Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Femusc"

Femusc

04 de abril de 2014 0

O Instituto Femusc realizador do Festival de Música de Santa Catarina está solicitando aos escritórios de contabilidade para que orientam clientes quanto à possibilidade de investirem 6% e 4% do valor devido ao fisco para fins culturais. Com o apoio ao projeto com base na Lei Rouanet o Instituto Femusc inicia os preparativos para a edição 2015, que marcará a décima edição do mais importante festival-escola de música erudita da América Latina.

DOAÇÕES

Empresas e pessoas físicas que optarem pelo repasse de recursos ao evento receberão como contrapartida placa de reconhecimento e ingressos exclusivos para os concertos. Mais informações pelo telefone 3373-8652 ou pelo e-mail financeiro@femusc.com.br .

Homenagem especial

09 de fevereiro de 2013 0

foto: Cesar Castro/Femusc/Divulgação

Entre tantos momentos especiais que marcaram o Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) que agitou Jaraguá do dia 20 de janeiro a 2 de fevereiro, um que ficará guardado na memória de quem prestigiou a oitava edição do evento. Foi a homenagem aos fundados da Sociedade Cultura Artística (Scar). Para lembrar a trajetória de Adélia Fischer, idealizadora da pequena orquestra que deu origem à entidade, berço do Femusc, foi entregue uma placa ao casal Fernando e Yara Springmann, ela filha de Adélia e ele primeiro presidente da Scar, além de Werner Voigt e Walter Hertel, todos integrantes da orquestra. Da esquerda para a direita: Walter Hertel, Werner Voigt, Yara, Fernando, e Paulo César Chiodini, presidente do Instituto Femusc.

Gala

31 de janeiro de 2013 0

foto Cesar Castro/Femusc, Divulgação

Rosemarie e Waldemar Behling conferindo mais uma noite de gala do Femusc, no Centro Cultural da Scar.

Femusc

22 de janeiro de 2013 0

(Foto: Chan/Femusc/Divulgação)

Alex Klein, diretor artístico do Femusc, dá as boas vindas ao empresário Wander Weege (E), à colunista do Portal IG, Mona Dorf , e ao governador de Santa Catarina, João Raimundo Colombo na abertura do festival que ocorreu domingo

Público poderá acompanhar aulas Master Classes no Femusc

10 de janeiro de 2013 0

Uma das novidades que o Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) oferece em 2013 é a possibilidade de o público acompanhar as aulas Master Classes. As Master Classes são reservadas somente aos alunos com melhor desempenho instrumental de violino, viola, violoncelo, piano e oboé. São estudantes do Programa Avançado, com maior nível de exigência, que estarão ao lado dos professores Leon Spierer, Ricardo Castro, Richard Young, Bernhard Loercher, entre outros nomes do corpo docente do Femusc.
A programação das Master Classes ocorre durante o período de realização do Femusc, de 20 de janeiro a 2 de fevereiro. As atividades se concentram nas quartas-feiras, das 11h ao meio-dia, sendo as de piano no Centro Cultural da Scar, e as outras no campus da Católica de Santa Catarina. Assim como toda a programação o acesso ao público é gratuito. Interessados podem conferir e escolher a classe de sua escolha visitando o site do Femusc (www.femusc.com.br), em “Programação”, e procurar nos dias 23 e 30 quais classes gostaria de ouvir. Outras informações no site do Femusc ou pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477.

Saiba como retirar ingressos para o Femusc

09 de janeiro de 2013 0

Como ocorreu nas edições anteriores, a retirada de ingressos para as apresentações do Femusc (Festival de Música de Santa Catarina) será feita com dois dias de antecedência às datas da programação ou até uma hora antes dos espetáculos. A orientação é da direção executiva do Instituto Femusc, com o objetivo de organizar a distribuição dos ingressos e dar oportunidade a mais pessoas acompanharem as apresentações. Não será possível fazer reservas de ingressos.
Em sua oitava edição, o Femusc ocorre de 20 de janeiro a 2 de fevereiro com uma grade de cerca de 200 apresentações, todas com acesso gratuito. Outras informações no site www.femusc.com.br e ou pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477.

Femusc começa no dia 20 de janeiro

24 de dezembro de 2012 0

Para quem pensa que janeiro é parado em Jaraguá é porque não conferiu ainda o Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) que será realizado  de 20 de janeiro a 2 de fevereiro, no Centro Cultural da Scar. A oitava edição do festival abre o calendário cultural de Santa Catarina em 2013. Segundo o  diretor artístico do Femusc Alex Klein, a programação está sendo preparada com todos os detalhes. Como 2013 é o “Ano da Alemanha no Brasil”, já estão confirmadas a apresentação da “Sinfonia no 4″, de Johannes Brahms, com a Orquestra de Professores sob a regência do próprio diretor artístico, e a “Sinfonia Alpina”, de Richard Strauss, apresentada pela Orquestra Sinfônica do Femusc e com regência da maestrina inglesa Catherine Larsen-Maguire, que vem pela primeira vez ao Festival.

Conheça os sons mais diferentes do Femusc

02 de fevereiro de 2012 0

Na edição do “AN” Jaraguá que estará disponível nesta sexta-feira (3/2), a repórter Daiane Zanghelini apresenta a história de músicos que se dedicam a instrumentos pouco conhecidos fora do círculo do gênero erudito. Todos estão em Jaraguá do Sul, participando do Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) de 2012.

Para não deixar os leitores na curiosidade, separamos abaixo vídeos de uma seriezinha produzida pela gravadora Trama que foi ao ar nos intervalos da TV Cultura em 2008. Com eles é possível conhecer alguns dos sons produzidos pelos intrumentos mostrados pela reportagem: tuba, vibrafone, oboé e fagote.

Abra os ouvidos aos novos sons!

Tuba

Oboé

Fagote

Vibrafone

Femusc distribuiu ingressos para abertura

18 de janeiro de 2012 0

Estão a disposição os ingressos para o Concerto de Abertura do Festival de Música de Santa Catarina, que começa no próximo domingo. Os bilhetes podem ser retirado no Centro Cultural da SCAR, que fica na Rua Jorge Czerniewicz, 100 – o lado do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul e são limitados a dois por pessoa. O Centro Cultural funcionará das 7 às 22h30, sem fechar para o almoço. A entrada da série “Grandes Concertos” serão gratuitas e os ingressos distribuídos sempre dois dias antes do evento. A abertura do festival ocorre às 20h, com noite de autógrafos e lançamento de CD com os professores do Femusc o violonista Mario Ulloa e o violinista Daniel Gudes.

Estão a disposição os ingressos para o Concerto de Abertura do Festival de Música de Santa Catarina, que começa no próximo domingo. Os bilhetes podem ser retirado no Centro Cultural da SCAR, que fica na Rua Jorge Czerniewicz, 100 – o lado do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul e são limitados a dois por pessoa. O Centro Cultural funcionará das 7 às 22h30, sem fechar para o almoço. A entrada da série “Grandes Concertos” serão gratuitas e os ingressos distribuídos sempre dois dias antes do evento. A abertura do festival ocorre às 20h, com noite de autógrafos e lançamento de CD com os professores do Femusc o violonista Mario Ulloa e o violinista Daniel Gudes.

Cidade preparada para o 7º Femusc

17 de janeiro de 2012 0

A música vai invadir Jaraguá do Sul durante o 7º Festival de Música de Santa Catarina (Femusc). Mais de 600 músicos entre alunos e professores, de 15 estados brasileiros e de 28 países  passarão duas semanas entre 22 de janeiro a 4 de fevereiro para o maior festival-escola não competitivo do Brasil. Mas e a cidade está preparada para receber os instrumentistas, regentes, bandas e maestros?
O diretor-executivo do Femusc Fenísio Pires Júnior acredita que o Festival já promoveu mudanças de paradigma em Jaraguá do Sul. “Se comparar as opções de lazer, gastronomia e hospedagem no começo do Festival com agora esses segmentos apresentaram um grande avanço. Já evoluímos muito, tanto o Femusc como a cidade. Mas se preparar para receber os visitantes é algo que deve ocorrer todos os anos”, opina.
O diretor explica que o Instituto Festival de Música, que realiza o evento, trabalha com um tripé: a educação, o produto cultural e o produto turístico. “O Femusc virou um produto turístico. Queremos aproveitar os turistas das praias para visitarem Jaraguá do Sul durante o Festival”, explica. Para divulgar o evento e a cidade, reportagens em revistas como Guia TAM, revista de bordo da TRIP e Guia 4 Rodas trazem o Femusc como opção para quem estiver no Estado.

HOTÉIS

Fotos: Piero Ragazzi

Depois de um dia inteiro de aulas e concertos um bom lugar para descansar o corpo e a mente é fundamental. A gerente geral do Hotel Mercure, Vanessa Floriani, disse que o local está preparado para receber os visitantes. Segundo ela, o setor de hotelaria começou a se beneficiar do Festival apenas nos últimos anos. “No começo a procura não era grande. Mas no ano passado melhorou bastante com cerca de 15 apartamentos ocupados. A nossa hospedagem vai de segunda a sexta-feira e quando emenda o fim de semana é excelente”, comemora Vanessa, informando que ocupação normal no fim de semana é de 15% e chega a 70% com o Femusc.
Para este ano, a previsão é que 20 apartamentos sejam ocupados por pessoas ligadas ao Festival. “A expectativa é maior ainda. Sabemos que a tendência do Festival é aumentar a cada ano. Queremos que o Femusc seja para Jaraguá como o Festival de Dança é para Joinville”, deseja. O hotel não faz nenhuma preparação especial para o Festival, mas matem em seu quadro oito recepcionistas bilíngues, dispões de folhetos de programação e todos os funcionários estão inteirados de como funciona o Festival.

ALOJAMENTO

Quem não tiver condições de pagar por um hotel não ficará sem ter onde dormir. Três escolas da cidade servirão de alojamento. A escola Albano Kanzler acolherá as mulheres,  o Alberto Bauer e o Abdon Batista os homens. No total são 350 vagas e cada sala terá dez colchões que serão disponibilizados pela organização. Os músicos terão apenas de trazer a roupa de cama. As escolas possuem local para banho, mas a cozinha não ficará aberta. As refeições serão no Restaurante Panorâmico da Scar e o custo foi incluso na inscrição.

ESCOLAS DE IDIOMAS

Por ser um festival internacional a primeira necessidade quando o assunto é melhor atender os visitantes é o idioma. Agora, saber se os alunos de escolas de inglês e espanhol procuram melhorar o segundo idioma por causa do Femusc, é quase impossível. A assessora de marketing do CCAA, Caroline Fert, explica que sempre há novas matrículas, mas nenhum aluno informou que o motivo dos estudos seria o Femusc. “A procura maior é por pessoas que trabalham em hotéis. Mas também não pelo Femusc, mas pelo turismo empresarial”, justifica. Para Caroline, se tivesse procura seria interessante, tanto como preparação para a cidade receber os turistas estrangeiros quanto para as escolas de idiomas.

NA PONTA DA LÍNGUA

Se depender do taxista Claudio Roberto Sbardelati (foto) nenhum estrangeiro ficará sem se comunicar durante o Femusc. Há dois anos ele sentiu necessidade de falar um segundo idioma e encarou o desafio. “Vem muitos estrangeiros para Jaraguá do Sul não apenas no Femusc, mas durante o evento é quando mais pratico o idioma”, admite. A previsão de Claudio é que as corridas aumentem em 20% nas duas semanas de Festival. Entre os clientes os professores são os que mais procuram o serviço. “Tem que ter um diferencial.  Estudo inglês pela necessidade de me comunicar com os clientes de fora e isso inclui os músicos”.

TAXISTAS

O fato da prefeitura disponibilizar transporte para levar os alunos e os instrumentos até a Scar faz com que os taxistas do terminal rodoviário quase não percebam aumento de serviço nos 15 dias de Femusc. O primeiro secretário da Associação de Taxistas de Jaraguá do Sul,  Charles Roberto Wasch, acredita que o aumento nas corridas deve ser apenas de 10%. “No Centro sei que aumenta um pouco por causa do translado dentro da cidade, mas na rodoviária quase não tem diferença. Há três anos éramos nós que transportávamos os músicos. Mas por causa do tamanho dos instrumentos ficava bastante difícil”, relata Wasch. A associação foi fundada em novembro do ano passado e conta com cerca de 20 sócios.

RESTAURANTES

Não é de apenas notas musicais que vive um músico. Eles também precisam comer. O coordenador do Núcleo de Gastronomia da Acijs, David Jorge Almeida, acredita que os restaurantes da cidade devem ter um incremento de 20% nas vendas de refeições durante do Femusc. Em novembro de 2011, o núcleo realizou um curso para garçons que contou com uma preparação diferenciada. O treinamento envolveu 15 restaurantes e ensinou boas práticas de atendimento. Um curso básico de inglês deve ser oferecido ainda esse ano. “Ano passado não deu tempo de abordar o inglês no curso. Temos essa preocupação não apenas com os restaurantes do Centro, mas ao redor, que aumenta muito o número de clientes na época do Femusc”.

À VONTADE

Os estrangeiros, sobretudo dos países da América Latina, tem um local para se sentir em casa durante o Festival. O restaurante especializado em comida mexicana Arriba Mexican Bar é um dos locais mais procurados pelos músicos. O sócio do Arriba, Carlos Alberto Piloto (foto), acredita que pelo fato do bar ser temático atrai mais os visitantes. “Restaurantes mexicanos são muito comuns nos grandes centros e isso é um referência importante”, garante. Segundo Piloto, a previsão é que o movimente aumente cerca de 15% nos dias de festival. “Durante os fins de semana quase não sentimos diferença porque a casa sempre está cheia. Mas durante a semana é que notamos a presença dos músico”. Para atender esse público diferenciado, Piloto disponibiliza cardápio bilíngue, além disso, ele e mais duas pessoas que trabalham no local falam inglês.