Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Frase do dia: Billie Holiday

17 de julho de 2013 1

Capa do disco Lady in Satin, de 1958. Foto: reprodução

Muitas são as cantoras que se dedicaram e se dedicam ao jazz e a suas derivações. Entre todas elas, a mais famosa – e provavelmente a mais influente – é a americana Eleanora Fagan, conhecida como Billie Holiday (1915-1959), cuja morte completa hoje 54 anos.

A vida e a trajetória de Billie coincidem com a própria afirmação do jazz como um dos gêneros mais característicos da música americana. Uma das principais contribuições dela foi investir na improvisação e na intensidade da interpretação, garantindo que suas performances fossem sempre únicas. Ela também ajudou a criar canções que estão entre os standards americanos, como Lady Sings the Blues e Strange Fruit.

A vida particular foi turbulenta desde o início. A menina Eleanora viveu em várias casas, foi violentada, trabalhou desde cedo. A adulta teve inúmeras desilusões amorosas e abusou das drogas, mas conquistou grande sucesso, especialmente nos anos 1940 e 1950. Morreu por complicações hepáticas aos 44 anos, deixando como herança uma escola de interpretação que ecoa até hoje.

Em uma de suas canções mais famosas, Fine and Mellow, Billie cantou que “o amor vai fazer você cometer coisas que você sabe serem erradas” – frase reproduzida no Almanaque Gaúcho desta quarta-feira.

Comentários (1)

  • Marcelo Xavier diz: 17 de julho de 2013

    Lady Sings the Blues também é o nome da autobiografia dela. Lá ela conta que God Bless the Child nasceu quando ela, que sempre emprestava dinheiro para a mãe dela (e a fundo perdido para amigos e amigas, sempre que tinha e que pudesse e, no fim, sempre sobrava apenas ela e o casaco de vison), tomou um sermão quando esta lhe negou um empréstimo. Ela diz: “money, you’ve got lots of friends crowding round the door; hen you’re gone, spending ends they don’t come no more”.

Envie seu Comentário