Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Água demais ou de menos pode fazer mal à saúde

04 de dezembro de 2010 0

Depois da caminhada, Odemir bebe uma garrafa de água geladinha, mas nem sempre é assim. “Simplesmente, eu vou para o computador, vou ler, aí quando eu me lembro vou lá e tomo um copinho”, diz Odemir Alves de Lima, aposentado.

A quantidade ideal de água é definida pelo peso, a altura, o estilo de vida e o trabalho de cada pessoa, mas algumas fórmulas ajudam a dar uma estimativa. Uma delas é multiplicar cada caloria consumida por 1 ml de água. Os homens consomem, em média, 2.500 calorias por dia. Isso significa que precisam tomar 2,5 litros de água. Já as mulheres ingerem em torno de 2.000 calorias por dia e precisam beber dois litros de água todos os dias.

Para quem pratica exercício, a fórmula é um pouco mais complicada. A pessoa deve se pesar antes da atividade física. A Ticiana chegou na academia e subiu na balança. O peso dela antes de começar a malhar é de 55.3 kg. Durante o exercício, é preciso fazer pausas para tomar 150 ml de água ou um copinho descartável pequeno.

Depois de malhar e de tomar água direitinho, a pessoa deve se pesar novamente, mas não pode ir direto pra balança. “Após o treinamento a pessoa deve ir ao banheiro, urinar, excretar aquela água que já está na bexiga e depois ir para a balança para tirar a diferença de peso, antes e depois”, explica Valden Capistrano, nutricionista.

xx

Foto divulgação

xx

A Ticiana perdeu meio quilo de líquido. A diferença entre o peso inicial e o peso final (500g), deve ser somada à quantidade de água bebida durante os exercícios. Foram quatro copinhos ou 600 ml. O resultado (1.100) deve ser multiplicado sempre por 1,5. O resultado final (1.650l) é a quantidade de água que a pessoa deve ingerir para recuperar o liquido perdido durante o esforço físico.

Quem toma pouca água pode comprometer a saúde. “Fica com a urina supersaturada, pouco liquido e pode acabar favorecendo o aparecimento de cálculos renais”, afirma Wilson Mendes, nefrologista. Água demais também pode ser um problema, principalmente se for de uma única vez. “Quando você bebe mais água do que deveria, você acaba diluindo a concentração de sódio do seu sangue. Geralmente esta pessoa começa a ter dores abdominais, mal estar, tontura, fraqueza” explica o nutricionista.

O ideal é criar o hábito de beber água com frequência, mas aos poucos. Renato Sampaio mantém uma garrafinha na mesa do trabalho. “Sempre está aqui lembrando. Não tem como esquecer”, diz o engenheiro.

Fonte: Jornal Hoje

Bookmark and Share

Envie seu Comentário