Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Bizarrices"

Terceira Divisão Inglesa tem final histórico: pênalti perdido, gol de contra-ataque!

28 de abril de 2013 3

O Doncaster Rovers se sagrou campeão da League One, a Terceira Divisão Inglesa, de maneira inacreditável neste sábado. O time chegou na rodada em segundo lugar, atuando fora de casa contra o Brentford no centenário Griffin Park em Londres. O time do norte da Inglaterra estava na iminência de perder a promoção automática (garantida aos dois primeiros colocados da divisão) em uma cobrança de pênalti contra seu adversário direto. Era só Marcello Trotta converter o pênalti marcado já nos segundos finais da partida.

O jovem atacante italiano, emprestado pelo Fulham e de apenas 20 anos, resolveu assumir uma responsabilidade que não era sua, “se consagrar”. Mas deu tudo errado: Trotta chutou no travessão e, com um gol no contra-ataque do lance,  James Coppinger aproveitou o atônito Brentford e marcou para os Rovers, dando a vitória por 1×0 e o título para o time de Yorkshire.  A sequência, de pouco menos de um minuto, é desesperadora:

Para entender melhor, vejam a situação antes do jogo:

  1. Bournemouth- 82 pontos – Promovido à Segunda Divisão matematicamente
  2. Doncaster Rovers – 81 pontos – Promovido à Segunda Divisão
  3. Brentford  - 79 pontos – Nos playoffs entre o 3º e o 6º colocados, valendo uma vaga na Segunda Divisão

Se a cobrança fosse convertida por Marcelo Trotta:

  1. Bournemouth - 83 pontos  - Promovido à Segunda Divisão
  2. Brentford – 82 pontos – Promovido à Segunda Divisão
  3. Doncaster Rovers – 81 pontos – Nos playoffs entre o 3º e o 6º colocados, valendo uma vaga na Segunda Divisão

Como ficou no final, com o gol no contra-ataque:

  1. Doncaster Rovers – 84 pontos – Campeão e promovido à Segunda Divisão
  2. Bournemouth – 83 pontos – Vice-Campeão e promovido à Segunda Divisão
  3. Brentford – 79 pontos – Nos playoffs entre o 3º e o 6º colocados, valendo uma vaga na Segunda DivisãoIsto obviamente me lembrou os instantes a seguir da cobrança de Ademar defendida por Galatto, até o gol de Anderson que deu o título da Série B para o Grêmio (se o jogo terminasse em empate, o Grêmio subia mas o título iria para o Santa Cruz).

Campeão Inglês, Evra lembra desafeto Suarez e "come" um braço de plástico!

22 de abril de 2013 0

E tivemos outra cena bizarra hoje no jogo do título do Campeonato Inglês! O Manchester United se sagrou campeão inglês pela 20º vez nesta segunda-feira ao golear o Aston Villa por 3×0, três gols de Robin Van Persie.  Foi o 38º título de Sir Alex Ferguson no comando do time, ele que senta na casamata desde 1986. Foi o 13º título inglês do galês Ryan Giggs, que aos 38 anos iguala o número de troféus do rival Arsenal na competição.

Mas quem roubou a cena foi o francês Patrice Evra, lateral-esquerdo titular do time.Um torcedor jogou um braço de plástico amputado para o gramado e ele fingiu que estava comendo. Foi uma ironia direta para o atacante uruguaio Luis Suarez, que ontem mordeu o sérvio Branislav Ivanovic no jogo Liverpool 2×2 Chelsea.

Patrice Evra "comendo" um braço e mandando BEJO para Suarez - Reprodução TV

O fato é ainda mais significativo em relação à Evra pois ele se envolveu em 2012 em um incidente ainda mais controverso. Evra acusou Suarez de racismo após um jogo contra o Liverpool ainda no primeiro turno da temporada 2011/12. No jogo do returno, depois de panos quentes por parte das duas diretorias, Evra estendeu a mão no protocolar cumprimento antes do jogo e foi esnobado por Suarez, deixando furiosa a diretoria do Liverpool com o polêmico atacante uruguaio, que havia prometido ser cortês com o adversário.

Por causa do incidente deste domingo, Suarez deve ficar afastado até o final da temporada, perdendo a artilharia do Inglês justamente para o holandês Van Persie, que hoje passou para 24 gols contra 23 do atacante sul-americano.

Na Ucrânia, Cleiton Xavier faz dois gols sensacionais em uma semana: um deles do meio-campo!

21 de abril de 2013 0

Que semana para o meia brasileiro Cleiton Xavier, do Metalist Kharkiv! Em menos de uma semana, o ex-jogador do Internacional, Figueirense e Palmeiras marcou dois golaços no Campeonato Ucraniano. O primeiro foi no último domingo, quando o Metallist venceu o Vorskla Poltava por 4×1. No quarto gol, Cleiton Xavier bateu uma falta, a bola ficou na barreira e, de sem pulo, o brazuca meteu uma patada:

Bacana, né? Que nada, hoje Cleiton Xavier se superou: o time dele perdia por 1×0 para o Chornomorets Odessa em casa. Ao perceber que o time visitante demorou demais para se posicionar após comemorar o gol, Xavier chutou direto na saída de bola no meio-campo:

O gol ajudou a manter o Metallist em segundo lugar com 55 pontos no Campeonato Ucraniano, léguas do líder e virtual campeão Shakthar Donetsk, com 70, mas dois à frente do Dínamo Kiev, em 3º lugar. Faltam apenas cinco rodadas para o término da competição.

ESTATÍSTICAS - Dados e mais dados de Grêmio e Internacional desde 2005!

04 de março de 2013 7

Quando comecei a escrever o Almanaque Esportivo (lá em 2007, olhem o post de estréia), sempre me ressenti da ausência de dados básicos de estatísticas de Grêmio e Internacional:

Sendo assim, comecei um paciente e trabalhoso estudo sobre os dados da Dupla Gre-Nal. Primeiro contabilizei os resultados, mais gols e assistências. Desde 2011, ainda registro a escalação, para saber o desempenho dos atletas de maneira ainda mais organizada.

Exemplo das estatísticas disponibilizadas - Arquivo Pessoal

Também tenho outras estatísticas: uma de categorias de base,  outra de média de público e uma terceira com aproveitamento de times campeões brasileiros.

No primeiro, os resultados da Dupla Gre-Nal em quase todos os principais torneios desde a categoria Sub-10.

No segundo, os dados que consegui sobre média de público comparativa entre Grêmio e Inter nos Campeonatos Brasileiros.

Na planilha final, o aproveitamento dos times campeões brasileiros desde 1971: quem foi a melhor campanha da história? e a pior?

Aceito colaborações dos internautas!

Entrada criminosa em Ronaldinho lembra lances de Dinho e Bolívar

27 de fevereiro de 2013 10

Nesta terça-feira, no massacre de 5×2 do Atlético-MG contra o Arsenal de Sarandí, tivemos um legítimo Tributo ao Carrinho(alô Richard Ducker!). Diego Braghieri acertou uma entrada inaceitável sobre Ronaldinho, com o placar já em 5×2, aos 43 do 2º tempo. O juiz marcou pênalti mas não deu o mais que merecido cartão vermelho. E R10 ainda errou a cobrança… Vejam o lance:

Em 1995, o volante Dinho desferiu uma entrada criminosa no meia Negretti, do Bragantino, na derrota de 2×0 pelo Campeonato Brasileiro.  Depois de levar uma bola no meio das pernas, já perdendo o jogo, Dinho acertou no atleta do time paulista.

Dinho foi expulso, e o jogador adversário ficou fora do Campeonato Brasileiro por ter sofrido uma lesão nos ligamentos do joelho. Alguns meses depois, até como gratidão, Negretti seria contratado pelo Grêmio e fez gol na estréia, vitória contra o São Luiz de Ijuí pelo Gauchão.

Dinho x Negretti em 1995 - Arquivo Zero Hora

Em 2012, o zagueiro colorado Bolívar fez algo muito semelhante no Beira-Rio, vitória de 1×0 contra o Bahia. Ele deu um carrinho no joelho do jovem Dodô, que teve rompimento dos ligamentos do joelho. Bolívar, ao contrário de Dinho e assim como Bragheri, não foi expulso:

BIZARRO: Jogador atende telefone celular durante partida na Alemanha

25 de janeiro de 2013 3

Tá, a manchete era só para chamar a atenção.  Sim, realmente aconteceu, mas foi lá na sétima divisão do futebol alemão. No jogo SV Ems Jemgum 1×1 Fortuna Veenhusen, disputa da liderança da amadora Kreisliga, Matthias Hilbrands do Jemgum foi flagrado por um cinegrafista atendendo o celular durante o jogo, disputado no norte da Alemanha!

O legal é que a bola foi na direção dele e ele, com o telefone na mão, cometeu uma falta e levou amarelo! Se isto é comum por lá, não sei, mas o fato é que que nem sempre temos as imagens. Nesta temos:

ESPECIAL: Estádio Olímpico e suas estatísticas finais de 58 anos de história!

03 de dezembro de 2012 13

Ontem encerrou-se o capítulo oficial da história do estádio Olímpico Monumental. Palco de 58 anos dos jogos do Grêmio Foot-Ball Portoalegrense, a velha casa Tricolor deixará de existir em 2013.

Se despediu com um 0×0 tumultuado, contra seu arquirrival Internacional em um jogo decisivo do Campeonato Brasileiro, depois de ter iniciado a sua trajetória em um 2×0 sobre o Nacional de Montevidéu, Torneio de Inauguração do estádio em 1954

O Almanaque Esportivo compilou as mais significativas (ou não) estatísticas da história do Grêmio.  Foram  1764 jogos, 1156 vitórias, 382 empates e e sofreu 226 derrotas. Marcou 3498 gols e sofreu 1303 (dados do @tribunagremista, o grande Bruno Coelho).

Em Gre-Nais foram 123 jogos, 41 vitórias, 48 empates e 34 derrotas, 152 gols marcados e 132 gols sofridos.


Primeiro jogo: Grêmio 2×0 Nacional-URU, torneio de inauguração do estádio em 19/09/1954
Primeira vitória: Grêmio 2×0 Nacional-URU, torneio de inauguração do estádio em 19/09/1954
Primeiro gol: Vítor (Grêmio), em Grêmio 2×0 Nacional-URU, torneio de inauguração do estádio em 19/09/1954
Primeiro gol gremista: Vítor (Grêmio), em Grêmio 2×0 Nacional-URU, torneio de inauguração do estádio em 19/09/1954
Primeira derrota: Grêmio 2×6 Internacional, torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Primeiro gol sofrido: Jerônimo (Inter), em Grêmio 2×6 Internacional, torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Primeira vitória em Gre-Nais: Grêmio 2×1 Internacional, Campeonato Citadino 1955 em 24/07/1955
Primeira derrota em Gre-Nais: Grêmio 2×6 Internacional, torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Primeiro gol marcado em Gre-Nais: Sarará (Grêmio),em Grêmio 2×6 Internacional, torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Primeiro gol gremista em Gre-Nais: Sarará (Grêmio),em Grêmio 2×6 Internacional, torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Primeiro gol colorado em Gre-Nais: Jerônimo (Inter), em Grêmio 2×6 Internacional, torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Maior público oficial: Grêmio 0×1 Ponte Preta, Brasileiro de 1981 – 98.421 (85.751 pagantes) em 26/04/1981- OBS: sobre este jogo existe uma polêmica, já que nas sociais era necessário 4 ingressos dos ditos “normais” e todos foram contabilizados como torcedores individuais. A prova da confusão é que o segundo maior público do Olímpico é de simplesmente 24 mil torcedores a menos, 74,238 torcedores em Grêmio 0×0 Flamengo pela final do Brasileiro de 1982. Quem quiser contribuir, informe. O Renato Rangel Torres fez um ótimo comentário, olhem mais abaixo.
Primeiro título no estádio: Internacional, campeão do torneio de inauguração do estádio em 26/09/1954
Primeiro título do Grêmio na “Era Olímpico”: Campeonato Gaúcho de 1956, batendo o Pelotas fora de casa na final
Primeira finalíssima do Grêmio em seu próprio estádio: Grêmio 3×0 Guarany-Bagé, Campeonato Gaúcho 1958 em 11/03/1959
Primeiro jogo internacional oficial: Grêmio 0×0 São Paulo, Copa Libertadores 1982 em 03/09/1982
Primeiro jogo de Copa Libertadores: Grêmio 0×0 São Paulo, Copa Libertadores 1982 em 03/09/1982
Primeiro jogo da Seleção Brasileira: Brasil 3×0 Bulgária, amistoso em 28/10/1981
Último jogo: Grêmio 0×0 Internacional, Campeonato Brasileiro em 02/12/2012
Última vitória: Grêmio 2×1 São Paulo, Campeonato Brasileiro 20120 em 12/11/2012
Último gol: Marcelo Moreno (Grêmio), Grêmio 2×1 São Paulo, Campeonato Brasileiro 2012 em 12/11/2012
Último gol gremista: Marcelo Moreno (Grêmio), Grêmio 2×1 São Paulo, Campeonato Brasileiro 2012 em 12/11/2012
Última derrota: Grêmio 1×2 Portuguesa, Campeonato Brasileiro 2012 em 13/08/2012
Último gol sofrido: Rogério Ceni (São Paulo), Grêmio 2×1 São Paulo, Campeonato Brasileiro 2012 em 12/11/2012
Último gol marcado em Gre-Nais: Bolívar (Inter), Grêmio 2×2 Internacional, Campeonato Gaúcho 2012 em 05/02/2012
Último gol gremista marcado em Gre-Nais: Marcelo Moreno, Grêmio 2×2 Internacional, Campeonato Gaúcho 2012 em 05/02/2012
Último título no estádio: Internacional, Campeonato Gaúcho 2011 em 15/05/2010
Último título gremista da “Era Olímpico”: Grêmio, Campeonato Gaúcho 2010 em 02/05/2010
Último título gremista no estádio: Grêmio, Campeonato Gaúcho 2010 em 02/05/2010
Último gol colorado em Gre-Nais: Bolívar (Inter), Grêmio 2×2 Internacional, Campeonato Gaúcho 2012 em 05/02/2012
Menor público do Olímpico: 55 pagantes em Juventude 2×1 Portuguesa, Campeonato Brasileiro 1997 em 03/12/1997 - OBS: O menor público do Grêmio foi de 271 pagantes no jogo Grêmio 2×0 Esportivo, Campeonato Gaúcho em 07/07/1994
Último jogo internacional oficial: Grêmio 1×0 Millionários-COL, Copa Sul-Americana 2012 em 30/10/2012
Último jogo de Copa Libertadores: Grêmio 1×2 Universidad Católica-CHI, Copa Libertadores 2011 em 26/04/2011
Último jogo da Seleção Brasileira: Brasil 2×0 Paraguai, Eliminatórias para o Mundial 2002 em 15/08/2001
Observações finais: em caso de erros ou omissões, mandem e-mail ou deixem  comentários!

Adeus, velho Olímpico! - Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

HISTÓRICO: Felipe Melo vai para o gol e pega pênalti no último minuto na Turquia!

24 de novembro de 2012 3

O volante Felipe Melo jamais vai esquecer o dia 24 de novembro de 2012. Jogador do Galatasaray, da Turquia, o brasileiro garantiu a vitória fora de casa por 1×0 contra o Elazigspor, da maneira mais inusitada possível: pegando um pênalti nos acréscimos. Como prêmio, manteve o time de Istambul na liderança do Campeonato Turco com 25 pontos. O gol da partida foi marcado por Yekta Kurtulus,no início do 2º tempo.

Felipe Melo comemora ao final do jogo - Reprodução site oficial Galatasaray - http://www.galatasaray.org/

O goleiro uruguaio Fernando Muslera foi expulso após cometer pênalti no finalzinho do jogo e, como o Galatasaray já havia feito as 3 substituições, um jogador de linha foi para o gol. O escolhido foi o brasileiro Felipe Melo, que pulou no lado direito e pegou a cobrança de Türkdogan. Vejam o lance histórico:

Gol antológico "a la Van Basten" coloca ex-colorado Taison em destaque na Europa

09 de novembro de 2012 3

Um gol simplesmente monumental do atacante Taison, campeão da Libertadores pelo Internacional em 2010, foi notícia destaque de todos os principais sites da Europa. O atacante do Metalist Kharkiv enfiou um petardo, sem ângulo e sem deixar a bola cair, na gaveta do goleiro Alexsander Hansen na vitória de 3×1 sobre o Rosenborg, da Noruega.

Taison e "gol do século" - Reprodução site www.uefa.com

Taison e "gol do século" - Reprodução site www.uefa.com

O mais curioso é que o gol é simplesmente idêntico ao gol da lenda holandesa Marco Van Basten na final da Eurocopa de 1988 contra a União Soviética. Ontem, os quatro minutos do primeiro tempo, o brasileiro Fininho (ex-Corinthians) cruzou e o “Nego Taison”, como era chamado no Beira-Rio, fez isto:

O jogo foi válido pela Liga Europa, grupo K e o Metalist é o vice-líder com 10 pontos, atrás do Bayer Leverkusen-ALE apenas no saldo de gols. Rosenborg e Rapid Viena-AUT tem 3 pontos.

FUTEBOL PELO MUNDO: Histórias de verdadeiro "fair-play" em gols e pênaltis

30 de outubro de 2012 0

A discussão sobre o gol ilegal de Hernán Barcos com a mão contra o Internacional e a falta de “fair-play” do jogador argentino do Palmeiras remeteram ao lance ocorrido com o alemão Miroslav Klose, da Lazio, que também fez gol com a mão mas se acusou e o lance foi invalidado. Vejam o lance do alemão:

Ao longo dos anos, criei a convicção que este “fair-play” imposto à força pela FIFA e pela UEFA são totalmente contrários ao bem do futebol. Jogadores fingem lesões para parar o jogo, o tempo de jogo em andamento é reduzido, fora o inevitável “mimimi”. Sendo assim, resolvi homenagear alguns lances de verdadeiros momentos de “fair-play”:

  • ROBBIE FOWLER, ARSENAL X LIVERPOOL – 1997 – CAMPEONATO INGLÊS

O temperamental e talentoso atacante inglês Robbie Fowler, uma lenda dos torcedores do Liverpool, protagonizou um dos mais memoráveis lances que eu vi de puro “jogo limpo”. Em uma partida duríssima contra o rival Arsenal em Highbury Park peloCampeonato Inglês em 1997, Fowler caiu na área após toque com David Seaman, goleiro do Arsenal.

Imediatamente, o juiz Gerald Ashby marcou pênalti. Então a surpresa: Fowler categoricamente acenou e falou que não foi pênalti, mas o juiz não voltou atrás. Batedor-oficial, Fowler acabou batendo mal (não errou de propósito segundo ele), Seaman pegou mas no rebote Jason McAteer tocou para as redes:

  • VITTORIO ESPOSITO, U.S. TERMOLI X TORRES – COPPA ITALIA DILLETANI 2012

Em jogo válido pela Copa da Itália amadora, a “Coppa Italia Dilletani”, o U.S. Termoli vencia o Torres por 1×0 e já se classificava. Quase no final da partida, Vittorio Esposito caiu na área e o juiz deu pênalti, mesmo com o jogador dizendo que não foi e para desespero do Torres. Em protesto, o goleiro não se mexeria na cobrança, de braços cruzados. Porém Esposito fez questão de errar o pênalti, chutando propositadamente para fora, em um momento de grandeza:

  • MORTEN WIEGHORST – DINAMARCA X IRÃ – TORNEIO AMISTOSO CARLSBERG CUP 2003

O capitão dinamarquês Morten Wieghorst também agiu de maneira admirável em um torneio amistoso de 2003. Quase no final do primeiro tempo de um jogo contra o Irã, válido pela competição amistosa Carlsberg Cup em Copenhague, o defensor iraniano Alireza Nikbakht Vahdi pegou a bola com a mão na grande área após ouvir o apito final do juiz. Porém o apito havia vindo da arquibancada, confundindo o atleta, que acabou tendo uma penalidade contra si marcada pelo árbitro Albert Chiu Sin Chuen, que não tinha outra escolha.

Após consultar o técnico Morten Olsen, Wieghorst propositadamente bateu o pênalti para fora por considerar injusta esta vantagem. Deste lance, não tenho imagens mas pesquisei que a partida encerrou-se em 1×0 para os iranianos. Sobre isto, um dirigente iraniano disse: “Os dinamarqueses não ganharam o jogo. Mas ganharam a nossa admiração”.

Outras histórias eu já contei aqui no Almanaque, vou resumir nos links abaixo: