Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Livro resgata a história dos primeiros imigrantes alemães que chegaram ao Estado

16 de maio de 2014 0
A foto mostra a cidade de São Leopoldo, berço da colonização alemã no RS, no final do século 19. Foto: Divulgação

A foto mostra a cidade de São Leopoldo, berço da colonização alemã no RS, no final do século 19. Foto: Divulgação

Na próxima segunda feira, dia 19 de maio, às 20h, no Museu Scheffel, em Hamburgo Velho (Rua General Daltro Filho, 911, Novo Hamburgo) será lançado o livro Alemães no Brasil. É a nona obra do jornalista e escritor Felipe Kuhn Braun, que tem se dedicado a preservar memórias de nossos antepassados pesquisando informações e garimpando preciosas imagens para compor um mosaico vivo de épocas passadas. Desta vez, Felipe se debruçou sobre as histórias dos imigrantes alemães que chegaram ao sul do Brasil nas primeiras levas do processo de colonização. Os personagens nasceram entre o final do século 18 e o início do século 19 e se tornaram pastores, professores e líderes colonizadores que aqui se estabeleceram e têm, agora, suas vivências registradas.

Capa do livro do jornalista e escritor Felipe Kuhn Braun. Foto: Divulgação

Capa do livro do jornalista e escritor Felipe Kuhn Braun. Foto: Divulgação

Parte das histórias, talvez abordadas antes, de forma fragmentada em outras obras, foram se apagando com o passar das décadas e o falecimento dos descendentes mais próximos dos protagonistas. São as famílias do Vale do Caí, do Vale do Sinos e do Vale do Taquari, com seu modo de vida, trajetória e hábitos culturais resgatados e revelados. Alguns dos biografados fazem parte da primeira geração nascida no Brasil. No próximo mês de julho, serão comemorados os 190 anos da chegada dos pioneiros alemães à Feitoria do Linho Cânhamo. O dia 25 de julho é a data consagrada como o Dia do Colono e é também o dia em que, em 1824, foi fundado o município de São Leopoldo, não por acaso também conhecido como “O Berço da Imigração Alemã no Brasil”.

Veja fotos de algumas famílias retratadas no livro:

Envie seu Comentário