Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Saudações ao Ano-Novo

31 de dezembro de 2011 19

A noite de 31 de dezembro é um momento consagrado para a celebração do fim de um ciclo – e, especialmente, do início de outro. Chega o Ano-Novo com sua porção natural de expectativa, otimismo e alegria. E é assim há muito tempo.

Foto: arquivo pessoal

Não era diferente, por exemplo, em 1915, data da foto reproduzida acima. A cena se deu em Catanduva Grande, no interior de Santo Antônio da Patrulha: um grupo de vizinhos e amigos resolveu realizar um almoço para comemorar o primeiro dia daquele ano. Ali, a céu aberto, com mesa farta, confraternizaram pais, mães e crianças das famílias Genehr, Schnacher e Moraes, entre outras.

A euforia e a esperança tão evidentes nos rostos deles são as mesmas que o Almanaque Gaúcho deseja aos leitores neste final de 2011 e início de 2012. Como eles, propomos um brinde – que vale para saudar todos os próximos 12 meses também.

Comentários (19)

  • Heinrich Frank diz: 31 de dezembro de 2011

    Muito legal. Obrigado por compartilhar.

  • Max Antonio diz: 31 de dezembro de 2011

    Essa foto, nítida e digna de elogios quanto à qualidade, parece que retrata uma família tipicamente de origem italiana. Ou será que naqueles tempos só havia vinho? E como eu ouvia dos meus ancestrais: “e zole vino, pórco can…!

  • Delei Lazie de Moraes diz: 31 de dezembro de 2011

    Ola pessoal,
    Fiquei feliz em rever essa foto, pois faço parte da família Moraes.

    Feliz ano novo a todos,
    Delei e Cristiane

  • Kamila diz: 31 de dezembro de 2011

    Linda foto de família…

  • Alexandre diz: 31 de dezembro de 2011

    Será que já existia tela de arame em 1915???

  • José Eugenio Covalesky de Carvalho diz: 31 de dezembro de 2011

    Alguns detalhes da foto a fazem parecer tirada em outra data que não a de 01.01.1915:
    Embora em pleno verão, todas as pessoas estão agasalhadas, inclusive as crianças. Observem que o primeiro à direita está inclusive de cuecões. As árvores normalmente exuberantes em sua folhagem nesta época, estão com os galhos à amostra. Que janeiro é esse? Mais parece inverno, ou não?

  • Henrique Menezes Avancini diz: 31 de dezembro de 2011

    Bela foto digna de um belo ano,e viva mais uma virada de ano salve 2012.

  • LAURO RAIMUNDO MORAIS diz: 31 de dezembro de 2011

    FELIZ 2012 A TODOS OS QUE TEM SOBRENOME E TODAS AS FAMILIAS DE NOSO RIO GRANDE

  • LAURO RAIMUNDO MORAIS diz: 31 de dezembro de 2011

    ADOREI VER ESTA FOTO POIS COMO DIZ NO MEU NOME SOU UM MORAIS FIQUEI MUITO FELIZ E A TODOS OS MORAIS UM GRANDE ABRAÇO
    LAURO MORAIS

  • Cristiano diz: 1 de janeiro de 2012

    Tá estranho mesmo. Galhos secos no verão, roupas compridas e pesadas para a época e em dia de sol. Será mesmo uma foto que retrata esta época do ano???

  • Gerson de Oliveira diz: 1 de janeiro de 2012

    Olá a todos!
    Caro José Eugenio Covalesky, estás questionando o frio que eles estão sentindo certo?
    Eu também tive esta dúvida ao fazer a pesquisa histórica devido as vestes deles. Mas o testemunho VIVO desta foto é meu sogro. Ele conta que deste criança seu pai falava desta foto atestando ser mesmo do 01/01.

    Hoje é 01/01/2012 e neste momento estou de camisa de manga longa e calças devido ao frio que estou sentindo.

    Detalhe, estou em São Leopoldo-RS neste momento e tá friozinho aqui além de ter chovido forte a noite toda.
    O clima é feito de CICLOS.
    …………………
    Vamos aos participantes das fotos?
    Não sei o nome de todos mas vou nomear algumas pessoas:
    Na foto estão Erno Genehr, Edegar Genehr, Paula Schnacher Genehr, Alberto Schnacher, João Pedroso Moraes, Frederico Genehr, Reinaldo Genehr e Candinha entre outros.

    Uma das crianças da foto, sr Erno Genehr, viria a se tornar um dos sócios da empresa CITRAL em 1955.

    http://www.citral.tur.br/empresa.php

    Erno Genehr foi o tio de Ronaldo Schuck, ex-Secretario de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia em 2008.

    http://www.ons.org.br/newsletters/informativos/abr2010/10-materia01.html

    Abraço

  • Cris diz: 1 de janeiro de 2012

    Muito legal!!! Não importa a época, fotos antigas são verdadeiras joias! Adorei…

  • Gerson de Oliveira diz: 1 de janeiro de 2012

    Uma observação importantíssima vale a pena ressaltar e talvez nós possamos comprovar o ano desta foto.

    A tela realmente veio de fora do Brasil e era novidade na época aqui no Sul.
    Há material na internet que fala da existência de telas antes de 1900 na Alemanha e sites alemães.

    A informação relevante é o fato do sr. Erno Genehr estar nesta foto como uma criança.
    Pesquisei e não encontrei nada na internet sobre ele além de sua participação na Citral como sócio na década de 50.
    Se algum parente dele estiver lendo este post, por favor nos forneça a data exata(ou ano apenas) de seu nascimento. Assim elucidaremos o caso com sucesso.
    A questão do “01/01″ de fato é real.

  • Andrea diz: 1 de janeiro de 2012

    Essa foto na cidade Santo Antonio da Patrulha não é aqui no Rio Grande do Sul! Pode ser em outro lugar do mundo e no hemisfério norte! A não ser que o aquecimento global estava muito pior naquela época para ter tanta diferença de clima daqueles dias para os atuais.

  • Cristina Genehr diz: 1 de janeiro de 2012

    Sou de Santo Antônio da Patrulha e tenho parentes antigos ali na foto conforme minha avó me disse ontém ao ler a Zero.
    A localidade da foto é tbm Catanduva Grande segundo minha avó na residência de Paula Schnacher Genehr que era uma próspera comerciante no mesmo local.
    Vocês levantam polêmicas absurdas.
    O frio que está fazendo hoje é só para tapar a boca de quem acha q não pode esfriar numa virada de ano.
    Curtam a foto apenas.

  • Walfredo Genehr diz: 1 de janeiro de 2012

    Hoje pela manhã recebi um presente de meu filho, quando este me enviou o link com a foto em questão.
    Sim, ela é da época em questão, dia 1/1/1915.
    Quanto aos trajes que estavam usando nada mais é do que a moda da época.
    O patriarca da família Genehr de Catanduva Grande, o Sr. Friedrich Genehr (que é o que tem, lamentavelmente, o rosto coberto pela mão) era o irmão do meu avô o Sr. Wilhelm Genehr, que continuou morando em Teutônia, RS, antigamente distrito de Estrêla, RS. Local de onde saiu, para Catanduva Grande, o Sr. Friedrich Genehr.
    Bem, com relação ao do equipamento fotográfico para a época , outra observação, só tenho a dizer: A Família Genehr para a época sempre foi um expoente cultural, já que eram economicamente bem sucedidos e, assim, viajavam com freqüência para a Alemanha e de lá traziam as novidades.
    Como disse a Sta. Cristina Genehr: Curtam a foto apenas!

  • Gerson de Oliveira diz: 1 de janeiro de 2012

    Olá sr Walfredo. Obrigado pela confirmação.
    O senhor pode também ter esta foto tendo a Zero das bancas de hoje, está na página 44.

    Sempre tomo muito cuidado ao citar nomes, datas e localidades qdo envio fotos a jornais/blogs. Inclusive tenho publicação aqui no Almanaque em que eu não forneci data justamente por não ter certeza de sua veracidade.
    Tenho várias outras fotos publicadas inclusive nos jornais aqui do Vale dos Sinos.

    Esta foto em específico, é de propriedade de minha família. Por estou tão confiante em minha fonte.
    O avô de meu sogro(O sr. João Pedroso Moraes) está ali na foto também sentado ao lado esquerdo do irmão do seu Avô.

    Daqui a algumas semanas irei para Catanduva Grande na compania de meu sogro justamente para tentar saber um pouco mais sobre estas pessoas com a Irmã da sra Paula, a sra Bronilda(que não era nascida ainda nesta época).
    Não tenho apenas parentesco do lado de minha esposa mas também do lado de minha avó materna que é natural ali da Catanduva também.

    Meu email é gersondeoliveira@gmail.com, se quiseres a foto em ALTA resolução é só me mandar um email.

    Abraços

  • EDER LEAL diz: 2 de janeiro de 2012

    Concordo com os comentários dos amigos Walfredo Genehr e Gerson de Oliveira :
    Para aqueles que estranharam as roupas usadas na época,eu pergunto:
    Por acaso não choveu durante quase todo o dia do Revéillon?E a temperatura não estava mais amena que outros dias?
    Além disso,naquela época as pessoas não andavam seminuas na rua por estar calor,existia mais respeito,principalmente em família.

    Como disse a Sta. Cristina Genehr: Curtam a foto apenas! (2)

  • Ludvig Genehr diz: 9 de janeiro de 2012

    Gostaria de colocar alguns comentários, a foto foi tirada após o almoço e pela sombra que aparece na foto embaixo da mesa a posição do sol indica que é epoca de verão e provavelmente umas 16:00h, todo mundo já bastante animado e falante, marcando o momento da saideira para alguns, pois tinham que chegar em casa ainda aproveitando a luz do sol para alimentar os animais, naquele tempo a iluminação artificial éra precaria. Os trajes da época eram funcionais ou seja, tinham a finalidade de proteger contra os insetos e a radiação solar(não havia repelente nem protetor solar), e não são trajes pesados, a maioria das camisas e blusas são de cor clara, em tecidos de algodão ou linho. O fato de haver árvores desfolhadas é pertinente para a época do ano, uma vez que existem espécies de plantas que produzem mais de 1 enfolhamento por ano, dependendo das condições climáticas e como o RGS possui clima temperado, está de acordo com a época do ano (altos e baixos de temperatura). A bebida que aparece na foto, está parecendo cerveja, pela forma do fechamento da garrafa. O parente que aparece no 1º plano da foto está vestindo um traje militar, pois éra frequente nestas festas usar as melhores vestimentas.

Envie seu Comentário