Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Na Barra, o hotel do Chico Flores

27 de fevereiro de 2013 3

É quase impossível falar da Barra do Ribeiro sem lembrar que é lá a Fazenda do Pontal, o recanto dos Borghetti. Lugar muito estimado e incensado por Renato, um porto-alegrense, gaiteiro da família que orgulha e leva longe o nome do Rio Grande e da Barra.

O município, localizado no encontro do Arroio Ribeiro com o Guaíba – o que motivou seu batismo – se emancipou da Capital em 1959, mas sua povoação data do fim do século 18. Começou com a charqueada de Antonio Alves Guimarães, instalada na sesmaria concedida em 1780. O arroio foi importante como atracadouro para os moradores, para a irrigação das lavouras e para a pesca de pintados, jundiás e traíras.

Foto: arquivo pessoal

Nos anos de 1920, os deslocamentos rodoviários eram feitos em ônibus como o da foto acima, que transitavam entre Barra do Ribeiro e Camaquã, passando por Tapes e Arambaré. Mario Flores, filho de Francisco, lembra que era do Hotel Chico Flores que eles partiam, e que a viagem levava um dia inteiro. A bagagem ia amarrada na lateral do veículo, sobre o estribo.

O garoto que aparece ao centro da foto é Belmont Jardim Flores, nascido em maio de 1920. Belmont foi padrinho do leitor José Francisco Flores, que gentilmente nos enviou essa colaboração bacana.

Comentários (3)

  • Tereza Rozeli Flores Reis diz: 12 de março de 2013

    Este documentário certamente fará parte do quebra-cabeça que esta sendo montado pelo primo TELMO FLORES de Curitiba, pois queremos deixar mais uma parte da história da família Flores registrada, sendo que só irá somar diante de tantos registros já existentes, sou filha de Joaquim Flores Neto e neta de Frederico Flores, filho de alemães que chegaram no Brasil viajando em porões de navios que atracaram na ilha das flores e por isto nosso sobrenome (é a história que sei). Abraços e parabéns a ZERO HORA, especial ao Sr. Luís Bissigo pelo ALMANAQUE GAÚCHO!

  • Feliciana da Silva diz: 4 de junho de 2013

    Nossa como uma pesquisa se acaba descobrindo coisas e fatos que aconteceram na minha cidade gostaria que essa senhora ai cima citada pudesse entrar em contato comigo pois estou fazendo uma relevante pesquisa sobre moradores antigos da barra do Ribeiro para um livro que escrevo sua colaboração e seria maravilhosa podendo relatar sobre a família que aqui chegou,aqui deixei meu e-mail mas me encontram tambem no facebook,Feliciana Freitas por favor um contato seria maravilhoso.

  • Matheus Ribeiro Flores diz: 27 de janeiro de 2015

    Olá!
    Esse blog é fantástico.
    Na foto, aparece um guri pequeno, que se chama Belmonte Jardim Flores.
    Irmão do meu avô, Mario da Silva Flores.
    Sou filho da pessoa que lhe enviou a foto, José Francisco Perossi Flores.
    Dessa forma, esse hotel é do meu bisavô, Francisco Flores, na cidade de Barra do Ribeiro.
    Ele se situava na Rua Coronel Araujo Ribeiro, logo após ao Clube 7 de Setembro, na esquina, pertinho da Praia da Picada.
    Hoje, ele nem existe mais. Mas são boas lembranças.
    E coincidentemente, trabalho num hotel na cidade de Caxias do Sul.
    Muito obrigado pelo relato.

Envie seu Comentário