Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Constelação afetiva

03 de maio de 2012 19

Não é pequeno o número de pessoas que lamentam o ocorrido naquela noite de 19 de abril de 2003. Numa concorrida reunião, foi tomada a dolorosa decisão de que o Colégio Cruzeiro do Sul deveria encerrar suas atividades.

Foto: reprodução

Tradicional e conceituado estabelecimento de ensino com orientação protestante – situado na Rua Arnaldo Bohrer, no bairro de Teresópolis, na Capital -, o Cruzeiro, fundado em 3 de maio de 1912, enfrentava dificuldades financeiras julgadas, então, intransponíveis.

A memória da escola segue sendo preservada pela associação dos ex-alunos, criada em 1937, que faz questão de registrar a data de hoje – na qual se completam exatos cem anos da fundação da sua querida e extinta escola.

“Jamais esqueci a melancolia daqueles invernos do Cruzeiro do Sul…” registrou o ex-aluno (em regime de internato entre 1920 e 1923) Erico Verissimo, no seu livro Solo de Clarineta (1973).

Foto: reprodução

Em setembro, mês consagrado aos ex-estudantes da escola, haverá jantar especial. Contatos com Reny – (51) 3388-1734 – ou Naiara – (51) 9606-0001.

(colaboraram Jussara Duzzo e Gladis Fay)


Confira abaixo fotos antigas de estudantes do Cruzeiro do Sul enviadas pela leitora Graça Garcia.

Fotos: arquivo pessoal


Você também estudou no Colégio Cruzeiro do Sul? Deixe seu comentário.

Comentários (19)

  • Marcelo Xavier diz: 3 de maio de 2012

    O Erico recriou a vida dele no internato em passagens do Arquipélago, na pele do Floriano, ou do Eugênio, no começo de Olhai os Lírios do Campo.

  • Andre diz: 3 de maio de 2012

    Além da mantenora ter fechada o Colégio, por má gestão, ainda destruiu todos seus arquivos. Em 2004 fui na secretaria do Cruzeiro pedir uma cópia da lista de chamada de minha turma, ao que a funcionário respondeu: – Já incineramos tudo! Chocado, perguntei se um colega meu ganhasse o prêmio Nobel, ou se procurassem informações sobre o Érico Veríssimo, ela confirmou que não havia mais nada, até com certo orgulho. Esta é a cultura brasileira, de não preservar nada.

  • Sandra Nunes diz: 6 de maio de 2012

    Uma correção: o Colégio Cruzeiro, na verdade, fechou no dia 19 de agosto de 2003. Eu estava lá!!! E foi realmente triste, doloroso e lamentável; nunca esquecerei daquele dia.

  • Rafael Becker diz: 1 de outubro de 2012

    Poxa…entrei no Cruzeiro em 1989…alguém tem ideia se os ex-alunos se encontram?

  • LAERTE AVILA diz: 4 de outubro de 2012

    Entrei no Cruzeiro em 1958 no 1º ano primario e sai em 1967.
    Pretendo um dia encontrar algum colega desta epoca, mas me parece dificil.
    Tenho interesse em saber se há encontro de ex-alunos.

  • Cristina Greco diz: 21 de fevereiro de 2013

    Tbm estudei em 1989!!!!Gostaria de rever alguns colegas(Rafael,Lara,Greco…Onde anda vcs!!!Vamos entrar em contato!!!!

  • Rafael Becker diz: 21 de fevereiro de 2013

    Oi Cristina! Me add no msn! rafab_drummer@hotmail.com

  • MANOEL RENATO diz: 17 de março de 2013

    ESTUDEI NESTA GRANDE ESCOLA EM 1962

  • Ronaldo Reis Feijó diz: 8 de abril de 2013

    Também estudei neste querido colégio,por três anos interno,nos anos 55,56,57.Sauda-
    des do diretor dr.Ernani Jaeger e demais regentes.Espero contatos.

  • Alexandre Graeff Vasco diz: 6 de junho de 2013

    Rafael e Cristina, com certeza lembro de vcs. Cristina, vc não é filha da Cidinha ?

  • Angela Thompson Flores diz: 12 de outubro de 2013

    Entrei para o Cruzeiro em 1964 e lá passei os meus melhores anos de estudante! Não consigo acreditar que ele não exista mais,e que não deixou disponíveis os seus arquivos e memórias?!
    Gostaria muito de reencontrar meus colegas daquela época!

  • ubirajara krüger moreira diz: 26 de fevereiro de 2014

    estudei no cruzeiro nos anos de 1955, 56 e 57, será que encontro algum ex colega da época?

  • luiz carlos machado da rocha diz: 15 de setembro de 2014

    muita saudade do Cruzeiro do Sul. Ernani demais funcionários da época. Banda a qual participei. Ótimo o encontro anual. abraço a todos que passaram por esse Colégio.

  • Osvaldo Alencar diz: 30 de março de 2015

    Meu irmão Jocelyn Alencar estudou no Cruzeiro do Sul na época em que vc cita. Eu ia sempre por lá assistir jogos das Olimpíadas cruzeirenses – azul, branco e vermelho. Meu irmão, em 1957, tocou num Conjunto Melódico (Mocambo) que fez algum sucesso nos bailes da época em Porto Alegre. Esse melódico começou a ensaiar e se apresentar no Colégio em 1957, com Nicolau Kersting, Gabriel Krause e Gilberto Stone Braga. Até hoje mantenho contato com o Stone Braga. Meu irmão e eu regressamos a Belém do Pará, a cidade onde nascemos, em 1959/60.

  • Osvaldo Alencar diz: 30 de março de 2015

    Resposta a Ubirajara Kruger Moreira
    Meu irmão Jocelyn Alencar estudou no Cruzeiro do Sul na época em que vc cita. Eu ia sempre por lá assistir jogos das Olimpíadas cruzeirenses – azul, branco e vermelho. Meu irmão, em 1957, tocou num Conjunto Melódico (Mocambo) que fez algum sucesso nos bailes da época em Porto Alegre. Esse melódico começou a ensaiar e se apresentar no Colégio em 1957, com Nicolau Kersting, Gabriel Krause e Gilberto Stone Braga. Até hoje mantenho contato com o Stone Braga. Meu irmão e eu regressamos a Belém do Pará, a cidade onde nascemos, em 1959/60.

  • DAGOBERTO CAMPOS diz: 21 de maio de 2015

    ESTUDEI NO CRUEIRO ENTRE 1952/1957. INTERNO. PROCURO NOTÍCIAS DA MINHA TURMA….POR ONDE ANDARÁ O PAULO SCHERER, CLAUDIO SCHERER, HAIRY, O REGENTE FRANCIS, MÁRIO, SICARELLI, PROF NUNES, ARDY, MAURO ALVARO LOTT, ARNALDO LOTT, AIRTON LOTT, MANGOLÃO, PAULO SÉRGIO, PAULO CEAR, ODILON, JUAREZ, O SR. CASA GRANDE…. E POR AI VAI…… ALGUÉM SABE DESSA TURMA? PARA LOCALIAÇÃO DO TEMPO E ESPAÇO, ESTOU COM 75 ANOS E MORANDO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP…GRATO.
    DAGOBERTO.’.

  • Marco Aurélio leoni diz: 20 de setembro de 2015

    Estudei no saudoso Cruzeiro, de 1974 a 1978, fiz o ginásio, profa Terezinha de música, prof Ernâni, de matemática….gostaria de contatos da turma!
    Muito obrigado!

  • ubirajara krüger moreira diz: 5 de março de 2016

    Resposta a Osvaldo Alencar.Que saudades das olimpíadas do colégio. Partidos azul, branco e vermelho. Do pessoal que falastes, o Nicolau Kersting, tocava e muito bem. Apresentava-se na década de 80 e 90, tocando piano/pianola. Mas bebia muito, enquanto tocava numa apresentação, “secava” um litro de uisque. Pelo que sei já é falecido e nos deixou. Abraços.
    Ubirajara

  • VERNEY ANTONIO FERREIRAMARTINS diz: 26 de agosto de 2016

    Estudei nos anos 1961 a 1967, fui interno e vi o encerramento do internato Fui pupilo do Prof. Ernane Jaeger e do Diretor Paulo Appel, conhecido como Cocão, toquei na banda

Envie seu Comentário