Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O verão pode ir embora. O bronzeado, não

10 de fevereiro de 2012 0


Confira dicas para manter a cor dourada por mais tempo na pele. Foto: Charles Guerra

Falta pouco mais de um mês para o verão acabar e aos poucos o bronzeado também vai se despedindo. Ingerindo os alimentos certos e cuidando da pele da forma adequada, a corzinha dourada pode até durar mais tempo. Todo cuidado é pouco quando o assunto é exposição ao sol. As queimaduras solares aceleram o envelhecimento da pele e ainda aumentam os riscos de câncer. O ideal é evitar pegar sol a ponto de deixar a pele vermelha. Protetor solar ainda é a melhor maneira de garantir um bronzeado saudável.

“O bronzeado significa que a pele está reagindo aos efeitos nocivos do sol (raios UVB), que causam aquele avermelhamento. A radiação provoca a formação de radicais livres que agridem todas as estruturas da pele: células, vasos e fibras“, explica a médica dermatologista Carla Botasso. “A radiação solar ativa a melanina, que é uma proteína que confere pigmentação à pele e aos cabelos”, complementa a nutricionista Rafaela da Silva.

Se a exposição ao sol for inevitável, os antioxidantes, como cápsulas da planta Polipodium Leucotomus, betacaroteno e licopeno, são bons aliados do protetor solar. “Há estudos que comprovam que a ingestão destes produtos ajudam a proteger a pele contra os danos nocivos do sol e reforçam as defesas cutâneas”, revela a dermatologista.

A alimentação é outra garantia de que a pele estará bem cuidada. O recomendado é beber entre 1,5 e 2 litros de água por dia. Inserir no cardápio alimentos ricos em betacaroteno e vitamina C também contribuem para manter o bronzeado, auxiliam na formação da melanina e combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento da pele. Mas, não exagere nas doses. “Há risco de surgir um tom amarelado artificial. Para saber se você está ingerindo grandes quantidades de betacaroteno, observe a palma das mãos. Se ficar amarelada, é sinal de acúmulo da substância”, orienta Rafaela. Hidratação é fundamental, pois a exposição prolongada ao sol resseca a pele. Portanto, não economize no creme hidratante.

Cuidados também com o bronzeado artificial

Especialistas vivem dizendo que bronzeado saudável de verdade só o artificial. Mas, se você não cuidar da pele, o dinheiro é mal empregado e a cor ainda pode ficar disforme. “É preciso ter cuidado com bronzeamento artificial feito com máquina e lâmpadas. Por trazerem malefícios à saúde e aumentarem os riscos de câncer de pele, muitos equipamentos não são aprovados pela Anvisa”, afirma Janaina Fantoni, dona de uma clínica de estética em Joinville. 

A vantagem de fazer bronzeamento artificial é que o produto aplicado traz na fórmula diversas substâncias que ajudam o rejuvenescimento e a hidratação da pele. A esfoliação antes da sessão de bronzeamento é fundamental. “A esfoliação remove a camada de células mortas, proporcionando a ação do produto, que dura entre uma semana e dez dias”, explica Janaina. A hidratação intensa por meio de sabonetes e cremes não é recomendada no caso no bronzeamento artificial. Estes produtos fazem com que a cor desbote mais rápido.

Dicas valiosas

- Adotar um cardápio rico em carotenóide e vitamina C (acerola, kiwi, limão e laranja)
- Beber de 1,5 a 2 litros de água por dia
- Hidratar a pele
- Evitar banhos muito quentes
- Ingerir cápsulas de antioxidantes

Onde encontrar betacaroteno

- Cenoura
- Mamão
- Abóbora
- Damasco
- Manga
- Batata doce
- Couve
- Repolho
- Espinafre
- Agrião
- Brócolis

Envie seu Comentário