Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Frase do dia: Tchaikovsky

07 de maio de 2013 1

Foto: reprodução

Embora não seja considerado um dos maiores inovadores da história da música, o russo Piotr Ilitch Tchaikovsky (1840-1893) é certamente um dos compositores mais lembrados do período erudito. Suas obras estão entre as mais frequentes do repertório de concerto, em especial suas sinfonias, seus balés O Lago dos Cisnes (1875-1876) e O Quebra-Nozes (1892) e sua patriótica Abertura 1812 (1880-1882).

Tchaikovsky foi também um dos primeiros compositores russos a atrair atenção internacional, apresentando-se em outros países da Europa e também nos Estados Unidos – onde participou, por exemplo, do concerto de inauguração oficial de um dos templos da música erudita mundial, o Carnegie Hall, em maio de 1891.

Em paralelo à exitosa trajetória musical, viveu uma vida atribulada, com frequentes crises nervosas, um casamento frustrado, casos homossexuais secretos e uma relação platônica com uma milionária mecenas que o apoiou por 13 anos.

Também professor e crítico musical por alguns períodos, Tchaikovsky acreditava que “a matéria-prima para a música _ melodia, harmonia e ritmo _ é, sem dúvida, inesgotável”, frase reproduzida no Almanaque Gaúcho desta terça-feira.

Comentários (1)

  • Marcelo Xavier diz: 7 de maio de 2013

    Não esquecer a sua obra mais conhecida, o Concerto para piano em Si bemol menor, op. 23. O próprio compositor o apresentou no Carnegie e teve que bisar três vezes o rondó final, que é brilhante.
    http://www.youtube.com/watch?v=l975SqUkSRo

    A peça, porém, teve inúmeras restrições de Nicolas Rubinstein, a quem Piotr havia dedicado o concerto. Na verdade, a primeira parte tem um desenvolvimento que não tem nada a ver com o formato concertante. Mesmo assim, o Tchaikovski, mesmo mexendo pouca coisa, não levou em consideração o puxão de orelha do mestre, a quem ele havia dedicado a partitura. É a peça que chegou até os nossos dias.

Envie seu Comentário