Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cultos & eficientes

29 de fevereiro de 2008 2

Aqui no Uruguai a companhia de telefones celulares tem uma propaganda no rádio que simula um programa de perguntas e respostas.

 

Alguém pergunta a um rapaz – quem escreveu Don Quixote?

 

O rapaz responde – Garcia Lorca -  ouve-se aquela buzina característica de erro, tipo a buzina do Chacrinha, o rapaz corrige – não, não, foi Neruda – campainha -  não, foi Ulisses….

 

Tudo bem, a cultura deles é espanhola, então fica mais fácil saber a resposta certa e entender a propaganda, mas, sinceramente, se trocássemos Don Quixote por Os lusíadas, muita gente no Brasil continuaria sem entender . Eu mesma, até bem pouco, não sabia bem quem era Ulisses.

 

Então, há que se concordar que o nível de cultura do povo é outro.

 

Por outro lado – e, felizmente, sempre tem um outro lado –  fui a Montevidéu e esqueci meu cartão de crédito no restaurante, só me dei conta quando cheguei ao shopping.

 

Quis ligar para o restaurante para ter certeza que estava lá e tinha sido encontrado.

 

Na nota do restaurante não havia o número do telefone.

 

Fui a um balcão de vendas da mesma companhia de telefones celulares e pedi um guia para procurar o número. Não tinham ! me encaminharam para o serviço de atendimento ao cliente do próprio shopping.

 

O Serviço de atendimento também não tinha guia , mandaram que eu ligasse 122, que é o 102 daqui, fiquei mais de 15 minutos ( e não é maneira de falar) ouvindo a musiquinha e esperando que alguém me atendesse.

 

Quando desisti, a moça do serviço ao cliente, muito gentil, tentou acessar o 122 por um telefone fixo, o mesmo resultado: musiquinha….

 

Sabem como eu consegui o número do telefone do restaurante ?

 

Liguei para o Brasil !

 

Somos menos cultos, porém mais eficientes ?  Cultura e eficiência se anulam ? Não dá para se ter tudo nesse mundo? Não sei a resposta, podem tocar a buzina .

 

Talvez, dentro do que discutimos aqui de respeitar as diferenças, o melhor seja respeitar os dois – Brasil e Uruguai-  com suas diferenças.

 

PS – mas sem esquecer de rezar para um dia sermos cultos & eficientes.

 

Postado por ana mariano

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • ana mariano diz: 29 de fevereiro de 2008

    No fundo, Angela, talvez estejamos influenciados demais pelo jeito de ser americano. Na Europa, pelo pouco que sei, eficiência não exclui cultura. É uma questão de postura talvez? Vejo as pessoas “matando o tempo” com tanta bobagem, tempo não se mata.

  • angela diz: 29 de fevereiro de 2008

    Mais do que uma diferença cultural entre países se refletindo no ambiente corporativo,essa marcante diferença na disposição de agir por parte das empresas brasileiras espelha a maior sensibilidade nacional para a relação entre qualidade.É a competitividade no mercado que leva a esta mudança cultural nesta era de globalização.São diferenças que aproximam!Estamos chegando lá!!!

Envie seu Comentário