Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Amor

26 de fevereiro de 2008 1

 Então por um momento os dois se apagaram na doce escuridão tão profunda que eles eram mais escuros que as negras árvores, e depois tão escuro que, quando ela tentou erguer os olhos até ele, só pode ver as ondas selvagens do universo acima dos ombros dele, e então ela disse : %22 Sim, acho que eu também te amo.

 

( Trecho citado por Clarice Lispector como algo que havia anotado, sem ter copiado também o nome do autor,  em A descoberta do mundo)

Postado por ana mariano

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • angela diz: 26 de fevereiro de 2008

    “O amor é fogo que arde sem se ver”.
    Só quem mergulha fundo,é capaz de sentir e ver com os olhos da alma.
    Ao sermos tocados pelo amor é como se olhassemos para dentro e despertássemos.
    Então todo o Universo parece pequeno diante o que sentimos.
    Faz tudo convergir ao próprio centro.
    E só o amor tem razão,pelo simples fato de não pretender tê-la.

Envie seu Comentário