Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Presidentes da Dupla Gre-Nal: todos os títulos e vice-campeonatos nos últimos 20 anos

20 de maio de 2013 9

Quem foi o presidente mais vitorioso da Dupla Gre-Nal? E quais foram os que conquistaram os títulos mais relevantes? Para organizar o estudo, adotei a “linha de corte” em 20 anos. Ou seja, só contabilizei os títulos de 1991 para cá, citando de passagem os 4 presidentes que comandaram Grêmio e Internacional neste intervalo de tempo e que já tinham sido presidentes anteriormente (Fábio Koff e Paulo Odone no Grêmio, José Asmuz e Pedro Paulo Záchia no Internacional). Este período foi cuidadosamente escolhido para refletir as maiores décadas de títulos de Grêmio e Internacional.

Fábio Koff e Fernando Carvalho - Os presidentes mais vitoriosos da Dupla

No lado gremista, o esperado: Fábio Koff é o presidente com mais títulos. Em cinco anos comandando o Grêmio (considerando-se apenas desde 1991), Koff levantou nada menos que sete títulos, quatro deles muito especiais: Copa do Brasil de 1994, o Brasileirão de 1996, a Recopa Sul-Americana de 1996 e a Libertadores de 1995. Koff foi vice-campeão ainda de 2 Copas do Brasil e do Mundial. Com o título da Copa do Brasil de 2001 e da Copa Sul, José Alberto Guerreiro está na frente de Paulo Odone neste período (se contabilizarmos a história, Odone tem ainda outros quatro Campeonatos Gaúchos e 1 Copa do Brasil).

Pelos caminhos do Beira-Rio, o dirigente com os títulos mais importantes é Fernando Carvalho, com seis conquistas incluindo uma Libertadores em 2006 e o Mundial de Clubes FIFA no mesmo ano. Já Vittorio Piffero também tem seis conquistas, também uma Libertadores (2010), e mais uma Recopa (2007) e uma Copa Sul-Americana (2008). O único presidente colorado no estudo com um título nacional é José Asmuz.

Três presidentes do Internacional (Carvalho, Piffero e o atual, Giovanni Luigi), conquistaram títulos em todos os anos de seu mandato. Apenas Fábio Koff conseguiu a proeza. Outra estatística curiosa: 4 presidentes gremistas e 3 colorados ficaram sem títulos ao longo de todo seu mandato. Os três colorados foram consecutivos, entre 1998 e 2001. O presidente que ficou mais tempo comandando um clube neste período foi Paulo Odone, por seis temporadas, seguido por Fernando Carvalho com cinco anos.

PRESIDENTES DO GRÊMIO NOS ÚLTIMOS 20 ANOS

TÍTULOS

  • Rafael Bandeira dos Santos: sem títulos
  • Fábio Koff - 1993/96: Campeonato Gaúcho (1993, 1995 e 1996), Copa do Brasil (1994), Recopa Sul-Americana (1996), Campeonato Brasileiro (1996), Copa Libertadores (1995)
  • Luís Carlos Silveira Martins (Cacalo) – 1997/98: Copa do Brasil (1997)
  • José Alberto Guerreiro – 1999/02: Campeonato Gaúcho (1999 e 2001), Copa do Brasil (2001), Copa Sul (1999)
  • Flavio Obino – 2003/04 – sem títulos
  • Paulo Odone – 2005/08 – Campeonato Gaúcho (2006 e 2007), Segunda Divisão (2005)
  • Duda Kroeff – 2009/10 – Campeonato Gaúcho (2010)
  • Paulo Odone – 2011/12 – sem títulos
  • Fábio Koff – 2013 – sem títulos

VICE-CAMPEONATOS IMPORTANTES NOS ÚLTIMOS 20 ANOS

  • Fábio Koff – 1993/96 – Copa do Brasil (1993 e 1995), Mundial (1996)
  • Paulo Odone – 2005/08 – Copa Libertadores (2007), Brasileiro (2008)

OBS: O atual presidente Fábio Koff também conquistou títulos importantíssimos em sua primeira gestão, nos anos de 1982 e 1983: 1 Copa Libertadores e 1 Mundial, além de ter sido vice-campeão brasileiro em 1982 Já Paulo Odone, também nos anos 80 (entre 1987 e 1990) se sagrou tetracampeão gaúcho e campeão da Copa do Brasil em 1989, e era o presidente na dramática derrota para o Internacional no chamado “Gre-Nal do século” em 1989.

PRESIDENTES DO INTERNACIONAL NOS ÚLTIMOS 20 ANOS

TÍTULOS

  • José Asmuz – 1990/93 – Campeonato Gaúcho (1991 e 1992), Copa do Brasil (1992)
  • Pedro Paulo Záchia – 1994/97 – Campeonato Gaúcho (1994 e 1997)
  • Paulo Rogério Amoretty – 1998/99 – sem títulos
  • Jarbas Lima – 2000 – sem títulos
  • Fernando Miranda – 2001 – sem títulos
  • Fernando Carvalho – 2002/06 – Campeonato Gaúcho (2002, 2003, 2004 e 2005), Copa Libertadores (2006), Mundial de Clubes FIFA (2006)
  • Vittorio Piffero – 2007/10 – Campeonato Gaúcho (2008 e 2009), Recopa Sul-Americana (2007), Copa Libertadores (2010), Copa Sul-Americana (2008), Copa Suruga Bank (2009)
  • Giovanni Luigi – 2011/2013 – Campeonato Gaúcho (2011, 2012 e 2013), Recopa Sul-Americana (2011)

VICE-CAMPEONATOS

  • Fernando Carvalho – 2002/06 – Campeonato Brasileiro (2005 e 2006)
  • Vittorio Piffero – 2007/10 – Campeonato Brasileiro (2009), Copa do Brasil (2009), Recopa Sul-Americana (2009)

OBS: O ex-presidente José Asmuz, que comandou o Inter entre 1980 e 1981, foi bicampeão gaúcho e vice-campeão da Libertadores em 1980. Já Pedro Paulo Záchia não obteve títulos em sua primeira passagem no comando colorado, em 1988 e 1989. Sua gestão foi marcada pelos dois dramáticos jogos contra o Bahia (final do Brasileiro de 1988) e Olímpia (semifinal da Libertadores de 1989), além da dolorosa derrota no Gauchão de 1989 nos pênaltis para o Grêmio.

Comentários (9)

  • paulo diz: 20 de maio de 2013

    por isto afirmo

    OBINO E CACALO sao os pirres da historia,seguidos de perto por odone
    talvez quando desaparecerem do cenario politico tricolor tenhamos alguma chance de titulo
    ate la sao os maiores colorados que se travestem de azul.

    abracos

  • Ricardo diz: 20 de maio de 2013

    Faltou um título para Fabio Koff. Recopa Sul-Americana conquistada em janeiro de 1996, no Japão com uma vitória de 4 x 1 sobre o Independiente da Argentina. Já que o mesmo título foi cotado para Pífero e Fernando Carvalho, é injusto esquecer para Koff.

  • Vinicius diz: 20 de maio de 2013

    Tu esqueceu a Recopa de 1996 na conta do Koff.

  • Elizandro diz: 20 de maio de 2013

    Quer dizer que de 12 ANOS para cá o Grêmio ganhou:
    - 3 Gauchões; e
    - 1 Brasileiro da SEGUNDA Divisão???

  • Elizandro diz: 20 de maio de 2013

    Báh, tô até meio arrependido de secar o Grêmio na Libertadores. É muita desgraça para eu ficar tripudiando…

  • VALDIR diz: 20 de maio de 2013

    CREEEEEEEEEEEDO E AINDA TEM GREMISTA PAPUDO, QUE COISA FEIA

  • Alex diz: 21 de maio de 2013

    Elizandro: Desgraça é ficar quase 25 anos invejando a Libertadores do rival, isso a gente nunca teve! ;)

Envie seu Comentário