Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2015

Público lota teatro Pedro Ivo para ver Z.É. (Zenas Emprovisadas)

26 de julho de 2015 0

Crédito: Marco Alonso/Divulgação. Espetaculo Z.E. - Zenas Emprovisadas.

Fernando Caruso, Marcelo Adnet, Gregorio Duvivier e Rafael Queiroga farão mais duas apresentações neste domingo em Florianópolis. Foto: Marco Alonso/Divulgação

Em Z.É. (Zenas Emprovisadas) tudo pode acontecer.  As surpresas começam já na entrada, onde o público recebe uma pequena ficha para preencher com sugestões de frases e palavras que servirão de base para  Gregorio Duvivier, Marcelo Adnet, Fernando Caruso e Rafael Queiroga criarem situações hilárias e surreais ao longo do espetáculo.

Futebol, festival de dança, gírias locais, internet, tudo vira elemento para uma piada rápida e certeira. Em cartaz desde 2003 e assistida por mais de 150 mil pessoas, Z.É. é uma peça de amigos que queriam estar juntos no palco para um show sem roteiro previsível e engessado.

 

Apresentação na noite de sábado (25), em Florianópolis.

Apresentação na noite de sábado (25), em Florianópolis.

Apresentação na noite de sábado (25) em Florianópolis.

Apresentação na noite de sábado (25) em Florianópolis.

- Quando comecei a fazer o Z.É, eu tinha 17 anos, estava iniciando a carreira. O barato dessa peça é que todos somos muito amigos, uma família, parece circo! Já apresentamos em praticamente todas as capitais brasileiras e cada vez é única – conta Gregorio, que em novembro volta à Capital catarinense com outro espetáculo de improviso, o Portátil, em que atua ao lado de João Vicente de Castro e Luis Lobianco (do Porta dos Fundos) e Marcio Ballas.

Além das ideias vindas do público, há sempre um diretor convidado, geralmente um comediante amigo do grupo, que coordena a maratona de improviso e sugere desafios (em Floripa o convidado é o ator Marcius Melhem, de Zorra Total e Tá no Ar).

A possibilidade de acompanhar ao vivo o processo criativo de um comediante, o surgimento de piada em poucos segundos, uma sacada excelente, outra mais ou menos, gera uma cumplicidade imediata. Em vários momentos é impossível não se colocar no lugar do humorista desafiado e pensar “caramba, como ele vai sair dessa?”.

A “maratona” acompanhada por cerca de 700 pessoas na noite de sábado (25), no Teatro Pedro Ivo,  foi aplaudida de pé. Com pouco mais de uma hora de duração, Zenas Emprovisadas encerrou com a plateia emitindo um sonoro “aaaahh” de quem queria mais.

Como a procura foi grande, mais uma sessão foi aberta no domingo às 18h. Quem quiser conferir deve se apressar, pois restam poucos ingressos. Antes das próximas apresentações, os artistas descansam em Jurerê Internacional,  onde estão hospedados.

 

Leia entrevista com Gregorio Duvivier falando sobre a peça

 Agende-se  

O quê: Z.É. (Zenas Emprovisadas)
Quando: Domingo, 26 de julho às 18h e às 20h
Onde: Teatro Gov. Pedro Ivo, Rodovia SC-401, Km 5, 4600 – Saco Grande,
Quanto: R$ 80 inteira / R$ 40 meia. Assinantes do DC têm desconto de 50% com cartão do Clube do Assinante. Ingressos à venda no Teatro Pedro Ivo.