Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Exercício físico ajuda a diminuir dor causada pela fibromialgia

07 de agosto de 2013 6

A fibromialgia é uma síndrome que aumenta a sensibilidade e faz com que o paciente sinta dor em todo o corpo, mesmo sem nenhuma lesão.

Apesar de não ter cura, esse problema não é fatal e não causa danos às articulações, músculos ou órgãos internos. Porém, é bastante incômodo e, por isso, a principal recomendação para aliviar as dores é a prática regular de atividade física, como alertaram o ginecologista José Bento e o reumatologista Roberto Heymann.

Ao se exercitar, o corpo libera endorfina e neurotransmissores com ação analgésica no sistema nervoso central, diminuindo a dor. Além disso, os exercícios ajudam também a melhorar o sono e o humor do paciente, que normalmente fica alterado por causa da síndrome. No entanto, os médicos alertam para a importância de realizar uma avaliação antes de começar uma atividade física, que deve ser individualizada e prescrita por um médico ou fisioterapeuta.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

De acordo com o reumatologista Roberto Heymann, os exercícios aeróbicos no solo, como a caminhada, ou os na piscina são os mais bem estudados e determinantes na melhora dos sintomas da fibromialgia. Já as atividades de fortalecimento e alongamento também são eficazes e podem ser prescritas com segurança para tratar a síndrome.

Os médicos explicaram que, além da dor no corpo, o paciente com fibromialgia sente também dor ao ser tocado – seja num abraço ou até numa simples carícia. Fora o toque, a dor pode piorar também por causa do excesso de esforço físico, estresse emocional, infecções, exposição ao frio, sono ruim ou também traumas.

Esses traumas, inclusive, geralmente desencadeiam a fibromialgia, que normalmente começa com uma dor localizada crônica que acaba se alastrando por todo corpo. Porém, o motivo pelo qual a pessoa desenvolve a síndrome ainda é desconhecido.

O que se sabe é que há uma relação com a depressão, apesar dos dois problemas serem condições clínicas totalmente diferentes.

Isso acontece porque o sentimento negativo do comportamento depressivo influencia na interpretação do cérebro, o que pode aumentar ainda mais a dor do paciente com fibromialgia – por isso, quem tem a síndrome e não trata o quadro de depressão pode ter uma dor muito maior.

Embora não exista cura, a síndrome não é progressiva, ou seja, pode melhorar com o tempo e até existem casos em que os sintomas retrocedem quase totalmente. Por isso, o problema não pode ser considerado uma doença, mas uma condição clínica que exige controle e acompanhamento médico.

Fonte: Programa Bem Estar.

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • Glaucia diz: 8 de agosto de 2013

    Oi!
    Eu sofri com as dores da fibromialgia por 5 anos. Agora já faz 4 anos que não sinto mais dores e nem tomo nada de remédios. Eu fiz um tratamento chamado Lemeterapia no Leme Instituto Terapêutico e isto mudou minha vida para melhor.
    Baixe o livro gratuito no site sobre esta síndrome: http://www.fibromialgia.net.br

  • DJALMA DE OLIVEIRA JUNIOR diz: 20 de setembro de 2013

    FIBROMIALGIA DÔRES NO CORPO
    Sou terapeuta em REFLEXOLOGIA,
    pelo I.O.R, 76 anos de idade com 45 anos dedicados ao estudo e pesquisa do comportamento humano.
    Tenho atendido vários portadores de FIBROMIALGIA,
    (DÔRES NO CORPO COM MUITA INTENSIDADE).
    Recebendo as técnicas da REFLEXOLOGIA, o Paciente consegue obter ótimos resultados; que proporcionarão assim uma excelente melhora em sua qualidade de vida.
    A REFLEXOLOGIA consiste em ativar pontos específicos nos pés, desbloqueando canais
    de comunicação com o cérebro, para que este
    possa agir, corrigindo assim o problema.
    Não tem contra indicação para este
    caso e não usa medicamentos
    O próprio corpo, equilibrado, promove a cura.
    VEJA NO SITE, UM VIDEO SOBRE MEU TRABALHO.

    http://www.djalma.com.br
    Bairro Santana – Metrô Santana – Zona norte
    São Paulo – SP – BRASIL. (BRAZIL)

  • su diz: 9 de fevereiro de 2015

    bom eu estou sofrendo muito com dores por td o corpo me levanto de manha e não tenho vontade de fazer nada me vejo jogada da cama ou sofá de hora em hora nenhuma posição me agrada tenho vontade de tocar nos meus ossos e uma sensação estranha tenho desgaste no joelho tomo reposição de cálcio mas não tá resolvendo mais, o que eu faço quais exercícios específicos para me ajudar {estou desesperada}

  • Patricia da Silva diz: 7 de abril de 2015

    Oi eu não sei o que tenho, mais tudo começa quando eu me esforços .
    Eu to relativamente bem de repente sinto a mesma dor de uma mulher grávida, algumas horas depois já ta doendo abaixo do pescoço desse nas pernas e braços, no outro dia eu já não sei mais o que dói as vezes DOI meu rim ou meu estômago queimá meu canal urinário ou tudo junto só sei que acho que to podre, eu não posso falar todos os lugares que dói, porque nê eu a crédito. As vezes eu queria dormir e não mai acordar. Não tenho condições de me tratar, não sei o que Fasso.
    Será que eu tenho está doença? Deus me ajude.

  • Sônia diz: 14 de agosto de 2015

    Esclarecedora a vossa matéria.
    Há cinco anos fui diagnosticada com fibromialgia, fiz tratamento com medicamentos durante 10 a 11 meses, por conta própria suspendi- os. Várias vezes tentei iniciar uma rotina de exercícios com caminhada de 20 minutos, porém o cansaço no outro dia, persistindo por vários dias seguidos impediram- me de continuar.
    Quero tentar novamente e vencer.

Envie seu Comentário