Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Frase do dia: Fernando Pessoa

13 de junho de 2012 1

Fernando Pessoa. Foto: reprodução

É quase redundante dizer que o lisboeta Fernando Pessoa (1888 – 1935) é um dos maiores ou talvez o maior poeta da língua portuguesa em todos os tempos. A importância e a influência de sua obra atravessam as décadas e o mantêm entre os maiores nomes da literatura de nosso idioma, e não só na poesia. Uma de suas principais obras, por exemplo, é o Livro do Desassossego, com sua prosa fragmentária e profundamente reflexiva, da qual a frase reproduzida nesta quarta-feira no Almanaque Gaúcho (“A minha vida é como se me batessem com ela”) é um dos melhores exemplos.

Foto: reprodução

O Livro do Desassossego é também um exemplo da versatilidade de Pessoa. O texto é assinado por Bernardo Soares, um dos tantos heterônimos ou semi-heterônimos dos quais o escritor lançou mão em sua trajetória literária. Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos são alguns dos mais famosos desses personagens, mas os biógrafos e analistas da obra de Pessoa dizem existir dezenas deles.

Nascido em Portugal e educado na África do Sul, Pessoa foi múltiplo também em sua vida profissional _ ao longo da vida, além de escrever, atuou como empresário, editor, crítico literário, jornalista, comentarista político, tradutor, inventor, astrólogo e publicitário. Em Porto Alegre, o autor é homenageado como nome de uma rua do bairro Vila Nova.

Clique aqui para ver obras de Fernando Pessoa que estão em domínio público.

Comentários (1)

  • Marcelo Xavier diz: 14 de junho de 2012

    Arre, estou farto de semideuses!
    Onde é que há gente no mundo?

    Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Envie seu Comentário