Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Guindastes

28 de outubro de 2015 0

1

Não ter ideias é péssimo. Ter ideias pode ser bom. Basta que não seja uma má ideia. É difícil suportar as intermináveis discussões sobre a revitalização do Cais Mauá. Mas, como diz aquela propaganda: se não for você, quem? Se não for agora, quando? É sempre bom “ficar de olho”. Por exemplo: embora um parecer da Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento (Cauge) e da Equipe do Patrimônio Histórico e Cultural (Epahc) dissesse que os guindastes do porto deveriam ser preservados, no início deste ano, muitos foram desmontados e viraram sucata.

3

Eram 11. Restam apenas quatro. Os que sucumbiram devem seu extermínio à esperta inclusão da palavra “parcialmente” na questão sobre a sua preservação. Se tivéssemos conservado pelo menos um dos antigos guindastes que operavam ali na década de 1950 (foto P & B), teríamos uma história mais bem contada, visualmente falando, e a oportunidade de comparar épocas. Estamos “parcialmente” progredindo? Talvez. Se isso acontece, é, principalmente, pelo reforço na vigilância, contra as ideias ruins.

Colaborou Jacque Custódio

2

Envie seu Comentário