Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "fotografia"

Psicodália: o Carnaval mais psicodélico de Santa Catarina em fotos

18 de fevereiro de 2015 0

DPandini-7471

Psicodália é um festival de música que ocorre no Estado desde 2006, durante o Carnaval. É uma opção alternativa à folia para quem curte rock n’ roll e seus derivados. Os seis dias de festa e acampamento, na Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho, foram marcados por muita música progressiva, psicodélica e regionalista, além de rock rural e estilos como jazz, blues, MPB, soul e reggae.

DPandini-8677

A chuva e a lama, apesar de terem desanimado algumas pessoas, não impediram que o maior festival de SC de música independente acontecesse intensamente com todas as suas cores e clima “woodstockiano”.

DPandini-7778

As imagens são de autoria do fotógrafo Diorgenes Pandini, da Agência RBS, que tentou traduzir o que viveu em um ensaio de imersão durante o evento.

Uma experiência de arte contemporânea no Duna Feira de Arte

06 de setembro de 2014 0

IMG_1247
Cheguei ao Duna Feira de Arte no meio da tarde, pouco antes de acabar a luz no Bairro Cacupé, no Norte da Ilha – o que atrapalharia os trabalhos daquela galera afim de mostrar que Floripa não é só praia numa tarde de sábado.

Ainda não conhecia o evento que está na sexta edição e na segunda em 2014. Encontrei alguns conhecidos - a gente sempre encontra um conhecido em Floripa – e isso é por demais valioso nestes tempos de Lucy (a loucura veloz deste filme com Scarlett não sai da minha cabeça).

Esta edição foi dedicada à fotografia. Vinte artistas – a maioria catarinenses - expunham no Estúdio Brandão Fotografias trabalhos que tinham como base a fotografia. Alguns, fotos  genuínas e clássicas… Outros com colagem, intervenções, manipulações. Pura arte contemporânea.

Ainda influenciada por Lucy, encantei-me pelos trabalhos mais minimalistas, como o da catarinense Joana Amaranth. Desde 2010, ela cria a obra Registros. Fotografa com uma câmera digital imagens que lhe chamam atenção durante as viagens pelo mundo: pode ser a cidade de Antônio Carlos, logo ali, ou Berlim. Imprime-as em formato polaroid e escreve mensagens , com horários do dia.

- O objetivo é completar 24h. Não faço as fotos e escrevo a frase simultaneamente. Faço as fotos e depois de muito tempo vem a frase, às vezes pescada num filme ou em algo que ouvi - contou-me Joana.

“10:01 às vezes preciso de ar”

IMG_1258
Em formatos de imã, as polaroids custavam R$ 8 e faziam sucesso entra o público

IMG_1257
Os valores das obras cabiam em todos os bolsos. Telas de R$ 6 mil a fotos menores de R$ R$ 30.

IMG_1244


Caio César (tela das bananas lá ao fundo), Tiago Franco e Fernando Weber (organizadores do evento), Juliana Hoffmann, Paulo Gaiad são alguns dos artistas que participaram.

Depois do rolê, vem outra experiência sensorial. O barato do Duna são os complementos. Comidinhas deliciosas como panini acompanhado de saladas, muffins e rocamboles salgados, quichês, suco verde e drinks – muitos drinks diferentões – faziam a cabeça da ainda pouca gente que estava no local.

- Lota mesmo no final de tarde – disse-me Tiago.

O som é “música eletrônica para adultos“, uma definição que ouvi (e gostei) do Tiago. Os Djs Caetano, Konnin e Binho tocavam house e tech house.

Para finalizar o espaço da Ubber Store. A multimarcas chique da Av. Madre Benvenuta, no Santa Mônica, tem apostado em participar de eventos externos para levar suas peças estilosas para um público maior. Vale dar uma olhada nas camisetas da estilista Camila Salles. É a primeira vez que a Ubber compra a coleção da criadora de São Paulo. As camisetas são lindas demais!

IMG_1250

 

Duna não tem data para acontecer de novo. Vai rolar de novo, mas a feira acontece de maneira aleatória de acordo com a espotaneidade dos envolvidos no evento. Vale ficar de olho no Facebook. Os caras são bem ativos por lá.