Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Rumo a Suez

04 de julho de 2013 1

Foi num 4 de julho, há exatos 50 anos, que um grupo de soldados gaúchos embarcou para o Oriente Médio em missão pacífica. Eram os 380 pracinhas do 13º contingente brasileiro do Batalhão de Suez – uma força internacional de emergência formada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para monitorar os conflitos entre árabes e israelenses no Canal de Suez, no Egito.

Soldados do 13º contingente brasileiro do Batalhão de Suez. Foto: reprodução

Entre os jovens que naquele dia subiram no navio Ary Parreiras rumo a Suez, estava Adolfo de Oliveira, o Dodô, irmão do humorista Carlos Nobre (1929-1985).

Adolfo em 1963 (acima) e atualmente (abaixo, com a garrafa na qual armazena água do Mar Morto). Foto: reprodução

Foto: Ricardo Chaves

Então com 23 anos, Adolfo lembra bem da expedição às terras egípcias, onde teve a oportunidade de coletar uma amostra de água do Mar Morto e também de conhecer as pirâmides – inclusive escalando uma delas (fotos abaixo).

Fotos: reprodução


Desde 1988, ele guarda outra recordação importante daquela viagem: uma menção honrosa da Associação Brasileira de Integrantes do Batalhão de Suez (foto abaixo) pela outorga do Prêmio Nobel da Paz à Força de Paz da ONU.

Foto: reprodução

De fato, difícil de esquecer.

Comentários (1)

  • Carlos Camboim diz: 9 de julho de 2013

    Amigão, esta é para relembrares. Achei em um Blog da Zero Hora.
    Eu perdi teu email principal. Por favor me envie para josealfredo.duarte@gmail.com

    Abraços

Envie seu Comentário