaldinho, no Flamengo. Dos já aposentados, temos ainda Lima, artilheiro tricolor nos anos 80 e que fez seis gols

A lista colorada é maior e tem 2 estrangeiros: D’Ale e Rubén Paz. Tem os ídolos GeraldãoFernandão, Christian, Leandro Machado e Fabiano, e os contestadíssimos Nélson Bertolazzi e Nando.  No Grêmio, os ídolos Paulo Nunes e Jorge Veras, e os contestados Alcindo e Júnior Viçosa.

INTERNACIONAL

D’Alessandro: 6 gols
Índio: 6 gols
Nilmar: 6 gols
Geraldão: 5 gols
Fernandão: 4 gols
Christian: 4 gols
Fabiano: 4 gols
Rubén Paz: 4 gols
Andrezinho: 3 gols
Leandro Machado: 3 gols
Nando: 3 gols
Nélson Bertolazzi: 3 gols
Luís Fernando Rosa Flores: 3 gols
GRÊMIO
Ronaldinho: 6 gols
Lima: 6 gols
Jorge Veras: 4 gols
Júnior Viçosa: 3 gols
Christian: 3 gols
Paulo Nunes: 3 gols
Alcindo: 3 gols

OBS: Valeu, , que me lembrou do Leandro Machado (gols em 94 e 95)