Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

A atuação marcante de Jorge Dariva

20 de março de 2015 0

Num 20 de março, como hoje, em 1982, Osório perdia um dos seus políticos mais populares: Jorge Dariva. Ele nasceu em 23 de abril de 1929, em Maquiné, então distrito osoriense, filho de Amadeu Ângelo Dariva e Corina Alves. Dariva foi prefeito de Osório, nomeado pelo governador Sinval Guazzelli (1930-2001) em 2 de julho de 1975. Em 1979, foi novamente indicado para o cargo. Naquela época, Osório era área de segurança nacional, e o vereador da Arena, eleito com votação expressiva em 1968, foi o escolhido. É considerado, ainda agora, o grande nome da administração pública local. O prefeito morreu, de infarto, em pleno exercício do mandato, enquanto se preparava para inaugurar sua grande obra, o novo Centro Administrativo Municipal (prefeitura). O moderno edifício, que é, até hoje, sede do Executivo da cidade, acabou servindo de câmara ardente para o velório de Jorge Dariva. Foi um político de inegável capacidade administrativa e visão de futuro, como atesta sua obra: no seu governo, a cidade ganhou uma faculdade (FACOS), o Corpo de Bombeiros, a Companhia Rio-Grandense de Telecomunicações (CRT), balneários turísticos e diversas outras realizações. Pesa ainda a seu favor o fato de que, quando Dariva governou Osório, a cidade compreendia boa parte do litoral gaúcho.

* Colaborou Rodrigo Trespach.

Arquivo Pessoal

Na foto da posse, Dariva (de paletó xadrez) recebe o abraço de outro ícone de Osório, o vereador Otaviano Noronha (1917-1995), eleito para vereança em 10 oportunidades, e com 44 anos de atividade, de 1951 a 1995.

Envie seu Comentário