Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Há 92 anos, Ernst Zeuner iniciava trajetória na Livraria do Globo

22 de outubro de 2014 1
Autorretrato do artista. Foto: Reprodução

Autorretrato do artista. Foto: Reprodução

Nascido em Zwickau, nas proximidades da fronteira alemã com a República Checa, em 13 de agosto de 1895, Ernst Zeuner formou-se na Academia de Artes Gráficas de Leipzig. O artista deixou a Alemanha depois da Primeira Guerra Mundial, radicando-se em Porto Alegre. Em 22 de outubro de 1922, foi contratado pela Livraria do Globo para ser o responsável pelo ateliê de artes gráficas. Ali trabalhou por quase quatro décadas, de 1922 a 1960, tendo sido responsável por capas de livros de Erico Verissimo, como Viagem à Aurora do Mundo, e de As Aventuras de Tibicuera, este premiado pelo Ministério da Educação e Cultura.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Procurado para executar trabalhos particulares, desenhou órgãos do corpo humano para a Faculdade de Medicina de Porto Alegre e embalagens para ovos de Páscoa e chocolates para a Neugebauer. Concebeu também ilustrações para a Fogões Geral e para a Varig. Fez artes para loterias, selos de impostos, bônus, cartões, calendários e enciclopédias. Teve destacado papel no desenvolvimento das artes gráficas no Rio Grande do Sul. Formou, na Livraria do Globo, uma verdadeira escola de artistas. Passaram por sua “escola” nomes como Edgar Koetz, João Mottini, Vitório Gheno, João Fahrion, João Faria Vianna, entre outros conhecidos no Brasil e Exterior. Zeuner morreu em Porto Alegre, em 1967, aos 72 anos de idade.

Colaborou Rodrigo Trespach

Comentários (1)

  • Pedro Martins Caldas Xexeó diz: 5 de fevereiro de 2016

    Foi um notável artista gráfico , além de ser o homem certo
    para criar o departamento ( ateliê ) de artes gráficas da Livraria do Globo.
    É só ver o aspecto visual dos livros publicados pela editora nos anos 30 e 40 do século passado.As magníficas capas e ilustrações do próprio Zeuner,de João Fahrion,de Edgar Koetz,Nelson Boeira Faedrich,principalmente, são belas peças gráficas ,que nos encantam até hoje.

Envie seu Comentário