Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cecat/ETA/Viamão

25 de maio de 2016 1

fotovelha

A Escola Técnica de Agricultura (ETA) foi fundada em 1910. Seis anos depois, o Centro dos Estudantes dos Cursos Agrotécnicos (Cecat) iniciava, no dia 28 de setembro, as suas atividades. É o mais antigo centro de estudantes da América do Sul, e vai comemorar neste ano seu centenário.

Um bom número de professores, políticos, parlamentares, jornalistas e escritores por ali passou. Alguns de seus componentes vieram a ocupar a presidência de entidades culturais diversas, como a Academia Rio-Grandense de Letras, a Estância da Poesia Crioula, vários Grêmios Literários, o Conselho Estadual de Cultura e muitas cátedras no Ensino Superior, podendo citar-se Gevaldino Ferreira, Francisco Pereira Rodrigues, Hélio Moro Mariante, Mozart Pereira Soares, Caio Flávio Prates da Silveira (todos presidentes da Academia e/ou da Estância), Áureo Gonçalves Dias, Fernando Ribeiro de Souza, José Castelano Rodrigues, João Pedro dos Santos, Josino Guimarães Soares e Osmar Matzembacker (professores), Leonel Brizola, Loris Reali e Zaire Nunes Pereira (políticos), Oldemar Maboni e Mozart (jornalistas e escritores). Eram vários departamentos, como Cultural, Esportes, Recreativo, Semanal e Social, que promovia o Baile dos Bixos, o maior acontecimento social de Viamão em determinada época, além das famosas reuniões dançantes que deram início a namoros e casamentos.

fotonova

Por dificuldades econômico-financeiras da ETA e da Secretaria de Educação do Estado, o prédio do Cecat ficou sem manutenção por vários anos, acabando em mau estado de conservação. Em novembro último, quando a ETA completou 105 anos, foi formada uma comissão para angariar fundos e reconstruir o seu querido e saudoso Cecat. Essa comissão, formada pelos ex-alunos Ravardière, Ney, Elso, Carlos Alberto, Aldo Leandro, Kleto e Érito, convida os ex-colegas e outros voluntários a cooperarem na obra, que se encontra em pleno andamento, embora os recursos existentes sejam insuficientes para finalizá-la. Contatos: Ravardière Gama, 9972-6949; Elso Pereira Filho, 9979-6434; Carlos Alberto Azevedo, 9974-0959.

aérea

Comentários (1)

  • julio prado diz: 25 de maio de 2016

    Esta reportagen me leva de volta aos 3 melhores anos de minha vida. Todos que passaram pela ETA, em geral, tem uma tragetória vitoriosa e um belo exemplo de cidadania a ser seguido.

Envie seu Comentário