Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dor de cabeça pode ser tratada com Osteopatia

06 de novembro de 2012 0

Mas será que a sua dor é enxaqueca? Você precisa considerar duas coisas:

Primeiro, o que é enxaqueca? e depois o que pode simular uma crise de enxaqueca?

São características da enxaqueca:

1 – dor há pelo menos dois anos, com crises com intervalo de no máximo 3 meses;

2 – apresenta sintomas de áurea (pontos luminosos meia hora antes da crise);

3 – fotofobia (irritação e maior dor na presença de muita luz) e ao barulho;

4 – dores caracteristicamente unilaterais, e geralmente sem associação a outros fatores.

Acontece que muitas pessoas acham que têm enxaqueca e na verdade apresentam dor de cabeça apenas. Muitas pessoas têm dores de cabeça tensionais, mas frequentemente.

Uma dor de cabeça pode ser causada por irradiação de dor de músculos do pescoço. Essa irradiação é a mesma que o coração faz para o braço esquerdo quando está tendo um infarto, que serve pra avisar que algum problema está acontecendo.

São problemas que podem gerar dor de cabeça frequentemente:

Tensões musuclares subnucais, diminuições de movimento de articulações cervicais, distúrbios da ATM (articulações temporo-mandibulares), distúrbios genito-urinários (útero) e pelve e até mesmo disfunções de fígado, por exemplo. Essas disfunções musculo-articulares podem gerar dores irradiadas, tensões sobre circuação cerebral, e gerar crises de dor frenquetes (enxaqueca).

Muitos músculos no nosso corpo fazem essa irradiação de dor quando estão sobre sofrimento (deficiência na circulação, assim como com o coração). Essa dor, na cabeça, pode ser irradiada para o fundo dos olhos e região supraorbital, topo da cabeça, nuca e têmporas, por exemplo.

Tratamento medicamentoso: na sua maioria visam melhorar a circulação intra-craniana. Outros bloqueiam transmissão de impulsos dolorosos (o que pode gerar efeitos colaterais, como sono).

A Osteopatia é o tratamento que considera todos os fatores mecânicos da dor de cabeça. Trata-os e elimina-se a consequência, que é a dor de cabeça. Cessam-se as crises, necessidade de uso de medicações e as consequências de uso crônico de medicamentos.

Fonte: Dr Mauro Gemelli – Osteopata

Bookmark and Share

Envie seu Comentário