Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Saiba como diferenciar a gripe de resfriado e como evitar a doença

31 de julho de 2012 0

O frio e o grande número de casos de gripe A têm preocupado os brasileiros. Cento e quarenta e quatro pessoas morreram com a doença este ano no sul do país: 72 em Santa Catarina, 47 no Rio Grande do Sul e 25 no Paraná.

Saber diferenciar uma gripe de um resfriado e como evitar a doença é fundamental. O resfriado pode ser causado por mais de 200 tipos de vírus e a gripe apenas pelo influenza A, B, ou C. Quem está resfriado sente irritação na garganta, tem coriza, nariz entupido, tosse e febre até 38 graus. Na gripe, os sintomas são mais fortes, com dor de cabeça, cansaço, dor de garganta, tosse com catarro e a febre pode passar dos 38,5 graus.

Já na gripe A, a febre já começa com 39 graus, as dores musculares e na cabeça são mais intensas, a tosse é seca e contínua, os olhos ardem e a pessoa sente calafrios. Para a gripe tem vacina, para o resfriado ainda não.

A prevenção é mesma para todos os casos e com cuidados simples é possível evitar a contaminação. Em casa, por exemplo, água e sabão resolvem. Uma dica é passar um pano úmido nas maçanetas, com frequência.

Se alguém em casa estiver doente, a atenção deve ser redobrada. “Após assoar o nariz é fundamental que o papel seja depositado dentro de um saco de lixo, dentro de um saquinho qualquer. Se eu colocar em uma mesa, o vírus pode contaminar tanto o plástico como outros objetos. Alguns vírus permanecem vivos no ambiente por até 14 dias”, ensina a médica Elisabeth Araújo.

Outras atitudes importantes são lavar bem as mãos, evitar abraços, beijos e aperto de mãos, evitar passar as mãos no rosto, olhos, nariz e boca, ficar sempre a pelo menos um metro de distância da outra pessoa e cobrir a boca ao tossir ou espirrar. “Quando a gente espirra ou tosse expele gotículas que vão ficar no meio ambiente”, explica a médica.

Por isso, é importante limpar os brinquedos e até o controle remoto com um pano úmido ou álcool. “As escolas têm que ser rigorosas, porque é o local de maior disseminação. A criança está cheia de secreção, toca na secreção, pega o brinquedo e coloca na boca. É fundamental prevenir”, alerta Elisabeth.

Lavar as mãos previne doenças como a gripe


Bookmark and Share

Envie seu Comentário