Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Felipe Massa"

GP da CHINA - "Doctor" Button: o campeão do mundo brilha de novo

22 de abril de 2010 2

Em mais uma corrida marcada pela chuva, o GP da China disputado em Shanghai acabou sendo uma prova bem bacana. Se não tão incrível como a Austrália, não chegou nem perto da chatice do Bahrein.O mais legal na corrida chinesa foi uma vitória exemplar do talento de Jenson Button, atual campeão mundial e que vem dando uma surra sobre o incensado Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe e “queridinho” da Grã-Bretanha.

Não que Hamilton esteja dando vexames. Bem pelo contrário, tem sido o showman da temporada 2010, mas os resultados tem sido inferiores ao de Button. Que, pelo seu cerebral estilo de pilotagem quase sem erros, tem sido comparado com Alain Prost. Fernando Rigel, do blog Velocidade Máxima deu o apelido de “Doctor“, como podem ver na montagem em anexo. Gostei e vou adotar:

\'Doctor\' Jenson Button, em charge de Fernando Rigel do blog Velocidade Máxima - http://velocidademaximatotal.blogspot.comEntão líder de Pilotos, o brasileiro Felipe Massa fez uma corrida apática e terminou em nono lugar, ajudado por mais um GP com estratégias toscas de pit-stops da Ferrari. Foi com Massa o momento polêmico da prova, quando seu companheiro Fernando Alonso ultrapassou-o na entrada dos boxes, aproveitando vacilo do brazuca.

Se ficou insatisfeito, Massa não demonstrou publicamente, o que sempre conta pontos em qualquer equipe, sobretudo na Ferrari (viu Rubinho?). É bom ele “se ligar” com o espanhol, que de bobo não tem nada e já mostrou isto com Jarno Trulli (na Renault) e Lewis Hamilton (na McLaren). Ruim, porque caiu do primeiro para o sexto lugar na classificação. Mas ainda faltam muitas provas….

Na corrida ainda vale o ótimo desempenho da dupla de pilotos da Renault, o sempre eficiente Robert Kubica e com Vitaly Petrov finalmente terminando a corrida e repetindo o bom desempenho do GP da Malásia. E, claro, a corrida quase exemplar de Nico Rosberg, que ficou muito perto da primeira vitória na categoria e humilhou o heptacampeão mundial Michael Schumacher, com um desempenho muito abaixo da crítica.

Ao lado da corrida péssima do alemão, o bizarro problema de Sebastien Buemi no treino de sexta-feira merece o prêmio de mico técnico do final de semana, com menção ainda para o indiano Karum Chandhok, que conseguiu tomar volta do companheiro Bruno Senna

Finalizando, quem é que entendeu aquele segundo Safety Car, hein? Charlie Whiting nem deu explicação após a corrida…

PREMIAÇÕES ESPECIAIS DO ALMANAQUE ESPORTIVO – F1-2010:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2010/03/17/premiacoes-especiais-na-f-1-2010-do-almanaque-esportivo/

Vamos aos prêmios?

Troféu “Jim Clark” - Para Jenson Button, em mais uma corrida de campeão. De novo analisou com perfeição a situação da corrida e acertou na estratégia de pneus.

Troféu “Rouge & Blanc” - Para Lewis Hamilton, em mais um show de ultrapassagens, incluindo uma belíssima sobre Jaime Alguesuari e Sebastien Vettel

Troféu “Chris Amon” - Nico Rosberg, que tinha tudo para obter sua primeira vitória, mas deu azar e se contentou com o terceiro lugar. 

Troféu “Fiofó de Ouro“- Sebastien Buemi. Se o acidente dele fosse em uma curva de alta sem área de escape, como nos circuitos mais antigos, ele tava no hospital. Ou pior.

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements- Para Michael Schumacher que foi tão mal que até o apagadíssimo Felipe Massa conseguiu ultrapassá-lo. Corrida dos pesadelos, com menção desonrosa para a suspensão da Toro Rosso que deixou Buemi sem rodas na sexta-feira.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada“- Hoje eu vou inverter este negócio e elogiar ao invés de criticar. Vou dar um prêmio para Galvão Bueno, que fez uma magnífica reportagem com o mestre Émerson Fittipaldi no Histórias com Galvão. O bicampeão mundial foi às lágrimas com a lembrança de Jochen Rindt e o significado da sua primeira vitória na categoria (o triunfo de Emmo em Watkins Glen, 1970, garantiu o título póstumo ao companheiro de equipe falecido no GP anterior). A íntegra está aqui no blog A Mil por Hora.

Troféu “Dick Vigarista“- Fernando Alonso. Por mais que Massa tenha contemporizado, a manobra de Alonso foi tão arriscada que quase causou uma bandeira preta para eles (se os pneus fossem colocados de maneira invertida, os de Massa para Alonso e vice-versa), era desclassificação para os dois. Ainda bem que os mecânicos da Ferrari se ligaram.

E que venha o GP da Espanha em três semanas! Isto se a Islândia deixar…

VEJA TAMBÉM:

Como foi o GP da China em 2009 sob a ótica do Almanaque Esportivo:

http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2009/04/25/gp-da-china-show-de-vettel-na-agua/

GP DA AUSTRÁLIA - Button, vitória de um campeão mundial de F-1

06 de abril de 2010 1

Eu tinha certeza que teríamos um GP da Austrália muito melhor que o do Bahrein! Ao contrário da modorrenta prova de abertura em Sakhir, a ousada e intrigante pista de Albert Park em Melbourne nos trouxe muitas emoções. Bom para o vitorioso Jenson Button, que ousou na estratégia e acabou recompensado.

Ultrapassagens do início ao final da prova, estratégias distintas causando impacto no resultado final, manobras ousadas e pegas curva à curva. Excelente!

Corrida muito boa para o polonês Robert Kubica, que consegue ir mais uma vez melhor que seu Renault inconfiável. Bom ainda para Felipe Massa, que recuperou-se do erro em Sahkir e superou o rival Fernando Alonso. De quebra, conseguiu terminar uma prova em Melbourne, algo raríssimo na carreira. Lucas di Grassi completou a prova, enquanto Bruno Senna seguiu seu calvário.

A chuva deu uma embaralhada no início da prova, mas as emoções duraram toda a corrida. E comprovaram a minha (e de outros) tese de que o que faz a diferença é quase sempre os circuitos: quando a pista favorece ultrapassagens, elas ocorrem com facilidade e emoção.

Vamos aos prêmios? Prometo (tentar) não atrasar mais na próxima semana.

PREMIAÇÕES ESPECIAIS DO ALMANAQUE ESPORTIVO – F1-2010:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2010/03/17/premiacoes-especiais-na-f-1-2010-do-almanaque-esportivo/

Troféu “Jim Clark” – Jenson Button, que largou mal (bateu), arriscou ao colocar pneus secos antes dos demais e foi recompensado com uma vitória brilhante. Menção honrosa para Robert Kubica, que largou lá atrás e conseguiu um belíssimo segundo lugar com sua irregular Renault.

Troféu “Rouge & Blanc” - Lewis Hamilton, showman da prova. Lutou, se esforçou, tentou, errou. Merecia melhor sorte.

Troféu “Chris Amon” - Sebastien Vettel… De vitória tranquila para uma parada na brita. Problemas mecânicos causaram a escapada e abandono.

Troféu “Fiofó de Ouro” – Kamui Kobayashi, Sebastien Buemi e Nico Hulkenberg, que se escaparam de um acidente bem forte. Exatamente aonde o Martin Brundle quase se matou em 1996 (veja)

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” - Para a prova deplorável de Michael Schumacher. Bateu no início (sem culpa, é verdade), mas depois levou “X” do Timo Glock e passou quase 40 voltas atrás do Jaime Alguesuari, que visivelmente está melhor este ano. Menção desonrosa para a Virgin, que colocou combustível de menos e teve de largar dos boxes para evitar a pane seca.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada”
- De novo para a confusa narração global. Galvão Bueno reclamou da transmissão da FOTA, mas ele que demorou um tempão para perceber que Massa tinha feito um péssimo pitstop e já tinha perdido posições (sem precisar ‘esperar mais algumas voltas’). E o Reginaldo também tem que prestar mais atenção nestes detalhes.

Troféu “Dick Vigarista” – Para o anfitrião Mark Webber, em mais uma corrida azarada na Austrália. No final, completou a série de erros em uma manobra desastrosa que tirou pontos de Hamilton e de si mesmo.

VEJA TAMBÉM:

COMO FOI O GP DA AUSTRÁLIA EM 2009:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2009/03/30/gp-da-australia-brawn-gp-vim-vi-e-venci/

GP DO BAHREIN: Pista chata, corrida insuportável e a culpa é de Ecclestone

17 de março de 2010 7

Nova temporada da Fórmula-1. Uma profunda revolução no regulamento (fim do reabastecimento, mais carros). Novas equipes. Vários pilotos novos. A volta do legendário Michael Schumacher à categoria. Promessas estreando. Faltou alguma coisa?

CLARO, faltou mudar a pista! Aliás, conseguiram mudar para pior a já modorrenta pista de Sakhir no Bahrein. A corrida foi chata por um motivo bem simples: aquele circuito, bonito, eficiente, seguro, é um porre! Seis quilômetros de pura chatice! Não adianta nada mudar tudo e continuarmos com pistas NOVAS insuportáveis como Bahrein e Emirados Árabes!

A culpa disto é do todo-poderoso Bernie Ecclestone, que só chama o arquiteto Hermann Tilke para fazer as pistas (já apelidadas de “tilkódromos”), mas que errou feio a mão nas duas pistas árabes. Pensando no ‘dindin’ dos petrodólares, Ecclestone cada vez mais esquece de colocar umas pistas mais legais.

E olha que Sepang, Shanghai e Istambul são bem legais e também projetadas por Tilke. O “Tio Bernie” errou ainda ao retirar a abertura da emocionante pista de Melbourne, próxima etapa na Austrália, e deixar neste circuito murrinha…

A corrida foi uma chatice só que só teve emoções causadas na primeira curva, com dois acidentes separados. Ficou claro que a FIA errou ao deixar a Hispania e a Virgin (não vou ficar abreviando que nem a Globo faz) largarem com tão pouco treinamento. O resultado foi pífio e a situação do bom indiano Karum Chandhok beirou ao patético: o cara foi para a classificação sem ter feito um único treinamento oficial antes.

A vitória de Alonso foi justa pois aproveitou erro de Massa e os problemas de Vettel. Nada melhor que ganhar logo na estréia pela Ferrari, ainda mais para o favorito, na minha opinião, ao título. Bom, vamos aos prêmios? Foi difícil a maioria…

PREMIAÇÕES ESPECIAIS DO ALMANAQUE ESPORTIVO – F1-2010:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2010/03/17/premiacoes-especiais-na-f-1-2010-do-almanaque-esportivo/

Troféu “Jim Clark”Vou surpreender. Para mim, o melhor foi Vitantonio Liuzzi, que já largou bem e fez bela corrida pela Force India

Troféu “Rouge & Blanc” - Robert Kubica, que rodou na primeira curva e passou vários carros ao longo da prova.

Troféu “Chris Amon” - Vettel, que teve problemas mecânicos e caiu do primeiro para o quarto lugar.

Troféu “Fiofó de Ouro” - Alonso, que ganhou uma corrida de brinde.

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” -
Sem dúvida, os carros da Hispania e da Virgin, sobretudo a primeira. Chandhok quase não treinou.

Troféu “Dick Vigarista” - Todo mundo comportadinho.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” - Para a determinação de quem manda na Globo de chamar Hispania e Virgin de HRT e VRT. Depois reclamam que as empresas não investem no esporte. Quando investem, se recusam a falar o patrocinador.

VEJA TAMBÉM:
COMO FOI O GP DO BAHREIN EM 2009 (REPAREM NA MANCHETE):
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2009/05/11/gp-do-bahrein-o-corridinha-chata/

E que venha Melbourne, no lindo e sensacional Albert Park!

GP DA HUNGRIA: Que susto, Massa!!!

14 de setembro de 2009 0

FORZA MASSA!!!/bry Bruno Mantovani: http://mantovani.zip.net/

A corrida em Budapeste vai ficar marcada como “aquela do acidente do Massa”. Hoje, amanhã e sempre lembraremos da prova na qual Felipe Massa foi atingido por uma mola do carro de Rubens Barrichello e, por azar (ou sorte, depende se você é um otimista ou um pessimista) acertou seu capacete, logo acima da viseira. O piloto brazuca desmaiou e acertou uma barreira de pneus em Hungaroring.

Uma belíssima atuação do atual campeão Lewis Hamilton. Impecável, venceu sua primeira prova na temporada e mostrou que as McLaren e Ferrari estavam de volta. Foi um show do britânico do início, com sua passagem por Vettel por fora, até o final. De resto, uma corrida lixo como sempre é no inútil “HungaroBORING“.

Foi ainda a última prova de Nelsinho Piquet, dispensado da Renault. Boatos dizem que vem dele o vazamento de informações sobre a investigação da FIA com as atitudes da Renault, algo que seria confirmado na semana passada.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark” – Lewis Hamilton, disparadamente o melhor da prova. Tática e desempenho perfeitos. De campeão mundial! Aliás, primeira vitória de um carro com KERS.

Troféu “Rouge & Blanc” – Nico Rosberg, que com muito esforço conseguiu pontuar mais uma vez.

Troféu “Chris Amon” – Felipe Massa, afinal o seu acidente foi pura fatalidade (ver abaixo).

Troféu “Fiofó de Ouro” – Felipe Massa, pois não foi uma fatalidade.

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” - Para a pífia corrida da BMW e de Sebastien Buemi, atrás do novato Jaime Alguesuari.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada”Galvão Bueno, que bateu recordes de erros de informação nos dez minutos após o acidente de Massa. E ainda `corneteou` o Alguesuari o final de semana inteiro e o guri não fez nada pior. Hoje ele se superou.

Troféu “Dick Vigarista” – Para a Renault, por ter feito Alonso voltar para a pista sabendo que a roda estava frouxa.

Postado por Perin, que lembrou do acidente do Burti

GP DA ALEMANHA: A primeira de Webber na carreira!

14 de setembro de 2009 0

A corrida na Alemanha, para mim, foi melhor que em Melbourne. Uma prova vencida por Mark Webber, com um ótimo desempenho de Felipe Massa em seu último pódio antes do acidente. Naquela ocasião, Webber estava claramente mais rápido que seu companheiro, o alemão Sebastien Vettel.

Um fiasco estratégico da Brawn GP, que errou na tática de três paradas e andou mal a corrida inteira. E foi a prova na qual a Brawn literalmente sacaneou Rubens Barrichello pois errou na estratégia e nas paradas de boxes dele duas vezes, ajudando Jenson Button. Naquele momento, Rubinho já era o quarto no Mundial de Pilotos

O circuito de Nurburgring é propício à perícia (ou falta desta) dos pilotos, e foi o que ocorreu no GP deste ano. Apesar de dominada na frente por Webber, a prova teve diversas ultrapassagens, em especial boas provas de Giancarlo Fisichella, de Fernando Alonso e de Nico Rosberg.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009


Troféu “Jim Clark” – Um verdadeiro show de Mark Webber, que bateu o `recorde` de Barrichello conquistando sua 1º vitória no GP de número 130.

Troféu “Rouge & Blanc” – Nico Rosberg, que subiu onze posições da largada até o ótimo quarto lugar. Menção honrosa para Fernando Alonso, que batalhou muito a prova inteira. 

Troféu “Chris Amon” - Para Fisichella, que merecia pontos depois de tanta luta no pelotão intermediário. Mas seria recompensado em breve…

Troféu “Fiofó de Ouro” – Ninguém teve sorte.

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” – Para Jarno Trulli, último na prova depois de uma corrida patética. E Para Adrian Sutil, que jogou fora pontos em casa ao bater de maneira besta em Raikkonen.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada”Galvão Bueno, que disse que Raikkonen não merecia ter ganho em 2007 e que Massa era para ter sido campeão. Dã!

Troféu “Dick Vigarista” – Para a Brawn GP e sua estratégia errada de boxes para Barrichello.

MAIS GP`S ANTES DA PRIMEIRA VITÓRIA

1º Mark Webber – 130 GPs
2º Rubens Barichello – 124
3º Jarno Trulli – 118
4º Jenson Button – 114
5º Giancarlo Fisichella – 110

Postado por Perin, que achou a corrida bacana!

GP DA INGLATERRA: Vettel, o `estraga-prazeres`

14 de setembro de 2009 0

Vettel, estragando a alegria dos ingleses.../Pilotoons, by Bruno Mantovani

Em um final de semana no qual todos esperavam um show da Brawn GP, especialmente do líder disparado da temporada Jenson Button, nada ocorreu. Nem mesmo um brilho de Lewis Hamilton, na pior prova da McLaren em décadas. Quem brilhou do início ao fim foi a RBR, com o jovem Sebastien Vettel liderando de ponta-a-ponta (praticamente) e Mark Webber seguindo a escolta.

Em uma péssima prova, Button passou o final de semana inteiro no pelotão do meio, atrás de Rubens Barrichello. Felipe Massa fazia sua primeira prova realmente boa na temporada que resultava em um bom quarto lugar. Nelsinho Piquet, pela segunda vez na carreira (e seu último bom momento até agora na F?-1), largava e chegava à frente de Fernando Alonso, em uma prova horrível.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark” – Para Vettel, um show na prova de hoje. Corrida suprema do alemão, que venceu pela terceira vez na carreira.

Troféu “Rouge & Blanc” – Para Massa em uma corrida muito boa que lhe rendeu um belo quarto lugar, lutando muito por esta posição.
Troféu “Chris Amon” – Para Fisichella, que fez outra corrida excelente e terminou em décimo. Bem pertinho dos pontos.
Troféu “Fiofó de Ouro” – Para Button, que mesmo muito mal ainda assim não viu ninguém encostar de verdade na pontuação geral.
Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” – Para Lewis Hamilton e Jenson Button. Os queridinhos da casa fizeram provas pífias, longe de qualquer outra coisa.
Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” – Para Nelsinho Piquet e Flavio Briatore em sua guerra pela imprensa que ainda causaria grande impacto em algumas semanas…
Troféu “Dick Vigarista” – Para Sebastien Bourdais, que fez uma manobra ridícula que tirou ele e Heikki Kovalainen da prova.

Postado por Perin, que sonha com Donington`93…

GP DA ESPANHA: Rubinho, o eterno perdedor

11 de maio de 2009 20

Sutil, Trulli, Hamilton na primeira grande batida de 2009/Robert Ghement, EFE


Uma corrida menos chata que nos últimos anos
, mas igualmente nada emocionante na modorrenta pista de Barcelona. Mais uma vez, o loser eterno da F-1, o brasileiro Rubens Barrichello, perdeu para o companheiro de equipe, o inglês Jenson Button.

EDITADO: antes de mais nada, sempre defendi o Rubinho como um bom piloto. Ponto. Existe uma diferença entre ele e os diferenciados. Simples assim. Ele é um Gerhard Berger, um François Cévert, um Elio de Angelis, um Jean Alesi. Ou seja, um coadjuvante…

Existe uma ENORME diferença entre “perdedor” e “ruim”. Nunca disse que o Rubinho era ruim. `Loser` não significa ser ruim. Significa ser perdedor, nunca conseguir o objetivo máximo, não importa como isto ocorreu… Este ano, de um jeito ou de outro, ele vai terminar a temporada atrás do seu companheiro. A Brawn errou feio na estratégia.

Com uma estratégia diferente, o inglês anulou a fantástica largada de Rubinho (que saiu de 3º para 1º) e conquistou sua quarta vitória em cinco provas. São 14 pontos de vantagem sobre Rubinho e 18 sobre Vettel, seu principal oponente nas outras equipes.

Felipe Massa conseguiu terminar uma prova e fazer pontos, mas a custo alto. Esteve em terceiro por grande parte da prova, e terminaria em quarto lugar se a Ferrari não errasse nas contas e lhe deixasse sem combustível. Precisando economizar, cedeu o 4º e o 5º lugar para Sebastien Vettel, em corrida opaca. Já Raikkonen largou em 16º por um erro da Ferrari  no Q1(igual ao cometido com Massa na Malásia) e fez outra corrida lamentável.

De quebra, o primeiro grande acidente espetacular da temporada. Alonso jogou Nico Rosberg para cima de Jarno Trulli. Ele saiu da pista, voltou e foi acertado em cheio por Adrian Sutil, que tinha feito ótima largada. Para não bater, Sebastien Bourdais e Sebastien Buemi frearam forte, e o suíço decolou sobre o francês em uma batida forte, mas que não resultou em maiores consequências além de um rombo na STR, que perdeu dois carros na mesma batida. Nelsinho fez outra boa corrida e, sem muitas opções, terminou em 12º lugar.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark” - Mark Webber, que faz temporada excelente, cometendo poucos erros e foi muito rápido no final de semana, deixando a sensação Vettel bem para trás desta vez.

Troféu “Chris Amon” - Para Massa, de novo sofrendo com erros alheios à sua capacidade. Este ano só cometeu um erro e tem 3 pontos. Ano passado, na mesma etapa mas cometendo outros equívocos já tinha duas vitórias e um segundo lugar.

Troféu “Fiofó de Ouro” - Para Alonso, que causou o acidente da segunda curva e ainda terminou na ótima quinta colocação. Menção honrosa para Hamilton, que passou no meio da confusão e não sofreu nada. Talvez fosse melhor, pois sua corrida foi lamentável em uma tétrica McLaren…

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” - Ferrari, de novo, que conseguiu deixar Massa sem gasolina além de errar com Kimi no Q1. Enzo Ferrari deve estar se remoendo lá em cima… Menção deshonrosa para a Brawn, que tirou a vitória de Rubinho ao adotar uma estratégia diferente de Button.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” - Kimi, que xingou a Ferrari mas não teve culhão para sair por conta própria depois de fazer uma péssima volta e achar que estaria garantido no Q2.

Troféu “Rouge & Blanc” - Para Webber, que fez várias ultrapassagens e terminou em um ótimo terceiro lugar, na sua melhor temporada na categoria.

Troféu “Dick Vigarista” - Para Alonso, que jogou o carro em cima de Nico Rosberg. Este tocou Trulli para fora e causou o primeiro grande ‘strike’ da temporada.

GP DO BAHREIN: Ô corridinha chata!

11 de maio de 2009 0

Vettel e Button, o vencedor no Bahrein: os candidados ao título/Associated Press

Atrasado de novo, abaixo vão meus votos para o monótono GP do Bahrein, a corrida mais chata da temporada 2009. Vitória incontestável de Jenson Button, que liderou praticamente de ponta a ponta após uma tática inteligente.

Na primeira prova sem chuva na desértica Sakhir, as ultrapassagens foram mínimas e as decisões ocorreram no âmbito estratégico. Bom para Sebastien Vettel, que chegou em segundo, e ruim para Jarno Trulli, que largou na pole mas terminou em terceiro lugar. Seu companheiro Timo Glock, que largou ao seu lado, foi ainda pior e terminou em sétimo lugar.

Os brasileiros foram mal: Rubens Barrichello terminou em quinto lugar depois de largar em oitavo, enquanto Felipe Massa teve a asa dianteira danificada na largada em um `sanduíche` com Kimi Raikkonen e Rubinho. Ele fez uma parada extra e terminou em 14º lugar.

Lewis Hamilton mostrou que a McLaren evoluiu e chegou em 4º lugar, enquanto Raikkonen terminou em sexto andando longe dos líderes, somando os primeiros pontos da Ferrari no pior começo de temporada da história da escuderia.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark”Jenson Button, mais uma corrida perfeita
Troféu “Chris Amon” -
Felipe Massa, que novamente teve problemas na largada
Troféu “Fiofó de Ouro” -
Para Raikkonen, por conseguir fazer pontos na pífia Ferrari 2009. Sim, é irônico.
Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” -
BMW, que terminou nas duas últimas colocações da prova depois de toques na largada. Patético.
Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” -
Rubinho, ridiculamente reclamando do Nelsinho Piquet ao invés de ultrapassá-lo.
Troféu “Rouge & Blanc” -
Mark Webber, em uma combativa prova largando lá atrás e chegando em 11º lugar
Troféu “Dick Vigarista” - Todo mundo se comportou.

Postado por Perin, que achou o GP mais chato que sidra…

GP DA CHINA: show de Vettel na água

25 de abril de 2009 3

Vettel, dando show e a 1° vitória da RBR

Com o mesmo atraso, vamos aos prêmios especiais do GP da China, disputado semana passada em uma corridaça no belo circuito de Xangai. Sob dilúvio, venceu o mais talentoso da nova geração: o alemão Sebastien Vettel.

Pole-position, conquistou a primeira pole e vitória da sua nova equipe, a RBR, repetindo o seu feito histórico na STR ano passado no GP da Itália. De quebra, dobradinha com uma ótima corrida do nem tão bom australiano Mark Webber. Fechando o pódium, o inglês Jenson Button, logo à frente de Rubens Barrichello.

O campeão Lewis Hamilton, que cometeu cinco erros sozinho, ficou atrás até de Heikki Kovalainen, o que não é nada muito agradável. Uma lástima o término de corrida do alemão Adrian Sutil.

Ele aquaplanou faltando meia dúzia de voltas, quando estava na ótima sexta colocação e à frente das McLaren. Destaque para Rubinho, que fez pontos pela terceira corrida seguida, algo impensável nos tempos de Honda, e ainda de quebra fez a melhor volta da prova, algo que não ocorria desde 2005. Detalhe: andando 20 voltas com 1 disco de freio a menos.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark”: Sebastien Vettel, sem dúvida. Brilhante na chuva, o jovem de 21 anos é o novo “pato” da Fórmula-1, obtendo suas duas vitórias em dilúvios.

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements”: Nelsinho Piquet, errou diversas vezes e terminou em último dos que completaram a prova. Menção honrosa para a Ferrari, pelas três provas sem pontos

Troféu “Chris Amon”: Felipe Massa, problema elétrico na 20° volta quando estava em quarto lugar após grande corrida de recuperação. Menção honrosa para a aquaplanagem de Sutil, que estava completando seus primeiros pontos na carreira.

Troféu “Rouge & Blanc”: Rubinho, que correu sem um disco de freio por quase metade da corrida.

Troféu “Dick Vigarista”: em uma corrida na chuva, todos os pilotos se mostraram ousados, mas com correção. Ninguém leva.

Troféu “Porquê Não Fiquei Com Minha Boca Fechada”: Nelsinho Piquet. Muito mal na temporada, ainda arranjou tempo entre o GP da Malásia e o da China para criticar a Renault. Fez outro fiasco e tá de saída.

Troféu “Fiofó de Ouro”: para Sebastien Buemi, que aproveitou abandonos nas voltas finais das corridas, completou sua terceira prova em 3 GP`s e marcou pontos novamente. Tá indo bem o garoto.

Postado por Perin, aguardando Sakhir amanhã…

GP DA MALÁSIA: Button vence a `meia-prova`

25 de abril de 2009 0

Button, soberano de novo na Malásia.../Diego Azubel, EFE

Atrasado, aqui vai minha análise sobre o GP da Malásia da temporada 2009 de Fórmula-1. Aquele da corrida pela metade, graças à ganância de Bernie Ecclestone. Apesar dele achar que “vai manter” assim, acho improvável que ano que vem os GP`s da Austrália e da Malásia sejam disputados tão tarde.

Temporais podem ocorrer, mas em uma largada que normalmente ocorre às 14h locais, qualquer atraso ainda pode ser contornado em luz solar. Mas largando às 17h, fica impossível. E nem precisava ser chuva: poderia ter sido um grave acidente, um problema diferente qualquer. O risco é o mesmo. E justamente por pensar somente no dinheiro, e nos protestos das emissoras de tv e dos espectadores pelo grande risco de ver uma corrida pela metade de novo, é que eu acho que a FOTA vai voltar atrás.

Uma corrida dominada mais uma vez pela Brawn GP, sem chances para os demais. Outro fiasco da Ferrari, com uma corrida terrivel para Kimi Raikkonen e um azar de Massa, que estava próximo de recuperar pontos quando a prova foi interrompida. Barrichello, que largou em oitavo, terminou a prova na boa 5° colocação. Bom para Heidfeld que chegou em segundo e sai bem na frente de Robert Kubica, assim como a dupla da Toyota, Timo Glock (3°) e Jarno Trulli (4°)

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark”: Jenson Button, mais uma corrida sem erros.

Troféu “Dick Vigarista”: Bernie Ecclestone, por esquecer que os pilotos são e sempre serão aqueles que fazem ele ser um dos homens mais ricos do mundo ocidental

Troféu “Rouge & Blanc”: Ninguém, tivemos pouco tempo de um piloto se mostrar combativo.

Troféu “Fiofó de Ouro”: Para Button, que correu metade da corrida e levou. Corrida na chuva é imprevisível: um erro e adeus…

Troféu “Chris Amon”: Para Felipe Massa, que tinha tudo para marcar pontos mas acabara de ir aos boxes antes da queda. Terminou em 9° lugar.

Troféu “Porquê não fiquei com minha boca fechada”: todo mundo anda comportadinho neste início de ano…

Postado por Perin, pedindo desculpas pelo atraso…