Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

"Bota na Hora"

20 de abril de 2012 1

Para a partida do último fim de semana, o Asab tentou reverter a punição de três atletas (Anderson Fronza e dos irmãos Leandro e Leonardo Max da Silva) que estão cumprindo suspensão. O time da Rua Santo Antônio, em Barreiros, tentou reverter a punição de três jogos em cestas básicas.

Na verdade, os jogadores foram punidos em seis jogos, em 2011, quando defendiam o Ipiranga numa confusão com o Palmeiras do Roçado, mas haviam cumprido três partidas quando o pedido foi feito. Hoje, eles já cumpriram quatro jogos. O presidente da 1ª comissão disciplinar de São José, Joares Tavora de Mattos, negou o pedido em virtude da gravidade dos acontecimentos. Mesmo sem os atletas, o Asab venceu o Tarjas por 5 a 2.

Durante a partida, um dirigente chamou a atenção do árbitro Tião, porque o goleiro do Asab estava jogando com uma camisa sem numeração. Nas costas, onde deveria constar o número, havia a descrição “comissão técnica”. Sem pensar, Tião respondeu: “bota na Hora”.

Comments

comments

Comentários (1)

  • Joao Neto diz: 21 de abril de 2012

    Eu estava no campo e realmento o goleiro estava sem o numero na camisa..Mais pelo o q eu fiquei sabendo…a camisa do goleiro era da mesma cor do time do tarjas..por isso foi permitido q o goleiro jogasse com akela camiseta.. Há “dirigentes” em são josé, q só sabe reclamar e reclamar..pq nao pega o time de vcs e se filiam em outra liga…assim para de encher o saco

Envie seu Comentário