Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Criolo"

Criolo apresenta em Florianópolis show de Convoque Seu Buda

02 de maio de 2015 2

_26B6279                                                                                                                                     Fotos Diórgenes Pandini (Agência RBS)

O rapper Criolo passou por Florianópolis na noite de sexta-feira, com o show da turnê de seu terceiro álbum, Convoque Seu Buda, lançado em novembro do ano passado e que ainda não tinha passado por Santa Catarina. O show ocorreu no Lagoa Iate Clube (Lic), em Florianópolis, mesmo lugar da última apresentação (setembro de 2014) do rapper paulista em SC.

Em entrevista ao Anexo, Criolo fala do novo disco, dos Racionais, faz uma declaração de amor aos palcos e lembra o show do ano passado no LIC

Em uma hora e meia de puro espetáculo, Criolo mostrou-se ainda melhor. Um show bem resolvido, com um ótimo aparato de iluminação, construído a partir de Convoque Seu Buda, mas mesclando de maneira certeira hinos de Nó na Orelha(álbum de 2011 que o consagrou), como Não Existe Amor em SP e Subirusdoistiozin. Sons cantados em coro por um público apaixonado por seu ídolo, que chegava a gritar: “Criolo, Criolo, Criolo”, no intervalo entre uma música e outra. Aliás rapazes, as belas meninas – tinha mesmo muitas mulheres bonitas no show – e casais de namorado mostraram que são uma legião de fãs fiéis: também levaram no gogó as novas músicas do terceiro álbum – destaque para a explosão com Convoque Seu Buda, música que abriu o show. Cartão de Visita transformou o LIC num perfeito bailinho black. Côsa Linda.

Talvez a experiência, talvez a proximidade de Ivete Sangalo (o cantor viaja o Brasil ao lado da experiente musa baiana no Projeto Nívea Viva, que homenageia Tim Maia) tenham tornado Criolo ainda mais profissional. Ele está mais à vontade nas conversas, brincadeiras e interação com o público. Mantém seus momentos de transe, de showman – em que se entrega à musicalidade da sua superbanda, orquestrada pelos produtores Daniel Ganjaman, Marcelo Cabral e DJ DanDan - este eterno parceiro de Criolo, ainda nos tempos de Criolo Doido, antes de Nós na Orelha.

Segue com o tom profético de suas apresentações e discursos, proclamando “mais amor sempre” , evocando a “energia do universo” e lembrando que “todo mundo tem um lado bom”. É, sem dúvida, um cara de palco – capaz de colocar uma multidão para dançar, cantar e celebrar com ele (se você ainda não foi a um show de Criolo, meu amigo, sério, você está marcando). Mas está mais objetivo,, finalizando bem cada som e chamando o coro do público na hora certa.

Ficou a sensação de que o LIC, e sua vibe salão de formatura, é pouco estruturado para receber um artista no nível de Criolo. Ainda assim quem foi acordou neste sábado de alma lavada.

 

Floripa é o palco do último show de Nó Na Orelha, de Criolo

20 de setembro de 2014 0

criolo1

 

Floripa teve o privilégio de ser o último palco do show Nó na Orelha, de Criolo. Desde 2010, quando lançou este disco que mudou sua carreira, o rapper vem se apresentando Brasil afora com a turnê, intercalando também com shows em parceira com Emicida.

“A gente achou que tinha feito o último show do Nó na Orelha há um mês. Mas, olha aí, quis o destino que a cidade de vocês recebesse o último. Muito obrigada” disse o rapper logo no início do show, lembrando que em novembro sai o fresquinho disco novo do músico paulista.

A apresentação rolou no Lagoa Iate Clube, o LIC, na Lagoa da Conceição. E quando show deu aquela atrasadinha básica o público já começou a gritar em coro: Criolo, Criolo, Criolo, Criolo, o que nem sempre acontece – afinal às vezes ficamos ali esperando pacientemente.

Aqueles gritos deram o tom do que seria a apresentação: uma sintonia especial entre músicos e público, cantando junto quase que todas as músicas. E, mesmo depois do bis, a galera gritou: mais um, mais um, mais um.

Mas não teve!

Confira entrevista com Criolo durante passagem de som no LIC

Não é à toa que o rapper se distingue dos outros parceiros de seu gênero, apontado com uma boa nova da MPB – pena que descoberto só agora pelo grande público. Ele  já tem 20 anos de carreira. Criolo tem presença de palco como poucos, energia em doses estratosféricas, um maestro que direciona público e comanda músicos para uma festa em altas vibrações.

 

Ele também usa e abusa de outros recursos que não só o rap. Evoca Bob Marley num reggae delícia. Parte para o brega numa canção romântica e a galera vai junto. Solta os bichos no samba e todo mundo se joga. E, assim, perpassa por todas as canções de Nó Na Orelha e também toca os dois singles lançados recentemente no iTunes e que devem estar no disco novo, Duas de Cinco e Cóccix-ência.

criolo2

Em todo o show, está sempre transitando entre o amor e a agressividade. Seja na voz às vezes doce, às vezes gritada. Seja no Amor em SP ou em versos duros, reais, cruéis que escancaram desigualdade e preconceito.


Mas a solução é para ele o Amor. Assim pára o show e seu grande parceiro, tão atazanado quanto ele no palco, o dj Dan Dan pede para que o público se abrace – mesmo que o carinho seja no desconhecido ao lado. Criolo emenda desejando muita luz a todo mundo.

Há de se aplaudir também a produção do show: tranquilidade para chegar ao LIC, para entrar, para sair… para comprar bebidas. Banheiros limpos, enfim, tudo que a gente quer diante de um espetáculo tão especial.

Que venha novembro!

 

criolo3

Papo com Criolo após passagem de som no LIC

19 de setembro de 2014 1

criolo2

Eram quase 18h desta sexta e acontecia a passagem de som do show de Criolo, rapper que se apresenta esta noite no Lagoa Iate Clube em Floripa. Corremos pra lá para um breve papo com o músico e, sim, tinham alguns fãs  afoitos para tirar fotos com ele. Depois dos cliques, uma conversa de não mais que 10 minutos em que Criolo falou sobre eleições, disco novo e um pouco das sua história. A seguir os principais trechos.

 

Grajaú

“A gente mora onde a gente é feliz. Eu tenho um lugar perto da Cracolândia (em São Paulo), onde eu fico só porque é perto do meu trabalho. Mas eu sou feliz no Grajaú. Então é lá que eu moro.”

(Criolo é do Grajaú, na Zona Sul de São Paulo)

 

Eleições

“É um momento histórico por serem duas mulheres (Marina e Dilma) na disputa e também pelas questões que levaram essas duas a chegarem na disputa. Essa conjectura é muito interessante de observar”

 

Novidades do disco novo

Não tem novidade. Um disco, independentemente de sonoridade, é aquilo que você está vivendo, suas experiência de vida, o que você está sentindo. O disco é parte de mim. Apenas isso.

(O disco novo sai em novembro)

 

Uma oportunidade

Você conhece a histórinha do Nó na Orelha? Eu tinha completado 20 anos de carreira e decidido que não ia mais cantar. Então aquele era um som dos 20 anos de carreira, mas não ia gravar. Um amigo produtor falou: tem uma coisa boa aqui. Vamos gravar. E olha o que aconteceu???? Uma única oportunidade mudou a minha vida e pode mudar a vida de muitas pessoas.

(Nó na Orelha é o segundo disco de estúdio de Criolo. Foi lançado em 2010 e mudou a carreira dele, tornando-o conhecido do grande público e super elogiado pela crítica. Depois do disco o músico passou a fazer shows pelo Brasil e engatou turnês internacionais)

 

Depois do sucesso, outra visão de mundo

Não. A minha visão de mundo é a mesma. Mesmo tenho outras experiências, tudo é experiência, o que seu sempre vivi no Grajaú também eram experiências. Então não mudou nada.

 

Educação

Imagina se as pessoas fossem criadas preservando suas individualidades? Você acha que elas iam se permitir serem catequisadas para apertar um botão? Hoje nós somos criados para trabalhar para alguém. O cara nasce, cresce, estuda para trabalhar para alguém. Direitos iguais em oportunidades na educação deve ser o caminho para as pessoas desenvolverem suas potencialidades.

 

Floripa

A vida é muito dura. Só conheci Floripa por fotos. Não tinha grana pra viajar. E agora só venho a trabalho, faço o show e viajo pela manhã. Não conheço a cidade.

 

Ah.. detalhe, ele usava um boné do Corinthians. Brinquei com ele por ser torcedora do São Paulo. Ao que ele retrucou: “Importante é que a gente gosta de futebol. Teremos um bom duelo domingo” (sobre o jogo do Brasileirão entre São Paulo e Corinthians

 

AGENDE-SE

Quando: sexta-feira, às 21h abertura dos portões. Criolo sobe ao palco meia-noite.

Onde: Lagoa Iate Clube – LIC (Rua Hipólito do Vale Pereira, 620, Lagoa da Conceição, Florianópolis)

Quanto: R$ 100 (1º lote) e R$ 70 (meia, 2º lote), à venda no site www.gorockbee.com

Informações: www.criolo.net / (48) 3207-8859