Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pilates: flexibilidade e alongamento

08 de setembro de 2010 5

O método Pilates pode ser praticado tanto no solo utilizando apenas o peso corporal e a força da gravidade como fatores de resistência assim como pode ser utilizado acessórios ou ainda ser praticado em aparelhos. A intensidade dos exercícios nos aparelhos é fornecida através das molas.

A Atividade Física tem constantemente se destacado, sendo atualmente considerada de extrema importância no combate ao sedentarismo e, desta forma, na manutenção de níveis saudáveis de qualidade de vida, é natural o surgimento de novas atividades e modalidades na tentativa de cativar os indivíduos à prática.

Os hábitos posturais são decorrentes da execução inadequada dos movimentos, posições e ações corporais como dirigir, dormir, ou mesmo, respirar, pois são numerosas as situações em que a nossa coluna está desalinhada, a musculatura estabilizadora não está recrutada, os apoios plantares estão incorretos. É a forma de realizar qualquer ação que leva ao aparecimento de dores que acabam por estruturar posturas antálgicas e que são, em última análise, o grande motivo de retomada de uma maior consciência corporal.

O Pilates apresenta-se como um método de treinamento contra resistência que não exclui os princípios do treinamento desportivo – que organiza e sistematiza a utilização das diversas valências físicas como força, flexibilidade e resistência – apenas faz deste encontro a possibilidade de interagir com prazer e alma, traduzindo em satisfação, relaxamento, concentração e ampliação da condição física.

Uma pesquisa realizada sobre os efeitos da intervenção do Pilates sobre a postura e a flexibilidade em mulheres sedentárias, demonstrou que após a realização das 20 aulas de Pilates em diversos pontos observados, se obteve uma melhora no alinhamento postural com relação ao fio de prumo e que o trabalho realizado também desencadeou um aumento na amplitude de movimento dos Isquiotibiais e Iliopsoas, causando ganhos importantes na flexibilidade, amenizando assim, os prejuízos na saúde decorrentes da inatividade física principalmente no âmbito postural, onde se buscou desenvolver a estabilidade corporal necessária para uma vida mais saudável independente da idade e da condição física das participantes.

xx

Foto divulgação

Fonte: QUADROS, Dênis Leandro Trindade; FULTANETTO, Magda Patrícia. EFEITOS DA INTERVENÇÃO DO PILATES SOBRE A POSTURA E FLEXIBILIDADE EM MULHERES SEDENTÁRIAS.

http://manuellarangel.com.br/2010/08/pilates-na-melhora-da-postura-e-flexibilidade/

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Graziela de Souza Constante diz: 8 de setembro de 2010

    Oi mano,

    Parabéns pelo blog. Te amo!

    Grazi.

  • Denilson Umbelino diz: 8 de setembro de 2010

    é isso aí Juca!

  • Silvia diz: 8 de setembro de 2010

    Materia muito boa. O pilates ajuda muito a corrigir a postura, respirar melhor e se manter em forma!

  • Adenilson diz: 9 de setembro de 2010

    Pratico Pilates ha 2 meses na The Best Academy. É impressionante a melhora no ganho de ADM (amplitude de movimento), correção postural, relaxamento muscular e melhora na qualidade de vida.

  • nery cabral diz: 12 de setembro de 2010

    juliano, parabens pelo blog/materias…sao estas iniciativas que fazem a diferença!!!
    abraços

Envie seu Comentário