Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Seis substituições em no máximo três atos

04 de março de 2016 0
Liga Florianopolitana ainda aguarda resolução da FCF, mas regra já vale na Interligas  Foto: Arquivo Pessoal

Liga Florianopolitana ainda aguarda resolução da FCF, mas regra já vale na Interligas Foto: Arquivo Pessoal

Com a determinação da FIFA em liberar substituições ilimitadas para as categorias de base e para os campeonatos amadores, a CBF padronizou a seguinte situação. Agora, cada equipe amadora poderá realizar até seis substituições em até três paralisações durante os 90 minutos. O objetivo é evitar o retardo das partidas.

A substituição no intervalo não contará como a paralisação do jogo. Com isso, o time pode parar a partida três vezes e, somente nessas interrupções, poderá realizar até seis substituições. Por exemplo, em uma única parada o clube pode trocar seis jogadores de uma vez ou dois a cada um dos três atos. Coitados dos árbitros e dos delegados, que precisarão ficar atentos.

A nova medida já será adotada nos jogos da Copa Interligas neste sábado e domingo, segundo o coordenador e presidente da Liga Josefense, Orivaldo Leal. Já na Terceirona da Capital, que também começa neste sábado, o presidente da Liff, Manoel de Paula Machado, o Dequinha, informou que serão cinco substituições em até cinco atos. Ele espera uma resolução da FCF.

Comments

comments

Envie seu Comentário