Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O glorioso regresso do Cruzeiro

04 de julho de 2012 8

Foto: Revista do Globo, reprodução

“Sob manifestações transbordantes de carinho e entusiasmo, o plantel do Esporte Clube Cruzeiro desembarcou há dias em Porto Alegre regressando de uma temporada além-Atlântico que durou exatamente três meses.” Em texto publicado na Revista do Globo de 20 de fevereiro de 1954, o grande cronista esportivo Cid Pinheiro Cabral registrou o especial momento de celebração que envolveu a Capital. A exitosa excursão do Cruzeiro, ainda nas palavras de Cid, “estabeleceu primazias que figurarão para sempre na história do futebol gaúcho.”

Pura verdade. O Cruzeiro foi o primeiro clube do Rio Grande do Sul a cruzar o Atlântico para jogar futebol. Foi também o primeiro clube brasileiro a jogar em Israel. Alguns anos depois, quando ganhou o Torneio de Páscoa de Berlim, tornou-se o primeiro time gaúcho a ganhar um título intercontinental.

Multidão em frente à sede do Cruzeiro na Praça da Alfândega. Foto: Revista do Globo, reprodução

Na primeira excursão, depois de 11 dias no navio Giulio Cesare, e de outros tantos percursos em avião, foram disputadas 15 partidas em países como Itália, Suíça, Espanha, França, Turquia e Israel. O Cruzeiro enfrentou equipes consagradas, como Real Madrid, Lazio, Fenerbahçe, Galatasaray e as seleções da Turquia e de Israel. Foram sete vitórias.

O Cruzeiro conheceu altos e baixos. Fundado em 14 de julho de 1913, inaugurou o bom Estádio da Montanha (onde hoje está o Cemitério Ecumênico João XXIII) em 1941. Num momento difícil, vendeu a área da “Colina Melancólica”.

Foto: reprodução

Foto: banco de dados

Depois de 32 anos, em 2010, voltou à primeira divisão. Está desenvolvendo um grande esforço e reconstruindo o prestígio que já teve no passado, quando foi o campeão gaúcho de 1929. Dá-lhe, Cruzeiro!

Comentários (8)

  • Marcelo Xavier diz: 4 de julho de 2012

    Cruzeiro barrou o Real Madrid com Di Stéfano e tudo. Valtão, um dos beques, não deixou o argentino jogar!

  • Leonel Lazouwnik diz: 4 de julho de 2012

    Como anda a construção do novo estádio do Cruzeiro? a obra está em andamento?

  • salomao jacob golandski diz: 4 de julho de 2012

    houve um grande jogador no cruzeiro chamado Nena

  • João C.Camapao diz: 4 de julho de 2012

    Muito bem lembrado, meu caro M. Xavier. Aliás, ainda relacionado ao Di Stefano, ha uma história que até o Rubens Hoffmeister dizia ser verdadeira. Segundo a lenda, o jogador do Real foi barrado solenemente pelo defensor do Cruzeiro. Ficou profundamente irritado por ter sido desarmado já na frente do gol e foi gritando com o beque: sabeis quien soy? – Soy Di Stefano del Madrid. Ao que o Cruzeirista, sem perder a calma, foi respondendo: pois eu sou o Waltão de Canoas !
    O próprio Walter Spiess, grande figura e protagonista desse fato, dava gostosas gargalhadas sempre que relembrava esse fato.

  • Jorge diz: 4 de julho de 2012

    O Estádio do Cruzeiro, também conhecido como Estádio da Colina Melancólica, dizem, foi o primeiro estádio, pelo menos no RS, a ter um túnel , ligando o vestiário ao gramado. Dizem, também, que foi o primeiro estádio , no RS, a ter iluminação para jogos noturnos.

  • Marcelo Xavier diz: 5 de julho de 2012

    A zaga era Casquinha, Waltão e Paulistinha. E além do Real, eles jogaram com Toulouse, Desportivo Español, Torino, Lazio, Telaviv, Besiktas, a seleção da Turquia, o Galatasaray, e dois jogos com o Barcelona.

    Importante lembrar que o Foguinho era o treinador do clube na excursão e ele viu o espartano Honved do Puskas em campo.

    Foi com essa experiência que ele importou para o futebol gaúcho o mesmo estilo de jogar do time imbatível do Major Galopante, e que ele, Foguinho, ia imprimir no Grêmio, a partir de 55, e que se tornaria um paradigma de futebol-força que se tornaria, nos anos seguintes, um estilo “tipicamente gaúcho” de se jogar.

  • dilmão-campeão de tudo diz: 5 de julho de 2012

    Sou colorado mas adoro o Cruzeirinho. Moro desde criança perto do antigo estádio. Uma pena ele ter sido vendido…uma pena também o grande time da década de 40 ter tido pela frente, simplesmente o rolo-compressor colorado. Tinha na seu ataque dois ítalo-argentinos que haviam jogado em 38 e mais o treinador, não sei se argentino ou hungáro. Não fossem esses fatos, o Cruzeirinho (pioneiro em tantas coisas e por anos, o terceiro clube do estado) teria sido muito maior.

  • Gérson Vargas Galdino diz: 8 de julho de 2012

    Glorioso Esporte Clube Cruzeiro Rumo aos 100 Anos!
    No próximo sábado 14 de julho de 2012 estaremos comemorando os 99 anos do Glorioso Cruzeiro.
    Local – Departamento Esportivo do CLUBE DO COMÉRCIO DE PORTO ALEGRE
    Av. Bastian 178, Menino Deus, Porto Alegre (próximo ao Shopping Praia de Belas)
    Data – 14 de julho de 2012 Horário – 20:30
    Contato: 3387-6219

Envie seu Comentário