Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Ri Catarina"

Palhaçada Boa no Ri Catarina

02 de novembro de 2014 0

Se foto e texto tivessem som, você leitor estaria ouvindo agora gargalhadas. Mas daquelas de tirar o fôlego, das que fazem rolar de um lado ao outro no chão, em risos agudos e sinceros.  Na abertura  do Festival Internacional de Palhaços Ri Catarina, Carolino e Teotônio, palhaços do coletivo paulista Lume Teatro, protagonizaram cenas ridículas, delicadas e de doce ternura no espetáculo Cravo, Lírio e  Rosa.

image (17)ricat

Foi pouco mais de uma hora e meio de espetáculo, sem falas, mas rico em expressão facial e gestos. Cravo, Lírio e Rosa já está há 19 anos no repertório do grupo. A história não é inédita: dois patetas que chegam com suas malas. Dentro delas objetos simples que abrem portas para um universo ingênuo e lúdico dos dois palhaços.

LEIA TAMBÉM

Programação completa do Ri Catarina
Circo da Dona Bilica é um dos espaços culturais mais importantes de Florianópolis

A performance foi construída a partir da interação clássica entre dois palhaços (quem lembra da famosa dupla do cinema O Gordo e o Magro?). Apesar de não ter texto, a relação humana entre os dois e a plateia é a matéria prima, em jogos de cena e gags talvez até batidos, mas de certa forma executados com maestria e originalidade. Os dois palhaços se opõem e ao mesmo tempo se complementam: um é mais tímido, ingênuo e o outro é exibido e mandão.

Cenas hilárias, gargalhadas sinceras. O espetáculo que abriu o festival comprova a qualidade do Ri Catarina, que nesta quarta edição é realizado sem apoio do Governo do Estado – apesar de ter projeto aprovado para receber recursos do Funcultural. É um festival importante no Brasil por reunir mestres mundiais na arte da  palhaçaria, que vão apresentar até o próximo domingo as diferentes linguagens de palhaço.

image (17)ricat 2

Público é quem patrocina

Em atitude louvável e corajosa, a Cia Pé de Vento Teatro, idealizadora  do evento, optou por realizar o Ri Catarina mesmo sem apoio público. Convidou o público a refletir sobre o valor da  arte e a pagar o preço que achar justo pelas apresentações. Na primeira noite o público aderiu à ideia e lotou o Circo da Dona Bilica, sede da Pé de Vento Teatro e do festival.

Na entrada, um painel trazia a seguinte mensagem: Você é patrocinador do Ri Catarina. Na abertura, o ator e  palhaço Pepe Nuñez fez uma fala emocionada em que ressaltou o carinho e a dedicação com as quais estão realizando o festival.

Neste domingo tem mais. Às 19h o grupo AtrapaTrupe, de Florianópolis, apresenta  o espetáculo Super Banda.

image (17)ricat 3