Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O centenário do Comendador Doutor

17 de outubro de 2013 0
Clóvis Bopp com a comenda da Ordem do Sol Nascente do Império do Japão. Foto: Arquivo Pessoal

Clóvis Bopp com a comenda da Ordem do Sol Nascente do Império do Japão. Foto: Arquivo Pessoal

 

Hoje completam-se 100 anos do nascimento, em Santa Maria, do doutor e professor Clóvis Bopp (17/10/1913 – 26/7/1984), símbolo da dermatologia gaúcha. Depois dos primeiros estudos em sua cidade natal, ingressou na Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1930. Ainda durante o curso, fez longa viagem ao Oriente e Europa. Graduado em 1936, foi nomeado para trabalhar no Departamento Estadual de Saúde, em Santana do Livramento. Casou-se, então, com Ilka Müller, com quem teve duas filhas. Em 1944, voltou para Porto Alegre. Depois, estudou com Aguiar Puppo em São Paulo.

Tornou-se docente em 1954 e catedrático em 1959, na UFRGS. Como chefe da 5ª Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia, na Capital, transformou-a em grande centro de ensino e pesquisa da dermatologia. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e se orgulhava de ter recebido a comenda da Ordem do Sol Nascente do Império do Japão, como reconhecimento por sua atuação junto à colônia nipônica de Ivoti. Notável mestre, jubilou-se na universidade em 1983. Faleceu no ano seguinte.

Colaboraram Miriam Bopp e Lilian Bopp

 

Bopp durante palestra em congresso na Argentina, em  1972. Foto: Arquivo Pessoal

Bopp durante palestra em congresso na Argentina, em 1972. Foto: Arquivo Pessoal

Envie seu Comentário