Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Grande Rodeio Coringa

12 de setembro de 2011 70

Entre as décadas de 1950 e 1960, um programa de rádio dominava a atenção dos gaúchos nas noites de domingo: o Grande Rodeio Coringa, transmitido ao vivo pela Rádio Farroupilha.

O programa foi palco para inúmeros artistas do Estado, inclusive figuras que são bastante lembradas até hoje – como o cantor Teixeirinha (1927 – 1985) e o grupo Os Três Xirús, que contava com Leonardo (1938 – 2010), famoso mais adiante como autor de canções como Céu, Sol, Sul, Terra e Cor.

Outros que desfilaram pelo programa foram grupos de música (ou de humor) que fizeram sucesso na época, mas são menos conhecidos do público de hoje. Como o Duo Guaraçay, de Maria Tereza Baur Aquere e Nelci Terezinha.


E também outras duplas, como Torrão e Terrinha, Dorinho e Ediles e as Irmãs Silva.




Você lembra do Grande Rodeio Coringa? Deixe seu comentário.

Comentários (70)

  • Gelson Cardoso diz: 12 de setembro de 2011

    Absolutamente que me lembro..e muito bem havia uma musica de introducao….Rodeio….rodeio do coracao…sera que alguem tem gravado e poderia enviar-me?Mil agradecimentos de um Gaucho que vive em Atlanta -USA

  • ORLANDO CARLOS TEJADA diz: 12 de setembro de 2011

    Na minha infância chegou a ser o programa das noites de domingo no interior do município de São Lourenço do Sul. Ia para a cama dos meus pais para escutarmos o programa, num rádio ORBIPHON a bateria, não havia luz elétrica. Não tenho certeza mas acho que quem apresentava o programa era o Darci Fagundes.

  • Gelson Cardoso diz: 12 de setembro de 2011

    Era apresentado por Luis Meneses e darcy fagundes certo?


    Gelson,

    Sim: Darcy Fagundes e Luiz Menezes foram os apresentadores em uma das fases do programa. O folclorista Paixão Cortes e o poeta Dimas Costa também participaram do programa, com o Darcy, antes do Luiz Menezes.

    Obrigado pela leitura!

  • Athos Ortiz diz: 12 de setembro de 2011

    Em minha hoje longinqua infancia não perdia, nas noites de domingo, o Grande Rodeio Coringa, que escutava num imenso radio Siemens de meu pai. Ouvir Darcy Fagundes, Luiz Menezes( o eterno Piazito Carreteiro), as trovas de Portela Delavi, Dimas Costa ( O Xirú divertido) deixava o fim do domingo mais leve e na segunda feira sempre tinha assunto para comentar com os colegas de escola, na minha querida Montenegro. Saudade é o nome disso. . .

  • Jésus – Barra do Garças– MT diz: 12 de setembro de 2011

    Rodeio…rodeio de ilusões neste rodeio apartei um coração….Qta saudade!!!!!!

  • Ismael Mello do Amaral diz: 12 de setembro de 2011

    Bom dia, e os desfios de trova?
    Se davam nesta época, certo?
    Acontecia no Rodeio Coringa?
    Quais eram os grandes nomes?
    Forte abraço!!!

    Ismael,
    Sim, o Rodeio Coringa era um dos principais palcos para os trovadores. Muitos se destacaram – podemos citar aqui nomes como o do Portela Delavy, do Preto Limão III e do próprio Gildo de Freitas, que era uma das maiores atrações do programa.

    Obrigado pela leitura!

  • luiz Menegon diz: 12 de setembro de 2011

    Aliás, é o programa número um do radio gaúcho. Todos esperávamos pelo domingo à noite para acompanhar o programa Grande Rodeio Coringa. Era a festa maior do rádio e de todos os que gostavam da música gaúcha. Foi uma forte emoção relembrar estes fatos acontecidos num passado distante , mas que, permanece na nossa mente com muita saudade.

  • ILDO DE ROCCO diz: 12 de setembro de 2011

    Lembro muito bem, meu falecido pai todos os domingos o escutavam, e nós filhos ficávamos admirados ouvindo as musicas.
    Inclusive em um domingo foi interrompido para a narração ao vivo da chegado do homem a lua, melhor para transmitir o momento em que o astronauta pisava em solo Lunar.

  • jose vilmar de medeiros diz: 12 de setembro de 2011

    Mas tchê locos não me façam chorar, apesar de dizerem que homem não chora, não aguentei a emoção ao lembrar do Pinguinhas e Walter Broda. No Passo da Cruz município de Uruguaiana, hoje emanccipado e pertence a Barra do do Quaraí, numa estância, meu pai tinha um rádio que parecia um baú e nos domingos era dever sagrado escutar o grande rodeio Coringa. Até que meu pai viajou e nos guris tentamos descobrir como é que o rádio falava, imaginem o resultado o rádio velho nunca mais falou, ficamos com o lombo riscado a pau e sem o grande programa dos domingos. Isso foi la por 1950 eu acho.

  • Gladis Ávila diz: 12 de setembro de 2011

    Lembro muito do bom programa, não perdíamos nada, sempre atentos junto da família para escutar o Grande Rodeio Coringa, lá pras bandas de Alegrete.
    Saudades

  • Marcelo Xavier diz: 12 de setembro de 2011

    Herdei um Telefunken dos meus avós maternos, era um belo rádio capelinha com três faixas, o problema foi que ele não resistiu a um ataque de cupins e se desintegrou todo. O som dele era incrível a despeito de ser em onda média, o auto falente era de uma inefável qualidade e potência.

  • Marcelo Xavier diz: 12 de setembro de 2011

    Me lembrei de uma história que me contaram e que aconteceu com o Darcy nessa época do Grande Rodeio. Ele tava com alguns problemas pessoais e alguém recmendou a ele que procurasse alguém da umbanda. Aí o sujeito deu uma lista de coisas para o Darcy comprar: velas, fitas e um galo preto. O Darcy, todo receoso de ser reconhecido, foi no Mercado Público e não teve dificuldade em achar os ítens. Porém, quando ele chegou numa banca de agropecuários, o Darcy chegou para o dono do estabelecimento e perguntou, meio sem jeito:

    - O senhor por acaso não tem um galo todo preto?

    Ao que o balconista abriu um sorriso e gracejou:

    - E aí, hein, seu Darcy, fazendo um batuquezinho, hein?

  • JOAO ADAUTO DOS SANTOS diz: 12 de setembro de 2011

    Na minha infancia em São Luiz Gonzaga, meu falecido pai escutava todos os domingos, juntamente comigo e minha mãe, em um radio SEMP, comprado na Loja do Olinto Bressan, o radio era maior que um forno eletrico, tocava gaita de botão o Tio Bilia, Teixeirinha, Gildo de Freitas, que saudosismo……..

  • Juarez Honorato Martins diz: 12 de setembro de 2011

    Estou morrendo de saudades… Juarez – Garopaba SC

  • mateo pedro marcon diz: 12 de setembro de 2011

    estou escutando a hora do mate.
    nasci em guapore RS Morro no MT. a 32 anos mas das musicas que ouço 98% sao gauchas. sou fao e amigo dos serranos.

  • Paulo Cezar de Melo diz: 12 de setembro de 2011

    Que feliz idéia lembrar desse programa. Dupla Mirim, José Mendes, maravilhosos declamadores, trovadores. Era o Fantástico do Rio Grande. Depois do Grande Rodeio Coringa era cama, pois no dia seguinte tinhamos que acordar cedo e enfrentar as aulas. Obrigado Darcy Fagundes e Luiz Menezes. Viva o Rio Grande.

  • Alexandre Silveira Fernandes diz: 12 de setembro de 2011

    Grandes lembranças tenho do Grande Rodeio Coringa, aos domingos na Rádio Farroupilha.Íamos todos para roda do rádio Telefunken valvulado e uma antena de fio esticado entre duas taquaras na rua. A voz marcante do Luiz Menezes e Darcy Fagundes anunciando Pinguinho, Teixerinha e Gildo de Freitas, Os mirins e tantos outros…Lembranças de um tempo bom…

  • Pedro Alves de Oliveira diz: 12 de setembro de 2011

    O falecido meu pai era muito fã do programa la no sudoeste do Parana. Isto quando eu era criança e a gente sempre ficava com ele ouvido o famoso rodeio, reuniam os vizinhos faziam rizoto ou macarronada para apreciarem o grande sucesso do radio. Belos tempos, que beleza de infância, eramos 10 irmãos/irmãs Ki saudades!!!!!
    Valeu pela lembrança dessa cultura que jamais morrerá!!!
    Prof. Ms. Pedro Alves de Oliveira

  • eva torma da silveira diz: 12 de setembro de 2011

    Que tempo bom, eu tinha 10 anos e me lembro com saudade, meu pai tinha um radio de madeira muito esquisito com ums botoes enormes, e a gente curtia este programa, era uma delicia. Eva Silveira – Rio Grande-RS

  • Vilso diz: 12 de setembro de 2011

    Mas Bah! E agora vamos para a invernada dos trovadores, anunciava o Darcy velho,que saudades. Eu, meus pais, irmãos e alguns vizinhos ficávamos ao redor de um radio marca Scala-600, a pilha e com uma antena externa, que era nada mais do que um fio ancorado entre duas taquaras, era para não fugir a onda dizia meu pai. Alem dos artistas citados, lembro dos Irmãos Medeiros, Irmãos Borges, o trovador Luiz Müller, mas para mim o maior de todos foi Luiz Menezes e suas milongas.

  • ALDO VARGAS diz: 12 de setembro de 2011

    ME VEIO MEU TEMPO DE GURI LÁ NAS CAMPANHAS EU TINHA 6 ANOS DE IDADE EM 1960 E APRENDI A GOSTAR DE GILDO TEIXEIRINHA NO RODEIO CORINGA COM UM DOS AMIORES TRADICIONALISTA DA EPOCA DARCI FAGUNDES QUE MARAVILHA COISAS QUE NUNCA MAIS VÃO VOLTAR A MUSICA BOA E COM GRANDES NOMES.

  • Mario Ilço Lopes Gonçalves diz: 12 de setembro de 2011

    Que saudade, melembro a os domingos 21h, meu pai e todos nós envolta de um radio de bateria prestando a tensão no programa la na cidade de Jaguarão rs e derrepente fujia a onda e ficavamos esperando o retorno, para escutar a participação dos Bertussis dupla mirim (Antoninho Duarte e Albino Manique) e tantos outros.

  • Carlos Augusto Coelho de Souza Sobrinho diz: 12 de setembro de 2011

    O Grande Rodeio Coringa, também, ia para o interior. Em 1958 nós moravamos em Erechim, meu pai era diretor do Posto Agropecuario e da Escola Agricola 3 Vendas. Lembro-me como hoje, o Darcy Fagundes, apresentando um “Rodeio” em Erechim, neste eu declamei, tinha 12 anos. Foi uma poesia da marca do meu pai, em homenagem ao Darcy. Quantas saudades. Obrigado, como diz o meu amigo tracionalista Nilson Hoffmann, nãol sei se é o tempo que passa por nós, ou se somos nós que passamos pelo tempo.

  • Paulo C dos reis diz: 12 de setembro de 2011

    Amigos –
    Falar do grande Rodeio Coringo mexeu com os meu sentimentos.
    No interior do municipio de Santo Antonio da Patrulha, o meu pai tinha o unico rádio
    -da localidade e no domingo a noite alguns vizinhos se juntavam para ouvir o Grande Rodeio Coringa.
    Tinha uma introdução muito bonita, tinha musica, poesia, causos, parte folclorica e era concluido sempre com trovadores.
    Fantástica esta reportagem e se houver algum programa gravado eu gostaria de adquirir.
    Parabens pela lembrança deste grande programa do Passado que marcou época

  • Isamara Hornes Duarte diz: 13 de setembro de 2011

    Emocionante ler a reportagem e os comentários postados!O Grande Rodeio Coringa,assim como outros programas da rádio,fizeram parte da minha vida pq sou filha do rádio!Melhor dizendo,filha e sobrinha de radialistas,pessoas como Luís Menezes,Darcy,Adroaldo Guerra,Pinguinho,Broda,etc,frequentavam a minha casa.Q lindo saber q eles marcaram a vida de tanta gente!Tenho 56 anos e avó de 2 netos,lendo a matéria,me sentí guria de novo,criança…Obrigada!

  • CARLOS HAMILTON DOS SANTOS FERRÃO diz: 14 de setembro de 2011

    GOSTARIA DE SABER MAIS DA VIDA DE TORRÃO E TERRINHA SE POSSIVEL, OBRIGADO

  • João Filmedecinema diz: 1 de outubro de 2011

    Ola. Segundo informações, e a capa do compacto duplo Valsa das debutantes. Não é “ Dorinho´´ mas sim: Norinho e Ediles Nunes. Portanto, esta divulgação da época contem um erro no nome do Norinho, que esta escrito erradamente:`´ Dorinho´´, o correto é Norinho. *Nota: colecionador João Filmedecinema RS

  • Paulo Renato Brum Ribeiro diz: 30 de novembro de 2011

    Amigos. A música sempre foi um chamado forte em minha vida. Falar ém RODEIO CORINGA, é falar de saudade. Recordando, me vejo lá no int. de São Borja-RS, depois em Santo Ãngelo-RS. Hoje, professor aposentado (63 anos) residente em Mafra-sc Há quase 40 anos, apresento o programa “ALMA DE GALPÃO”, SÁBADO às 17;00 h. pela Rádio São José – de Mafra. Dia 10 de Dez. estaremos tentando “Resgatar” um pouco daquilo que foi o “Rodeio Coringa” Nosso end. Elet. http://www.saojoseam.com.br Conto com a sua sintonia e Participação. Até Sábado 10/12. Abraços. Paulo Renato Ribeiro

  • wando cunha diz: 3 de fevereiro de 2012

    gostaria muito de saber o paradeiro da dupla torrão e terrinha..é de uma importancia pessoal muito grande para mim..obrigado

  • wando cunha.arte2@hotmail.com diz: 4 de fevereiro de 2012

    se alguem souber de alguma noticia da dupla torrão e terrinha…ficarei muito feliz em ser informado..obrigado… wandocunha.aret2@hotmail.com

  • wando cunha diz: 6 de abril de 2012

    se alguem souber alguma noticia do paradeiro da dupla torrão e terrinha..por favor entrar em contato comigo..obrigado!!

  • Clestenher diz: 13 de maio de 2012

    Olá. Grande saudade deste tempo que não volta mais, quando a família reunia-se ao redor de um rádio para ouvir o Grande Rodeio Coringa. Concordo com a informação postada quanto a grafia correta da dupla “Norinho e Ediles Nunes”. Por falar nisso lembro-me ter assistido esta dupla no Circo do Nhô Zeca, no bairro Cavalhada, em Porto Alegre, nos idos nos anos 50 para 60. Na época se comprava um livrinho (o mesmo à venda no Mercado Livre) e servia de entrada para o circo. Gostaria de saber se alguem tem informações sobre a dupla. Ainda vivem, se existe CD para comprar, pois os vinis estão exorbitantes. Lembro também do gaiteiro de “oito baixos e duas conversas” (como era apresentado no Rodeio Coringa), o seu Amaranto Pereira, que gostava de dar um “relinchadinha” para Encruzilhada do Sul, sua terra natal. Aguardo informações. Obrigado

  • Carlos Montemezzo diz: 15 de maio de 2012

    Era criança,hoje estou com 58 anos,morava no interior ,Fagundes Varela,lembro muito bem do programa’Grande Rodeio Coringa’,apresentado por Darcy fagundes e Luiz Meneses,tinhamos um rádio já a luz,ouvia todo pragrama de pé em cima da mesa, pois tinha que ficar segurando a antena com a mão, por ser uma rádio de longe na época dificil de sintonizar.Hoje resido em Caxias do Sul -RS

  • ELIANE RAMOS DE OLIVEIRA diz: 16 de maio de 2012

    OI SABIA QUE EU ELIANE SOU FILHA DO TERRINHA QUE AINDA ESTA VIVO COM 74 ANOS E MORA NO RIO GRANDE DO SUL NO MUNICIPO DE ITATI TCHAU

  • ori correia de souza diz: 14 de agosto de 2012

    gostaria de saber se alguem tem noticias dos irmaos Souza no tempo do RodeioCoringa QQuanto a Norinho e Ediles Nunes eles sao casados e vivem em Santa Catari

  • Moacir Moraes da rosa diz: 14 de setembro de 2012

    Eu, Moacir Moraes da Rosa, filho do Torrão, da dupla Torrão e Terinha.Sinto me honrrado em ler os comentários acima.
    Esse mundo é muito grande, nós seperamos a muitos anos atraz, procuro pessoas que poderiam me passar informação sobre o mesmo.Tenho ainda com muito carinho uma relíquia que é o disco do meu pai gravado em 1977.Sou de Santa Cruz do Sul- RS, quem quizer alguma informação sobre minha pessoa entrar em contato pelo e-mail moacir40611@bol.com.br ou telefone (051)95027661”CHIQUINHO DA PEDREIRA”.
    Fico fez em saber que Terrinha está vivo, é um grande amigo meu tive o prazer de estar na casa dele em Terra de Areia, há anos atraz.Um grande abraço para Eliane Ramos de Oliveira.

  • Jorge Gabriel Kuhn diz: 14 de setembro de 2012

    Quanta saudade ao final de cada Domingo meu tio Pedro colocava na soleira da janela no casarão do Vô Gabriel um rádio “marca Teleunião”, maior que uma cx-sapato movido a bateria de cata-vento, e ali em Esquina da sorte 4º Distrito de Triunfo, reuniam-se familiares e vizinhos para curtir o grande rodeio curinga, patrocínio alpargatas rodas, não esqueço de um programa que reuniu uma multidão para escutar uma trova entre Portela Delavi e Tereco foram 30 minutos de muita pua “ditado que os apresentadores usavam”
    Ronca a gaita no alvoroço
    Canta o galo no terreiro
    Levanta-se um guasca moço
    A procura de um parceiro
    E já vão cruzar as puas
    Neste palco pitoresco
    Dois guáscas taura e moço
    Do improviso gauchesco

    Acho que no harmonia deviria-se erguer estatuas dos grandes vultos do tradicionalismo Gaúcho, tenho certeza que não faltarão patrocinadores, citamos alguns Paixão Cortes Dimas Costa,
    Darci Fagundes, Luiz Meneses, Nico e Bagre Fagundes, Jaime Caetano, Aparício S Rillo Xara e Timbaúva, Argeu e Maria Leci, Miguel G Lima, Teixeirinha e Mari Terezinha, Gildo de Freitas, Nelson e Janete e trovadores como Luiz Muller, Gato Preto,Formiguinha, Pretos Limões 1 2 3 e tantos outros, pensem nesta idéia, vamos prestigiar nosso maior tesouro que é nosso tradicionalismo

  • JORGE diz: 15 de setembro de 2012

    Lembro sim, era programa obrigatório nas noites de domingo. Ouvia no único rádio da casa que ficava ao lado da cama.

  • JOSIAS silva ( NHO ZECA FILHO) diz: 25 de setembro de 2012

    OLA AMIGOS SOU FILHO DO CAIPIRA NHO ZECA QUE AINDA VIVE COM MUITA SAUDE E TOCANDO SUA VIOLINHA , MORA EM VIAMÃO CONTANDO SEUS CAUSOS E LEMBRANÇAS DOS TEMPOS DO RODEIO CORINGA E DO SEU CIRCO ONDE SERVIU DE PALCO PARA AS GRANDES DUPLAS SERTANEJAS DO RIO GRANDE DO SUL,UM ABRAÇO À TODOS!!!

  • Evaldo diz: 1 de outubro de 2012

    Aguém sabe toda a letra e/ou título da música prefixo do Grande Rodeio Coringa?
    Começava: “Rodeio, rodeio da ilusão com este rodeio apartei um coração..”

  • PAULO LAFORCADE diz: 25 de novembro de 2012

    emocionante tenho muitas boas lembrancas desde grande rodeio 62 anos sou jovem dealma e coracao abraco a esta gurisada desta epoca e todas a suas familias , moro em sao jeronimo rs.

  • Cristiano mattarollo da rosa diz: 23 de dezembro de 2012

    Ola pessoal sou cristiano mattarollo da rosa me emociono au ver que muitas pessoas se lembrao do meu pai o torrao saibao que ele esta cheio de saude e esta morando em mostardas um abraço a todos e um he he danado.

  • wando cunha diz: 27 de janeiro de 2013

    oiii Eliane td ??? queria muito seu email gostaria de saber mais do seu pai terrinha..a minha familia é muito fã do trabalho dele..obrigado!!

  • ALMIR SAMPAIO BARBOSA diz: 8 de fevereiro de 2013

    EU TENHO 52 ANOS E MUITO ESCUTEI O RODEIO CORINGA COM MEUS PAIS E AVÓS E SEMPRE FUI FÃ DO ALBINO MANIQUE GRANDE GAITEIRO QUE CANTAVA ESSA MÚSICA DE ABERTURA COM ANTONINHO DUARTE QUE FORMAVAM A DUPLA MIRIM , MORO EM CANGUÇU RS.

  • Diretor divulga as primeiras imagens do filme “Monarcas” | Blog – Os Monarcas diz: 11 de fevereiro de 2013

    [...] alguns detalhes do programa que Gildinho escutava e se inspirava clicando aqui. O link mostra um artigo sobre O Grande Rodeio Coringa escrito na coluna Almanaque Gaúcho, do [...]

  • Marco A. Frezza diz: 12 de fevereiro de 2013

    É maravilhoso lembrar deste programa, na época eu tinha 12 anos de idade e aos Domingos já deitado para dormir, meu falecido pai ligava o rádio no seu quarto “bem alto” para que eu também pudesse ouvir…! Até hoje lembro do seu Amaranto Pereira de Encruzilhada do Sul (Assim apresentado por Antônio Fagundes) e que segundo o meu pai, tocava sempre a mesma música…! Portela Delavi, eu torcia para que no final do programa na trova estivesse o ” Portela” para mim era o melhor de todos, as vezes eu até chorava quando ele perdia…! Trazer de volta este programa é uma coisa maravilhosa, espero que tenha tanto sucesso quanto já tinha em minha época,muito embora “Os tempos hoje são outros e as esporas silenciaram na carne morta dos Potros”…! Sucesso.

  • Dilce diz: 9 de abril de 2013

    Ola, Fiquei emocionada ver os comentários do programa Rodeio Coringa-Será que não se lembram do programa – CÉU E CAMPO, onde participavam as duplas Irmãs campeirinhas, Osvaldinho e Zé bernardes, Os Mirins, Os Minuanos. Ediles Nunes e Norinho. Apresentado por Dimas costa. Gostaria de saber notícias dessas pessoas que estou citando. Eu sou Dilce da dupla Irmãs Campeirinhas, depois gravamos várias músicas com o nome de Irmãs Campesinas. Aguardo resposta. Abraço a todos.

  • Paulo c dos Reis diz: 15 de abril de 2013

    na década de 50, era piá, no interior do mun. de Sto Antonio da Patrulha e o unico radio num territorio de mais ou menos 6 a 7 km era o do meu pai e todos os domingos a noite se reuniam amigos e parentes para ouvir o Grande Rodeio Coringa.
    Hoje fico lembrando das grandes apresentações que existiam neste programa de auditorio e ja faz algum tempo que estou procurando alguma gravação das poesias de Darcy Fagundes, das musicas do conjunto os Gauderios, da musica de abertura do programa. Caso tenha alguma coisa gravada ou escrita por favor me informe que eu gostaria de adquirir. Um abraço – Paulo C dos Reis

  • Gabriela Silveira diz: 23 de abril de 2013

    Sou neta do Torrão, mas não o conheço. Gostaria de saber mais sobre sua história.

  • leni diz: 6 de maio de 2013

    não tem arquivos destas transmissões para podermos ouvir?

  • Gunar Adolfo Paploski diz: 3 de junho de 2013

    Belas lembranças do rádio da década de 60. Minha família morava no oeste do Paraná (Santa Helena) e escutávamos em rádio Philips o Grande Rodeio Coringa em OM. Em OC ouvíamos a Rádio Guaíba: o Correspondente Renner, as transmissões internacionais do Flávio Alcaraz Gomes e as jornadas esportivas Ipiranga. Saudades!!!

  • Bruno Alves Negruni diz: 23 de junho de 2013

    Sou de Osório- Maquiné. Li todos os comentários pq vivi esses momentos. Também o rádio existente era o nosso. As crianças só ouviam a os domingos se não tivessem de castigo. Hoje moro em Montenegro-RS e deparei-me com um comentário do Athos Ortiz, que conheço pessoalmente aqui em Montenegro– mas o a situação é a mesma em todo estado…. alguém disse muito bem é o nosso Fantástico… Parabéns a nós que temos um passado tão brilhante na vóz poética de Darcy Fagundes que também fez Radio Teatro, lembram..

  • Luiz Gomes Maciel diz: 8 de julho de 2013

    Recordo com muita emoção quando escuitavamos pela farroupilha lá na Casa Branca em Bom Jesus de 57 a 62.

  • Volnei Silveira de Matos diz: 18 de julho de 2013

    Grande Rodeio Coringa.
    Meu pai tinha um rádio do tamanho de um micro ondas.
    O rádio funcionava com 4 pilhas grandes e tinha quatro botões.
    Os componentes eletrônicos eram enormes. Lembro dos transistores com um tripé e meu abria um pouco a tampa traseira do rádio e mandava minha irmã procurar o Teixeirinha e a Mary Teresinha.
    Quando ele estava escutando o Rodeio Coringa nós não podíamos dar um pio se não
    íamos para o castigo.
    E era de joelhos com o dedo indicador para cima.

    O que eu mais gostava de escutar eram as trovas e as duplas:
    Nelson e Janete; Nilton e Almerinda, Os irmãos medeiros, Zezinho e Julieta.
    Tinha Os Irmãos Bertussi; Os Mirins.
    O cantor que eu mais gostava era o José Mendes.
    Eu gostava muito do Formiguinha também.

  • Ademar Dahmer diz: 15 de novembro de 2013

    Eu escutava esse programa, deitado no colo do meu pai em Joaçaba, Santa Catarina.Depois fomos morar no Paraná, e continuei ouvindo esse programa… nem sei quanto tempo mais (isso já foi no quase no fim da década de 70. Lamento não haver disponibilidade de áudio desse programa fantástico.

  • ELIANE RAMOS DE OLIVEIRA diz: 21 de novembro de 2013

    OLA , eu tenho como conseguir a musica de abertura do programa rodeio coringa do qual , muito me emociono quando falo. SAO lembranças muito fortes ,que chega a doer no coração; meu pai o terrinha ainda mantem contato com o torrão , ei Cristiano, você não se lembra de mim mas muito te peguei no colo como vai a sua mae a dona marli? OI, MOACIR como vai? QUERO te dizer que não e so você que tem o lp dos nossos pais, eu também tenho,e tenho ofilme no qual eles tiveram uma participação UM CERTO CAPITAO RODRIGO , e tenho um cd que meus primos conseguiram< logico que pirateado, ve se pode mas tenho muitas coisas para compartilhar com vocês , wando este e o meu e-mail eliane_ramos45@hotmail.com JOSIAS muitos schows eu fui com meu pai eo torrão no circo de nho zeca , flecha negra e outros … conheci as grandes duplas da época , e os apresentadores de programa, ah! muita saudade, muita mesmo, as meu pai ainda canta algumas musicas daquela época e confesso que emoção toma conta de mim ,acho que já falei demais mas tenho tantas coisas guardadas na memoria , que não vi o tempo passar. Tchau! Um abraço do fundo do coração.

  • Adão Nivaldo da Silva diz: 26 de fevereiro de 2014

    Caros amigos, ao ler estas mensagens lembrando o rodeio coringa e as antigas duplas que por lá passaram, a saudade tomou conta de mim, embora ainda muito jovem, lembro perfeitamente dos finais de domingo quando meu falecido pai e um de nossos vizinhos, também falecido, sempre se reuniam em minha casa para juntos escutarem este inesquecível programa, a, se a gente voltasse no tempo !!! Quanta saudade…
    Abração a todos.

  • lair antonio de oliveira diz: 6 de maio de 2014

    hoje em itapiranga s.c. me criei no interior de palmeira das missões r g s anos 50 e 60 ouvindo o rodeio coringa num enorme rádio á bateria de meu pai saudoso weryato n de oliveira depois me tornei um gaiteiro animador de bailes de sol á sol hoje estou no rádio com um programa ao vivo com músicos amadores e já tive orgulho de entrevistar bruno Neher chirú missioneiro os monarcas mas saudades que corta como uma espada nas boas lembranças rádio- ondapositivafm 87,5 amanhecer na querência domingos das 06 as 10 horas fone 049 36788888 .lair antonio de oliveira é com muita saudade saudade saudades.

  • HELOISA DOS REIS diz: 31 de julho de 2014

    NAO VEJO NUNCA COMENTARIOS SOBRE O GRANDE CAMPEONATO DA RADIO FARROPILHAQUE SERIA O GRANDE CAMPEAO FARROPILHA DE TROVAS E O PAI DE MEU MARIDO FOI O GRANDE CAMPEAO INCLUSIVE GANHANDO DE JULIO DE FREITAS TEMOS ATE RECORTES DE JORNAIS DA EPOCA ELE PRESIZA SER RECONHECIDO O NOME DELE ERA VALENTIM DOS REIS, OMAIOR TROVADOR QUE O BRASIL JA CONHECEU

  • Neri Ivo Pedrollo diz: 16 de novembro de 2014

    Morávamos na localidade de Campo Erechim, interior de Erechim, familia numerosa 9 filhos, Grande, Grande Rodeio Coringa , Radio Farroupilha, darcy fagundes, Menezes, Dimas Costa, Prtela delavi e tantos outros. De fato como era comum naquela época, rádio a bateria e a vizinhança lá em casa assistindo , na segunda feira tinha os comentários, principalmente da invernada das trovas, que fechava, o programa com chave de ouro

  • Josué Rosa diz: 12 de dezembro de 2014

    Como é Lindo ler todos esses comentários deste grande Programa que tivemos na nossa Grande Rádio Farroupilha.Saudades,muita Saudade é só o que se pode ter.Lembro do longícuo Dia 07.09.1970., lá no Meu Taim, num torneio de futebol. Depois de terminado o Torneio tomei uns tragos meio forte e comecei a trovar com meus amigos,na segunda-feira o Pessoal me diziam vai buscar o Fogão que tu foi escolhido o melhor da Trova. Eu sempre estou relembrando este fato, com minhas Filhas e pessoas de meu relacionamento.Um grande abraço a Todos Nós, Saudosos do Nosso Grande Rodeio Coringa.

  • Antonio Juraci da Silva diz: 25 de maio de 2015

    Tenho muita saudade desses grandes artistas que hoje eu creio que muitos são saudosos, mas se alguns são vivos obrigado. Lembro que nós esperavam com bastante presa que chegasse o domingo para escutar com muita atenção esse programa, que era o graaaande rodeio coringa Luiz Menezes e o Grande Darci Fagundes. Na epoca nós resediam-mos no interior do municipio de Lagoa Vermelha RS,

  • gerson oliniski diz: 31 de maio de 2015

    em decada de 70 ouvia meu tio tocar varias musicas no acordeon que hoje ja nao se ouve mais e quase que ninguem conhece tanto que to procurando resgatar antigosnomes de sanfoneiros do sul que ou duplas de gaita e violao que quase nao fizeran fama mais eram musicas boas que vale a pena resgatar novamente ..se algum de vc lembrar de algun poderia me mendar serei muito grato com suas contribuiçao cultural ..temos que mostras que o que era do passado pode ser tao bom ou ate melhor que o atual com letras alem de belas sao sadias ao ouvir e trazendo alegria e lagrimas de um rosto que lembrou desde ja agradeço pela ajuda de todos

  • Edson diz: 31 de outubro de 2015

    Lembro do programa humorístico noturno “Teje Preso”, mas não recordo em que emissora era apresentado.

  • Enildo Silveira diz: 3 de novembro de 2015

    Morava em P.Alegre no Partenon e escutava junto com meu pai, mae e irmaos no domingo a noite o Grande Rodeio Coringa num radio Axel comprado por meu pai em meados dos anos 50 na Importadora Americana. Do radio so tenho os 4 botoes em acrilico tranparente amarelo que se que refletiam uma luz interna do dial parecendo ficar acesos quando o radio era ligado.Adorava o desafio dos Trovadores, o Luiz Menezes cantando de sua autoria a valsa “lembrancas”. Que saudade
    da minha aldeia da epoca.

  • Jose mendes camilo da cunha diz: 5 de novembro de 2015

    Acabei de ler esses TESTEMUNHOS…da grande repercussão que teve esse grande programa de radio sou de RIO DO SUL SC.tenho 29 anos não tive como acompanhar esses lindos momentos que se passaram em PORTO ALEGRE e foram transmitidos para todo o SUL E PARTE do BRASIL pelas ONDAS da grande radio FARROUPILHA,mas realmente me emocionei com tantos relatos deste lindo programa…hoje acompanho muitos programas gauchescos em minha cidade e e estada e tbm aí do nosso BELO RIO GRANDE DO SUL …MAS QUE NADA PODERIA CHEGAR PERTO DESSE SHOW QUE FOI O PROGRAMA DE RADIO DA RADIO FARROUPILHA “O GRANDE RODEIO CORINGA”

  • José Andrade de Oliveira diz: 15 de fevereiro de 2016

    Nos anos 60 eu morava na roça na região de Maringá Paraná, lá a Rádio Farroupilha pegava com som limpo, pegava melhor que as rádios de Maringá que estavam há 15 km da gente, ouvíamos esse programa, tinha os desafios e tinha também na Farroupilha o programa “Corte e Costura” parece que era às quartas-feiras, era um programa de humorismo, muito bom também!

    A Farroupilha era na freqüência dos 600 kilociclos!

  • carlos fernandes de mattos diz: 3 de julho de 2016

    lembro desse saudoso programa de radio nos idos de anos 60, na infância em Canoas-RS. Os comentaristas tinham a preocupação descritiva e conseguiam a mágica transformação de transmitir imagens com palavras. A gente se sentia como se estivéssemos participando do show. A tradição gaúcha estava em alta. Bons cantores, trovadores , repentistas . E aquele humor típico dos fandangos.

  • Ediney Santos diz: 30 de julho de 2016

    Nossa eu Morava na cidade de Capanema no estado do Paraná, era muito piá ainda mais lembro a cada detalhe do Rodeio Coringa, meu Pai tinha um Radio Semp, que era muito bom pegava todas as Radio de Porto Alegre.

  • andré diz: 27 de agosto de 2016

    gostaria de saber se o meu pai participou de algum programa nesta época.. o nome dele era: doracildes correia medina . desde já agradeço. andré

Envie seu Comentário