Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Corinthians 2012 - Porque venceu? Lições a serem aprendidas

05 de julho de 2012 16

O título do Corinthians em 2012 da Taça Libertadores da América, obsessão corinthiana desde sempre, é talvez o mais merecido (se é que este conceito existe) da última década na competição. A equipe do Parque São Jorge acertou praticamente tudo nos últimos 18 meses e foi justamente coroada como “Campeã da América”.

Corinthians, o merecido campeão da América 2012 - Foto: Victor R. Caivano, AP

Além de fatores aleatórios como “sorte de campeão”, como no lance de Diego Souza nas quartas-de-final contra o Vasco da Gama, o Corinthians agiu corretamente em todos os setores. Desde a permanência de Tite após dois fracassos consecutivos, passando pela montagem do time campeão brasileiro e da Libertadores, até a organização técnica da equipe, com uma defesa forte, meio-campo equilibrado e ataque eficiente.

Vale ressaltar um breve resumo de tudo que o Corinthians fez e que levou ao momento de catarse

  • Em 2011, o Corinthians foi eliminado da Copa Libertadores ainda na fase preliminar, depois de ter perdido o título brasileiro para o Fluminense pouco menos de 2 meses antes.
  • As torcidas organizadas invadem o CT do Corinthians e depredam carros particulares.
  • Muito acima do peso, Ronaldo anuncia a aposentadoria e Roberto Carlos vai para o futebol russo.
  • A demissão de Tite era certa, mas o presidente Andrés Sánchez deixou claro: ele não sai.
  • Respaldado, ainda com um elenco deficiente, Tite começa um trabalho de longo prazo.
  • O elenco é reformulado, a prospecção no interior de São Paulo funciona. A defesa se consolida com a contratação de Leandro Castán, uma barganha do Corinthians.
  • Os volantes viram destaque: Ralf e Paulinho se tornam esteios do meio-campo e superam e muito o rendimento dos 3 jogadores do setor que haviam sido negociados recentemente: Cristian, Elias e Jucilei.
  • Jogadores multicampeões vieram para dar experiência e tranquilidade à uma equipe fadada a momentos de tensão: Danilo, Alex e Émerson.
  • Organização fora de campo, passando por um apaziguamento político do clube.
  • Time montado de trás para a frente, com uma defesa quase inexpugnável.
  • Eventuais problemas, como o fraco goleiro Júlio César, foram rapidamente sanados. Seu substituto Cássio alternou momentos irregulares, mas nos lances decisivos fez a diferença.
  • O Corinthians fez a 2º melhor campanha geral na primeira fase.
  • Depois eliminou o atual campeão Santos
  • Na final, bateu o maior vencedor das últimas décadas, Boca Juniors, inapelavelmente

Existe contraponto para isto? Evidentemente que não.

Há meses falei repeti: estou torcendo contra, mas ninguém mais tem merecido que o Corinthians ganhar esta Libertadores.

Quer você, colorado ou gremista, tenha gostado disto ou não, o fato é:

O Corinthians mereceu

Comentários (16)

  • Diogo diz: 5 de julho de 2012

    Caro Perin, como sempre seus comentário são muito bem articulados e com uma análise muito criteriosa dos fatos. Não gosto do “estilo” Corinthians (não do estilo de jogo, mas do comportamento geral dos corinthianos), mas tenho que reconhecer que eles fizeram e estão fazendo um trabalho muito bem feito. O receio é que cada vez mais eles se fortaleçam e vão acabar se distanciando muito em prestígio político e financeiro dos demais clubes, principalmente dos nossos aqui do Sul. Não vai ser fácil fazer frente a esse poder político e econômico…. Dias difíceis pela frente!

  • Gil diz: 5 de julho de 2012

    Enfim, um comentário lúcido, coisa que os velhos jornalistas gaúchos não conseguem fazer.
    Gostaria de destacar que os três jogadores que você citou – Leandro Castan, Ralf e Paulinho – são jogadores garimpados pelo Corinthians em clubes pequenos do Interior e nisto reside o grande mérito. Romarinho, que pode revelar-se no futuro um grande fracasso, teve o mérito eterno de empatar o jogo na Argentina. Também foi garimpado no Interior.
    Outros jogadores citados por você também foram trazidos de clubes pequenos – Cristian (do Paulista de Jundiaí) e Elias (após um semestre no Juventos e outro na Ponte Preta). Jucilei veio da base.
    Os únicos jogadores caros foram mesmo Danilo, Alex, Émerson e Liedson.
    Enquanto isso, o Grêmio contrata só jogadores caros, de valia duvidosa, veteranos, e joelhos de vidro, indicados por empresários.
    Por que? Porque seus dirigentes não conhecem futebol. Não assistem futebol, portanto, não conhecem o mercado. Contratam por DVD. Dá nisso.
    Aí a velha imprensa gaúcha atribui o sucesso do Corinthians às malandragens extracampo.

  • marcos diz: 5 de julho de 2012

    e vc é um idiota… título mais merecido da década pq remendaram tudo? vc é um ridículo, seu gremista… desmereceu os dois títulos do inter

    EDITADO: eu gremista?

  • Brum diz: 5 de julho de 2012

    Parabéns!! Simples, muito simples. Mas parece muito difícil para alguns dos teus colegas.
    Abs

  • Vanderley Castro diz: 5 de julho de 2012

    O Corinthians mereceu o título sem sombra de dúvida, o problema é que se trata de um clube muito, muito mesmo badalado pela imprensa do centro do país (dá até enjôo), isso até em comparação com os clubes de lá, e a sua torcida é muito chata, convencida em demasia e com um grande percentual de maloqueragem (disso eles tem orgulho) sempre tem confusão antes e depois do jogo, até o Tite deu uma alfinetada nos outros clubes campeões da Libertadores, e por isso era grande a torcida por aqui pela sua derrota.

  • Dilson diz: 6 de julho de 2012

    Me parece que a melhor decisão foi a manutenção de um bom técnico. Aqui não temos feito isto. Tanto dirigentes quanto imprensa (formadores de opinião de massa) comportam-se passionalmente. Tite foi execrado no Inter. Foi linchado moral e animicamente. Na época escrevi que a situação já era de assédio moral. Agora, depois de fazerem o mesmo com Caio Jr., estão de namoro com Luxemburgo e querem linchar Dorival Jr. Será que Sir Alex Fergusson, em 21 anos de Manchester United nunca errou?

  • paulo andré diz: 6 de julho de 2012

    Pode ter merecido, mas continua sendo um timinho falcatrua, queridinho da toda poderosa rede de televisão, que lhe dá amplos espaços, cobertura e exclusividade na rede aberta de TV, protegido da CBF e manipulador de resultados no brasileirão, timeco mais odiado do Brasil, exceto em SP! Se querem resgatar o respeito e admiração do resto do país, devolvam o título roubado do Inter em 2005, parem de associar-se a Globo e CBF, parem de manipular resultados, quem sabe assim conquistem alguma simpatia! E para os gremistas que nos chamam de magoadinhos 2005, nós colorados admiramos muito outro time paulista, querem saber qual?

  • gustavo diz: 6 de julho de 2012

    Concordo plenamente, como colorado, seco qualquer coisa corintiana que se mexa, mas devemos ser justos, fizeram por merecer o caneco, estavam focados e trabalharam para isso.
    Queria que meu colorado tivesse essa dedicação.

  • JULIO PIRES diz: 6 de julho de 2012

    Sem sombra de duvidas que mereceu mesmo. A questão envolvendo a secação por uma grande parte de torcedores de outros clubes , é que sistemáticamente o Corinthians vem sendo beneficiado de forma escandalosa em tudo, ( não foi o caso da libertadores). Isso é tão notório que despertou uma certa antipatia de torcedores adversários. Sem medo de errar , se fizer-mos uma pesquisa, hoje o Corinthians é o Clube mais odiado do Brasil. Não por causa de seus jogadores , treinadores etc… , mas pela formna descarada que lhe são dados beneficios.

  • astor diz: 6 de julho de 2012

    sou colorado, mas este titulo foi mais que merecido, uma dedicação para dar inveja em outros times, e se tiverem vergonha na cara os outros times devem copias, pois as coisas boas são feitas para copiar, mas que torci pro boca, mais devido que eles jamais tinham ganho a libertadores, mas que é um time quase sem meios de derotar, parabens torcida e clube corintians

  • Lucas diz: 6 de julho de 2012

    Discordo um pouco. Apostaram no Adriano e no Liedson e nenhum deu certo. O time acabou ganhando a Libertadores mesmo sem ataque. Teve dificuldade enorme em fazer um gol no Vasco, que foi superior nos 180 minutos. O esquema foi eficiente, mas dependente de 3 jogadores: Paulinho, Ralf e Castan. Alessandro e Fabio Santos são medianos e Chicão apenas razoável. O time não tem um bom banco. Teve sorte em não perder jogadores por lesão ao longo da competição

  • Brum diz: 6 de julho de 2012

    Alguém diz para o Paulo andré que o inter perdeu em 2005 pq ficou 6 ou 7 jogos sem ganhar e principalmente pq na última rodada perdeu para o rebaixado Coritiba.

  • Kaluyituka diz: 7 de julho de 2012

    Pq nenhum jornalista comenta da coincidência do curinthias ganhar a libertadores somente no ano em que a FIFA resolveu mudar as regras e botar juizes daqui em jogos entre brasileiros. Pq nenhum jornalista fala do jogo contra o vasco, pq não falam do Vuaden! Libertadores deixou de ser campeonato de futebol, está igual o brasileiro, ganha quem paga mais. A imprenssa pode tentar justificar titulo dizendo que o curinthias é isso ou aquilo, mas todo mundo sabe o que realmente aconteceu. É o fim do futebol jogado! E não bastando isso, ainda sou obrigado a pagar estádio para esses favelados corruptos. Brasil, um país de tolos!

  • gibran diz: 7 de julho de 2012

    INTER 2006 FOI O MAIS MERECIDO, UMA LIBERTADORES IMPECAVEL.

    PERIN, NÃO PRECISA FAZER MÉDIA COM A AZULAGGI.

  • Jamil Al Malik diz: 9 de julho de 2012

    Esta foi a conquista mais merecida desde 1960.
    Aos colorados raivosos com a declaração do blogueiro de que talvez seja a mais merecida da última década, o que inclui os títulos de 2006 e 2010, lembro que em nenhuma delas o Internacional veio de título brasileiro. Veio via G4, e não faturou nenhum dos dois títulos invicto.
    Sem contar que pegou um time da CONCACAF numa das finais, o que equivale a dançar com a irmã no baile de formatura. Só estes fatores já deixam 2006 e 2010 bem para trás.
    Quanto a 2005, este já é mais um dos milhões de mitos na extensa mitologia anticorintiana. Além de Tinga não ter sofrido pênalti algum, – lenda fomentada por jornalistas do naipe de Milton Neves e Trajano, que sequer paulistas são e cujo anticorintianismo é notório – o fato é que em 2005 o Internacional não levou o título porque perdeu dois jogos cruciais no PR, e que fatalmente teriam trazido o troféu: Perdeu para o Paraná Clube num estádio apinhado de colorados e perdeu para o rebaixado Coritiba na última rodada.
    O resto, é mera especulação movida pelo recalque.

    EDITADO: aviso aos leitores, discordo completamente dos dois últimos parágrafos. Publiquei pq ele foi respeitoso

  • Andre Soares Ribeiro diz: 10 de julho de 2012

    Apesar de Palmerense tenho que concordar com voce Perin…Vários fatores…time organizado…disciplina… organização…e o mais importante VONTADE DE VENCER.

    o planejamento que o time fez e a permancencia do treinador foram muito importantes…temos que acabar com essa história aqui no Brasil de que o culpado é sempre o tecnico …AVANTE PALESTRA.

    ABS AMIGO PERIN E MAIS UMA VEZ PARABÉNS PELAS MATÉRIAS…SEMPRE QUE PUDER VOU FAZER MEUS COMENTÁRIOS EM SUAS MATÉRIAS…E MUITO OBRIGADO POR LANÇAR MINHAS PERGUNTAS.

Envie seu Comentário