Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2012

Quando ouvi....

28 de abril de 2012 4

 Recebi de um amiga como sendo de Walt Whitman.  Não fui verificar, achei que não era necessário…

Quando ouvi, pelo fim do dia, como o meu nome havia sido
recebido com aplausos no Capitólio, ainda assim não foi
feliz para mim, a noite que se seguiu;
E, quando festejei, ou, quando os meus planos foram atingidos,
assim mesmo não me senti feliz;
Mas, no dia em que cedo me levantei, de perfeita saúde,
renovado, cantando, inalando o maduro fôlego outonal,
Quando vi a lua cheia, a oeste, ficando pálida e a desaparecer
na luz da manhã,
Quando vagueei sozinho sobre a praia e, despindo-me, me banhei,
rindo com as águas frias, e vi o sol nascer,
E quando pensei em como o meu querido amigo, o meu amante, estava a
caminho, Oh, então senti-me feliz;
Então, cada fôlego me foi mais doce – e todo o dia, meu alimento
me nutriu mais – e o belo dia passou bem,
E o seguinte chegou com igual alegria – e com o próximo, pelo fim da tarde,
chegou o meu amigo;
Naquela noite, quanto tudo estava calmo, ouvi as águas rolar
continuamente, lentas sobre as margens,
Ouvi o assobio sussurrado do líquido e das areias, como que dirigindo-se a
mim, cochichando, felicitando-me,
Porque aquele que amo dormia comigo sob a mesma coberta
na noite fria,
No sossego, nos outonais raios de luar, seu rosto inclinado
sobre mim,
seu braço em redor do meu peito, suavemente – e naquela noite  fui feliz.




Bookmark and Share

Erramos...

16 de abril de 2012 2

Quando montei meu escritório de advocacia, comecei, como todos:  devagar.

Poucos clientes, processos simples. Com o passar do tempo, as causas começaram a ficar mais complexas até que um dia me vi com um inventário  enorme, envolvendo uma quantia importante em bens e dinheiro.

Assustei-me,  senti pesar sobre mim a responsabilidade,  se eu errasse, não tinha como reparar o erro. Não conseguia dormir, andava angustiada.

Quem me salvou foi meu marido com uma frase muito simples: só não erra quem não faz. Grande verdade.

No momento em que te propões a fazer algo ( de um simples bolo a uma cirurgia cardíaca) estás te expondo à possibilidade de erro. O segredo é que essa possibilidade não pode jamais funcionar como trava.

Não podemos controlar tudo. M… acontece, como dizem os americanos ( o inventor da frase  teria sido Forrest Gump ao pisar num cocô de cachorro. Lembram do filme? )

No futebol a gente ganha, perde e empata, afirma aquela outra frase óbvia e, por isso mesmo, sábia ( muitas vezes esquecemos do óbvio).

A vida é feita de erros e acertos e  no meio deles caminhamos. 

Quem quiser se divertir um pouco acesse a página dos erros na Folha de São Paulo – erramos@uol.com.br  – é engraçada e  nos dá coragem para errarmos também.

Bookmark and Share