Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Projeto “Passe Adiante” distribuirá 100 livros em diversos pontos de São José

12 de março de 2013 0

Entre as diversas ações para comemorar os 50 anos de atividades em 2013, a maior rede de livrarias da região Sul realiza a décima sétima edição do projeto “Passe Adiante — Corrente da Leitura Livrarias Catarinense”.

A partir de 19 de março, a empresa vai distribuir cerca de 100 livros novos de vários segmentos em São José – que na mesma data comemora seu aniversário de 263 anos. As obras serão distribuídas em bares e restaurantes, pontos de ônibus, bancos de praças, escolas e em outros locais públicos ao longo da av. Lédio João Martins (Central do Kobrasol), no Continente Park Shopping e nos bairros Campinas, Centro, Fazenda Max, Forquilinhas e Picadas do Sul.

A ideia é baseada num movimento que acontece na Europa, chamado de Book Crossing, e o objetivo principal é dar condições para que todas as pessoas possam ler gratuitamente. A empresa foi a pioneira no Brasil a desenvolver essa ação, em 2005.

Até agora mais de nove mil livros já foram distribuídos em Joinville, Blumenau, Balneário Camboriu e Florianópolis – cidades em que o Grupo Livrarias Curitiba mantém lojas. “Quem já pegou as obras nas edições anteriores pode deixá-las em locais públicos para que outras pessoas tenham condições de fazer a leitura. E se quiser contribuir com essa ação, basta deixar um livro na loja do Continente Park Shopping que ele será inserido no projeto”, explica Juarez Vidal, supervisor de Varejo da Livrarias Catarinense.

Como funciona

As obras receberam uma etiqueta na capa e na folha de rosto para explicar como funciona o projeto. “Depois que a pessoa finalizar a leitura, ela é convidada a deixar o livro em algum lugar para que outros também possam fazer o mesmo. Pode ser no parque, num café ou escola. O importante é não quebrar a corrente”, explica Vidal.

Outros pedidos mencionados na etiqueta são para que os participantes também façam a doação de um livro e deixem-no em qualquer local público de fácil acesso e ou de grande circulação para que mais pessoas tenham condições de ler. Por último, que anotem o nome, a cidade e a data antes de colocá-lo outra vez na corrente, assim os leitores podem identificar por onde a obra já circulou.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário