Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Lagoa da Conceição"

Bixiga 70 mistura música afro, latina e brasileilra em Florianópolis

26 de outubro de 2014 1

A banda paulistana Bixiga 70 fez outro show nesta sexta-feira, 24, trazendo consigo toda a animação da música instrumental afro, latina e brasileira. O grupo, composto por 10 integrantes, tocou no Green Park Music Hall, perto da Praia Joaquina, em Florianópolis, pela segunda vez este ano. Além da superbanda, a festa de aniversário de três anos da produtora WhataFunk? também contou com a presença de KL Jay, DJ do grupo Racionais MC’s, e a Brass Groove Brasil, banda com referências no hip hop, jazz e blues.

Ariel Martini, Divulgação

Foto: Ariel Martini, Divulgação

O show, que tenta resgatar ritmos como funk, soul e afrobeat, contou com a mistura de ritmos africanos com dub, rock e a música de terreiro do Bixiga 70, que já esteve na Ilha em junho deste ano. Os paulistanos da Rua Treze de Maio, número 70, localizada no bairro Bexiga, em São Paulo, trajavam camisas florais e listradas, como se estivessem sido arrancados dos anos 70 e tocaram músicas do primeiro e segundo álbum, ambos sem título, e ainda tiveram que atender a três chamados do público, que pedia bis a cada vez que eles ameaçavam encerrar.

Tocando uma releitura de Deixa a Gira Girá – música de candomblé gravado pelos baianos Os Tincoãs -, o Bixiga 70 incendiou o Green Park com uma energia que reverberava nas danças de quem estava em frente ao palco. As pessoas esboçavam sorrisos, chegando a uma animação que transformou-se em uma espécie de ciranda, que tomou mais da metade do espaço da pista.

No fim da noite, KL Jay subiu no palco e trouxe um repertório que mistura pop e rap. Além de tocar, o DJ também tinha uma presença de palco que cativava o público. A cada transição de música ou efeito que produzia no som, ele mexia os braços e esboçava uma expressão como se estivesse em casa, ouvindo música e se espantasse com o que ouvia. Enfim, o espetáculo, que já garantia boa música, também teve uma boa encenação.

Selton Mello aparece de surpresa na reinaguração do Confraria Club

22 de outubro de 2014 0
Selton Mello com Domingos Filho, um dos sócios da casa

Selton Mello com Domingos Filho, um dos sócios da casa. Foto: Darline Rodrigues Santos, divulgação

Após receber show do rapper Emicida, no dia 13 de setembro, o Confraria Club, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, fechou as portas anunciando uma reforma. Pouco depois de um mês, a casa reabriu ontem com um coquetel para imprensa e convidados, sob o comando de um novo grupo gestor formado pelos empresários Domingos Filho, Lucas Nummer e Tiago Santos.

Diante do pouco tempo, não houve uma grande reformulação estrutural. As principais mudanças estão concentradas na entrada, que passa a ser feita pela lateral – com um deck externo, e na pista de dança: foram extintos os camarotes que acabavam dividindo as pessoas e a cabine do DJ agora tem um posicionamento central, mais acessível ao público. O conceito é o de aproximação mesmo. Fora isso, o que mudou foi decoração.

Em meio a muita bebida (champanhe, uísque, drinques como mojito, sex on the beach e aperol spritz), porções de risoto de camarão e de penne ao funghi e filé mignon e docinhos, a grande surpresa da noite foi a presença do ator e diretor Selton Mello, que apareceu de surpresa e ficou circulando pelo lugar até o final da festa em meio a mocinhas com seus vestidinhos tão curtos quanto justos.

Diferentemente do que deve estar acostumado, ele circulou tranquilamente, sem ser importunado. Sua presença (pásmem!) pareceu não impressionar aquelas mesmas mocinhas de trajes sumários, que (eu vi!) chegaram a ignorá-lo em uma rodinha de conversa. Enquanto isso, em outra roda, os jornalistas lutando contra a vontade quase incontrolável de ir lá importunar o cara para bater um papo-cabeça e elogiar o trabalho de direção incrível da série Sessão de Terapia, do GNT (tá, essa parte da tietagem pode colocar na minha conta).

Enfim, depois da festa de reinauguração, este novo ciclo do Confraria Club começa com a apresentação dos DJs Jesus Luz, na sexta-feira, e Andy Redanka, no sábado. A programação da casa segue assim: projeto Open Format, com diferentes ritmos e estilos musicais sendo contemplados às quintas ou sextas-feiras, e e-music nas noites de sábado (uma vez por mês haverá um evento voltado para o público adolescente). Outras novidades são um projeto de entretenimento para a terceira idade aos domingos, a partir de dezembro, e inauguração de um espaço gastronômico, ainda sem data confirmada.