Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Da Polônia ao Rio Grande do Sul

20 de junho de 2013 0

No dia 20 de junho de 1933, há exatos 80 anos, Porto Alegre recebeu a visita do aviador polonês Stanislaw Skarzynski – que, no mês anterior, havia realizado a proeza de atravessar o Oceano Atlântico entre a costa africana e o Brasil, chegando a Maceió, num pequeno monomotor adaptado, estabelecendo então o recorde de 3.582 quilômetros para aviões particulares Classe II.

Após o feito, o capitão voou sobre o litoral brasileiro, parando em algumas cidades, especialmente aquelas onde havia poloneses. Em Porto Alegre, Skarzynski recebeu o carinho da colônia polonesa, o título de Sócio Honorário da Sociedade Polônia e uma cuia e uma bomba de chimarrão, como atesta a foto abaixo.

O aviador (no centro da foto) em meio à comunidade de origem polonesa da cidade.

Fotos: Acervo Sociedade Polônia de Porto Alegre

Acima e abaixo, outros momentos da recepção a Skarzynski

Originariamente militar da infantaria, Skarzynski participou da I Guerra e da Guerra Polono-Soviética e foi ferido e incapacitado para o combate a pé na Batalha de Radzymin. Tornou-se piloto, alistou-se na aeronáutica e, durante a II Guerra, participou da defesa da Pomerânia e da reestruturação da força aérea polonesa na França – e, depois, na Inglaterra. Piloto de um bombardeiro, morreu em 26 de junho de 1942, nos combates do Mar no Norte.

(colaborou Estácio Nievinski Filho)

O avião usado por Skarzynski na travessia do Atlântico em 1933. Foto: reprodução

Envie seu Comentário