Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Medo

21 de outubro de 2007 1

O medo /foto de José Vaz Meneses
Na próxima quarta-feira, estarei no Café do Porto participando de um bate-papo sobre o medo. Minha credencial é apenas uma: eu sinto medo. Tenho medo de ser assaltada, medo de perder quem amo, medo de adoecer. Poeta, carrego comigo todos os medos cotidianos e mais um: o medo de escrever. Escrever é muito perigoso, quem tentou sabe. Mexe com coisas ocultas e nos faz ficar cara a cara com nossas limitações. Morrendo de medo de não conseguir dizer, eu insisto, na mais louca insensatez. O medo me faz caminhar.

Postado por ana mariano

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Angela diz: 21 de outubro de 2007

    O medo é inevitável.Ele nos impulsiona a seguir adiante.Como disse a poeta:”Há passos que damos porque precisamos dar e depois (graças a Deus!) não podemos mais voltar”.É isso aí,Ana!

Envie seu Comentário