Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Thumbnail

Veja o passo a passo da receita da Lasanha de Três Queijos

Na manhã deste sábado (9), Anonymus preparou uma saborosa Lasanha....

Thumbnail

Na cozinha, a arte da lentidão

Josep Pla, antes de morrer aos 84 anos de idade,...

Thumbnail

Direto da Fenakiwi, Anonymus mostra o preparo da Bolo de Kiwi

Anonymus Gourmet foi para Farroupilha e visitou a Fenakiwi. Lá...

Thumbnail

Panqueca de Banana para as férias

Você deve estar com seus filhos em casa nesse período...

Thumbnail

Eu fiz assim: Bolo de Arroz e Espinafre

Você que é fã de invenções na cozinha e adora...

Na cozinha, a arte da lentidão

19 de setembro de 2014 0

Josep Pla, antes de morrer aos 84 anos de idade, escreveu em catalão os 46 volumes de sua Obra Completa, que abrange viagens, aventuras, crônicas e, sobretudo, gastronomia, em textos redigidos numa prosa irresistível. El que hem menjat é o título em catalão de seu livro mais conhecido, que numa tradução bem livre seria algo como “O que temos comido”, disponível pela internet no site de Ediciones Destino (www.edestino.es), em tradução espanhola (Lo que hemos comido).

Manuel Vázques Montalbán, o mais brilhante escritor espanhol (e catalão) do século passado, escreveu que Josep Pla, como apaixonado da boa mesa, tinha a virtude de “se pronunciar a favor dos sabores que fossem os mais próximos da nudez natural das matérias primas”.

Josep Pla, nesses “pronunciamentos”, sempre afirmou posições polêmicas, quase sempre ditas com certa graça:

pla

A cozinha nacional francesa jamais existiu. A cozinha francesa é a que servem nos vagões-restaurantes dos trens expressos. O que existe na França são as cozinhas regionais, que o povo elaborou em lugares concretos com produtos autóctones. (…) É inquestionável que a cozinha caiu de qualidade em toda parte. Em definitivo, tudo está se industrializando. O gosto das coisas é outro. A cozinha, como arte da lentidão, da moderação, da paciência e da calma, está em extinção. Eu gostaria de saber se é possível fazer algo de bom neste mundo, que não seja com base na observação e na calma. (…) Meu ideal culinário é a simplicidade, compatível em todo momento com um certo grau de “sustância” e consistência. Peço uma cozinha simples e leve, sem nenhum elemento de digestão pesada, uma cozinha sem taquicardias. O comer é um mal necessário e, portanto, vamos torná-lo agradável. Não me agradam as coisas cruas, nem doces, nem pratos muito salgados. O luxo, na mesa, e em tudo o mais, me deprime. Sempre acreditei que a mesa é um elemento decisivo de sociabilidade e de tolerância. Mas nunca fui partidário das cozinhas exóticas, nem dos pratos de povos distantes, remotos. Certas vezes, encontrando-me em uma cidade ou outra, meus amigos tentaram me levar a algum restaurante chinês, ou judeu, ou polinésio. Jamais botei os pés nesses estranhos recintos. Nunca senti a menor curiosidade nem pela cozinha árabe, nem do Extremo Oriente. Prefiro comer com garfo, faca e colher, em vez de usar os dedos ou pauzinhos. Gosto das nossas coisas, sobretudo se são comuns e simples, limpas e impecáveis. Nunca cheguei a compreender exatamente por que motivo o exótico, simplesmente pelo mero fato de ser exótico, tenha que ser necessariamente adorável. A nossa velha cozinha familiar é, em definitivo, a única que vale a pena…

Receita: Cozido Farroupilha

18 de setembro de 2014 0

DSC_0129

Ingredientes:

Sal a gosto
500 g de ossobuco
500 g de músculo
300 g de bacon
500 g de rabo de boi
300 g de frango
4 linguiças
1 morcilia branca
1 morcilia escura
3 cenouras
3 espigas de milho verde
3 batatas-doces
¼ de abóbora
3 batatas
100 g de aipo
200 g de grão de bico
200 g de feijão branco
1 alho poró
1 nabo
350 g de macarrão cabelo de anjo

Modo de Preparo:

1. Encher com dois terços de água uma grande panela, adicionar sal, levar ao fogo até que a água ferva. Adicionar as carnes e cozinhar por 40 minutos.
2. Em outra panela refogar o bacon, a linguiça e a morcilia, por apenas alguns minutos. Reservar.
3. Limpar e cozinhar as verduras e legumes: cenouras, batatas doces, milho verde, abóbora e batatas, nabo e o alho poró, até que fiquem no ponto (aproximadamente quinze minutos).
4. Não deixar que os vegetais fiquem moles a ponto de se desfazerem. Uma vez cozidas as verduras, voltar a adicionar à panela: as carnes, o bacon, a linguiça e a morcilia. Acrescentar também o aipo, o grão de bico e o feijão branco. Misture bem todos os ingredientes e sirva.
5. Separe um pouco do caldo do cozido e prepare o macarrão com este caldo para acompanhar a receita.

Guri de Uruguaiana invade a gravação e prova um Puchero Farroupilha

17 de setembro de 2014 0

Quem nasce no Rio Grande do Sul pode até ir para longe, mas sempre guarda no coração a tradição. Anonymus Gourmet marca presença em mais uma edição do Acampamento Farroupilha em Porto Alegre, onde prepara um excelente puchero, uma receita simples de preparar e com um aroma delicioso! Quem foi fisgado por essa delícia é o Guri de Uruguaiana, que surge de surpresa para a hora do sacrifício. Vai perder?

DSC_0137

PROGRAMA ANONYMUS GOURMET
CARDÁPIO: Puchero Farroupilha
QUANDO: 18 de setembro, às 18h30
ONDE: na TVCOM

Para curtir o fogão à lenha, prepare o Carreteiro Farroupilha

13 de setembro de 2014 0

Um prato que reúne as cores do Rio Grande do Sul e é repleto de sabor com ingredientes da terra. Pimentões dão cor, manjerona e louro um perfume. Preparamos este belíssimo carreteiro em plena Semana Farroupilha, em Porto Alegre. Saiba aqui todos os detalhes desta receita perfeita para curtir a família perto de um fogão à lenha.

Carreteiro Farroupilha

No programa desta quinta-feira (11), Cozido de Trigo

11 de setembro de 2014 0

O Cozido de Trigo é o prato perfeito para receber amigos e familiares nestes dias de inverno. Uma receita que leva carne, trigo, e muito outros sabores. Veja o modo de preparo no programa desta quinta-feira (11).

DSC_0683

PROGRAMA ANONYMUS GOURMET
CARDÁPIO: Cozido de Trigo
QUANDO: 11 de setembro, às 18h30
ONDE: na TVCOM

Especial do Acampamento Farroupilha, um grande carreteiro

10 de setembro de 2014 0

Quem nasce no Rio Grande do Sul pode até ir para longe, mas sempre guarda no coração a tradição. Inspirado em gaúchos de todas as querências, o apresentador visita o Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre, atrás de receitas para o dia 20 de setembro. Procurando um prato que represente a tradição gaúcha e dando o toque do Anonymus o apresentador prepara um delicioso Carreteiro Farroupilha acompanhado de uma Moranga Caramelada. Imperdível!

DSC_0094 - Carreteiro Farroupilha

DSC_0017 - Pinheiro Chimarrão

PROGRAMA ANONYMUS GOURMET
CARDÁPIO: Carreteiro Farroupilha
QUANDO: 13 de setembro, às 8h30
ONDE: na RBS TV

Temporada de Inverno traz o Cozido de Trigo para o almoço

06 de setembro de 2014 0

O Cozido de Trigo é o prato perfeito para receber amigos e familiares nestes dias de inverno. Uma receita que leva carne, trigo, e muito outros sabores. Fique de olho! Voltaremos! Ao lado da esposa Linda Lutz, o Anonymus prepara essa deliciosa receita. Veja como foi o preparo dessa receita por aqui.

DSC_0683

Neste sábado (6) na RBS TV, muito sabor em um único prato

05 de setembro de 2014 0

A temporada está imperdível: no quinto programa, você confere um tradicional ensopado com um toque muito especial. O Cozido de Trigo é o prato perfeito para receber amigos e familiares nestes dias de inverno. Uma receita que leva carne, trigo, e muito outros sabores. Fique de olho! Voltaremos!

DSC_0683

DSC_0669

PROGRAMA ANONYMUS GOURMET
CARDÁPIO: Cozido de Trigo
QUANDO: 06 de setembro, às 8h30
ONDE: na RBS TV

Comidinhas com tempero da Serra

04 de setembro de 2014 0

No quarto programa da temporada, você segue conhecendo um pouco mais das deliciosas receitas campeiras. Neste programa você confere como preparar a Assado de Inverno com um delicioso Arroz de Pinhão. Um programa com receitas simples, mas com um sabor único. Ainda, você confere a participação especial da apresentadora do Galpão Crioulo, Shana Müller.

Arroz com pinhão

3

PROGRAMA ANONYMUS GOURMET
CARDÁPIO: Assado de Inverno e Arroz com Pinhão
QUANDO: 4 de setembro, às 18h30
ONDE: TVCOM

Estação ZH em Porto Alegre traz piquenique com 16 chefs

02 de setembro de 2014 0

A Estação ZH, estrutura itinerante construída em comemoração aos 50 anos do jornal Zero Hora, está retomando suas atividades nos parques de Porto Alegre. Depois de passar pela Redenção, o espaço marca sua chegada ao Parcão com um final de semana repleto de atrações gratuitas.

O funcionamento da Estação ZH inicia na sexta-feira, dia 5, que além das atividades esportivas e culturais, preparou também uma programação gastronômica para todas as sextas-feiras. Será o Almoço do Chef na Estação ZH, uma proposta de almoço diferente, em que toda a semana, chefs apresentarão porções especiais para o almoço na Estação ZH, das 11h às 14h.

Dulcíssima Atelier de Doces - Cheesecake Tropical peq

Cheesecake Tropical é uma opção deliciosa entre tantas no piquenique. Foto: Divulgação / Dulcíssima Atelier de Doces

Chef Bárbara Dalla Rosa - Pizza Fofa peq

Pizza de massa fofa coberta com molho de tomate. Foto: Divulgação / Chef Bárbara Dalla Rosa

No domingo, dia 7, acontece a segunda edição do Piquenique ZH, encontro que foi um sucesso na Redenção. Desta vez, serão 14 chefs e ainda 2 food trucks, que irão preparar 20 opções de pratos, vendidos a R$ 10 cada.
Lá, você pode encontrar de Cheesecake Tropical (base de speculoos com creme de cream cheese e fava de baunilha e calda de frutas tropicais) até Pizza de massa fofa coberta com molho de tomate, salame, cebola roxa e requeijão cremoso.

Os vouchers podem ser adquiridos desde o dia 5 de setembro e também no dia do evento, na Estação ZH. Aqueles que desejarem levar suas próprias comidinhas também estão convidados para o encontro.
Todas as atividades da Estação ZH são gratuitas e, em caso de chuva, a programação sofrerá alterações. Confira na página da Estação ZH no Facebook as novidades do evento: www.facebook.com/estacaozh.