Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Frase do dia: Manet

30 de abril de 2013 0

Autorretrato de Manet (1879). Foto: reprodução

Um dos pintores mais admirados da história, o francês Édouard Manet (1832-1883) foi um artista de transição. Ele é considerado um dos precursores da arte moderna, pela ousadia formal de suas pinturas – mas, curiosamente, eram mestres do passado, como Ticiano e Velázquez que o inspiravam em muitas de suas criações.

O fato é que, em seu tempo, Manet foi muito rejeitado por críticos e autoridades, a ponto de ser repetidamente rejeitado nas mostras oficiais do Salão de Paris. Algumas das obras que geraram controvérsia, tanto pela ruptura estética como pelo toque de erotismo, foram Almoço na Relva e Olympia.

Almoço na Relva (1863). Foto: reprodução

Olympia (1863). Foto: reprodução

Acolhido pelos – também rejeitados – impressionistas, Manet foi como um integrante honorário desse movimento artístico. Conquistou a estima e o apoio de nomes como Baudelaire e Zola e defendia a concisão na arte. “O homem conciso faz pensar; o homem prolixo aborrece” é a frase reproduzida no Almanaque Gaúcho desta terça-feira em que a morte do pintor completa 130 anos.

Envie seu Comentário