Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Festa na “Casa do Seu Azambuja”

20 de maio de 2014 0
Eloí e vários artistas do rádio se reuniram na festa, que ocorreu em 1957 ou 1958. Foto: Arquivo Pessoal

Eloí e vários artistas do rádio se reuniram na festa, que ocorreu em 1957 ou 1958. Foto: Arquivo Pessoal

A foto acima mostra os convidados da festa na casa do Seu Azambuja. Na imagem estão figuras conhecidas dos ouvintes de rádio na época em que a foto foi batida, provavelmente em 1957 ou 1958. Seu Azambuja é irmão do Tatão (com o copo ao centro do grupo), que era o pandeirista da Orquestra Farroupilha. A casa estava localizada na Rua Lobo da Costa, na Cidade Baixa, e foi um prazer para Seu Azambuja receber os cantores Edi Polo, Chico Lopes e outras feras do microfone, como Enio Rockenbach e Salimen Júnior. Seu Azambuja era sócio de Sílvio Bento dos Santos na fábrica de flâmulas “Zilmar”, que ficava na Rua José do Patrocínio, 893. Era lá, nessa fábrica, que o garoto de 14 anos, Eloi Martins, trabalhava como “impressor”. Eloi (conhecido como Eloí) está na foto bem em primeiro plano, de calça clara e com as mãos nos bolsos.

Se o leitor prestar bem atenção na fisionomia do “moleque”, talvez veja ali alguém que conhece. Eloí é garçom do Restaurante Copacabana, um dos mais tradicionais da Capital, onde atua há pelo menos 45 anos. Ele nasceu em 20 de junho de 1944, em Caçapava do Sul, de onde veio, com 8 anos, para Porto Alegre. Eloí morou por muitos anos na Rua Joaquim Nabuco e foi ali que um grupo de meninos, do qual ele fazia parte, fundou, em 19 de janeiro de 1951, o Grupo Carnavalesco Imperadores do Samba (hoje Sociedade Recreativa Beneficente Imperadores do Samba), atual campeã do Carnaval, com o enredo sobre o escritor Luis Fernando Verissimo. Do grupo fundador, também fazia parte o atual presidente, Luis Carlos Amorim (Amorim), e outros, como Alencar Homero (Neco), Baiano, Banana, Vadinho. Gente que faz parte da história da alegria na capital dos gaúchos.

Envie seu Comentário