Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A praça, a praça é dos livros

14 de novembro de 2011 8

A Feira do Livro deste ano termina amanhã, em pleno feriado, depois de uma programação de quase 700 sessões de autógrafos.

Se hoje a feira se espalha pela Praça da Alfândega e pelo Cais do Porto, com mais de 150 estandes, a primeira feira – iniciada em 16 de novembro de 1955 – teve 14 barracas, distribuídas em torno do monumento ao General Osório.

A primeira edição da Feira do Livro de Porto Alegre, em 1955. Foto: Léo Guerreiro, Revista do Globo, reprodução

Segundo reportagem da época na Revista do Globo, essa primeira edição vendeu 35.813 livros. No ano passado, foram mais de 411 mil obras vendidas.

Na segunda edição, os livreiros comemoraram um resultado financeiro 50% maior que o da feira de 1955.

Feira do Livro de 1956. Fotos: Léo Guerreiro, Revista do Globo, reprodução



Entre os livros mais vendidos em 1956, estavam O Continente (Erico Verissimo), Inflação (Eugênio Gudin), Bom Dia Tristeza (Françoise Sagan) e Nossa Vida Sexual e O Átomo (ambos de Fritz Kahn).

Você lembra de outras edições da Feira do Livro? Comente.

Comentários (8)

  • Ellen diz: 14 de novembro de 2011

    Muito legal conhecer coisas de antigas feiras de livros gostei olha q só tenho 10 anos.
    :P

  • Marcelo Xavier diz: 14 de novembro de 2011

    Sempre que eu passo na Feira, seja quando ou qual dia for, sempre encontro meu antigo professor e decano da Famecos, professor Aníbal Damasceno Ferreira, um senhor genial e comovente, muito inteligente, cita Dante, Camões e Nelson Rodrigues como ninguém. O Aníbal é figura obsedante em todas as edições, se vocês acharem o professor Luis Augusto Fischer, ele vai lhes fornecer uma biografia mais dilatada de nosso inesquecível mestre.

  • Clenar Pereira Vieira diz: 14 de novembro de 2011

    Olhando as fotos…..noto o glamour das pessoas que visitavam a feira….na época deveria ser não só um acontecimento cultural,como também um encontro social aos que iam visitar a feira…..Muito Linda as fotos….

  • Lia diz: 14 de novembro de 2011

    É muito interessante poder ver a nossa história gaúcha da feira do livro,onde tudo começou.

  • Celestino Nesi Filho diz: 14 de novembro de 2011

    Acompanho a feira desde 1972. Gostaria, se fosse possível, na próxima feira do Livro, que fosse homenageado uma das figuras ilustres das Feiras, muito querido, atencioso e inteligente, o livreiro Carlos Callage, hoje já falecido. Foi muito importante nas Feiras que participou.

  • afonso diz: 15 de novembro de 2011

    Lembrar do passado me traz alegria, pois escrevo com letras maíusculas; QUE TEMPOS BONS(décadas de 50 e 60).

  • Norildo Pereira de Andrade diz: 16 de novembro de 2011

    Sou um fã do Almanaque Gaúcho, pela reconstituição histórica promovida pela coluna.Nesta em especial, me orgulha a presença,talvez quase despercebida,de uma Banda Militar,muito provávelmente da Brigada Militar,em formação ,na parte inferior da fotografia.Prova da presença marcante das Bandas Militares,principalmente das bandas da Brigada, nos fatos históricos de Porto Alegre e do Rio Grande do sul.

  • Vitoldo Haber diz: 25 de fevereiro de 2012

    Me perdoem pelo comentário que escrevi à pouco na matéria da Pç. da alfandega, na qual escvrevi, “exposição” do livro vez de feira do livro. Ótimas matérias que o Almanaque Gaúcho publica. Comecei a ler hoje (25/02/2012), que acessei por curiosidade, e tenho a certeza que não vou parar mais
    É uma benção, ler matérias como esta…continuem assim…

Envie seu Comentário