Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "massa"

Culinária campeira do Gaúcho da Fronteira foram atração do programa

21 de setembro de 2013 1

No programa de hoje você conferiu a receita de Massa Campeira preparada pelo Anonymus Gourmet e o Gaúcho da Fronteira. Além dos sabores a música fez parte do programa em homenagem à Semana Farroupilha. Um cardápio capaz de deixar qualquer um com água na boca! Confira a receita completa no site oficial

Experimente preparar a Massa Campeira (Foto: Adam Scheffel)

Experimente preparar a Massa Campeira (Foto: Adam Scheffel)

Na íntegra, acompanhe o preparo de duas receitas de nhoque

11 de setembro de 2013 2

Saiba como preparar as duas receitas: Nhoque de Moranga e Aipim e Nhoque de Espinafre e Ricota.

IMG_▒4361

Aprenda a preparar o Yakisoba, com vídeo na íntegra

10 de setembro de 2013 2

Veja os detalhes da receita por aqui:

foto2

Típica italiana, a receita Frigideira de Ravióli é atração deste sábado

07 de setembro de 2013 4

Inspirado na culinária italiana o apresentador recria um clássico para você preparar a qualquer momento. Uma receita simples e deliciosa, com toques especiais do Anonymus. A receita completa, você confere na página oficial do programa por aqui.

IMG_2783

Nhoque de Espinafre com Ricota e Molho de Carne

29 de agosto de 2013 0

Nhoque de Espinafre com Ricota:

Categoria: Massa
Rendimento: 4 pessoas

- 300 g de ricota
- 1/2 maço de folhas retiradas de um espinafre
- 1 ovo
- sal, pimenta, orégano e azeite de oliva
- 1 xícara de farinha de trigo

1- Passe as folhas de espinafre pela água quente até que murchem. Retire a água. Reserve ¼ de copo da água.

2- Leve o espinafre para o liquidificador com a água do ¼ de copo reservado. Bater bem.

3- Acrescentar a ricota e deixe o liquidificador bater até que fique um creme homogêneo da ricota com o espinafre.

4- Leve esse creme para um recipiente suficientemente amplo e misture os demais ingredientes. Misturar tudo muito bem para formar a massa dos nhoques. Neste caso, não se enrola e nem se corta a massa dos nhoques,  pois a massa fica muito leve.

5- Coloque água para ferver em uma panela funda com um fio de óleo. Deixe por perto a massa dos nhoques. Quando a água borbulhar, vá  acrescentando aos poucos os nhoques, formados por pequenas porções da massa retiradas com uma colher pequena. Eles irão ao fundo da panela e, quando subirem, estarão prontos. Retire com escumadeira e deixe escorrer bem a água.

6- Sirva com molho bem quente e queijo ralado.

Molho de Carne do Anonymus:

Categoria: Molho
Rendimento: 4 pessoas

700 g de carne bovina magra (coxão de dentro, paleta, etc.) em cubos
2 cebolas médias picadas
2 tomates médios picados
2 colheres de molho de soja
1 dente de alho
Pimenta
Orégano

1-  Na panela de pressão aberta, refogue a carne com um pouco de óleo.

2- Acrescente a cebola picada, o tomate picado, o molho de soja, a pimenta e o orégano.

3- Deixe o molho misturar-se aos poucos com os demais ingredientes.  Feche a panela de pressão e deixe cozinhar por 20 minutos após a panela chiar.

4- Após o cozimento, deixe sair toda a pressão da panela, abra e o molho estará pronto.

5- Assim como o molho anterior, este é ótimo para acompanhar nhoque, massa em geral, frango, peixe, carnes…

IMG_14301

Nhoque de Moranga e Aipim com Molho Funghi

29 de agosto de 2013 0

Nhoque de Moranga e Aipim:

Categoria: Massa
Rendimento: 4 pessoas

200g de moranga cozida
200g de aipim cozido
2 colheres de leite em pó
3 colheres de sopa de farinha de trigo
50g de queijo ralado
1 gema
Sal, pimenta e azeite de oliva a gosto

1 – Cozinhar a moranga (com a casca) e o aipim (descascado) durante 30 minutos na panela de pressão.

2 – Depois de cozidos, descascar a moranga e leva-la, junto com o aipim a um prato e amassar bem a ambos, misturando-os, até que fique um purê uniforme.

3- Acrescentar os demais ingredientes, um a um e ir misturando bem, até que se obtenha uma massa uniforme.

4- Com a massa pronta vamos ao preparo do corte dos nhoques. Retire uma pequena bola da massa, passe farinhas nas mãos e, em uma superfície lisa, vá enrolando até o formato de um charutinho fino. Depois, é só ir cortando os nhoques em pequenos pedaços.

5- Numa panela funda, ferva água com um fio de óleo. Com a água borbulhando, vá acrescentando os nhoques aos poucos. Eles irão ao fundo da panela e, quando subirem, estarão prontos. Retire com escumadeira e deixe escorrer bem a água.

6- Sirva com molho bem quente e queijo ralado.


Molho Funghi

Categoria: Molho
Rendimento: 4 pessoas

50 g funghi secchi
400g creme de leite fresco
1 colher de sopa de manteiga com sal
1 dente de alho
2 colheres queijo ralado
1 xícara da água de funghi
noz moscada

1-  Lave os funghi secchi e deixe de molho em água durante algumas horas. O ideal é de um dia para o outro.

2- Coe a água dos funghi com um pano de algodão no coador, para retirar a terra. Reserve separadamente o funghi e a água do funghi coada.

3- Derreta a manteiga e refogue o alho,coloque o creme de leite fresco, acrescente 1 xícara da água do funghi e deixe ferver. Não se preocupe que o creme de leite fresco não talha.

4- Depois que ferver um pouco, acrescente os funghi bem picados, abaixe o fogo e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando até que o molho engrosse um pouco, acrescente a noz moscada.

5- É um molho ótimo para acompanhar nhoque, massa em geral, frango, peixe, carnes…

IMG_▒4361

Receita: Yakisoba

22 de agosto de 2013 0

Categoria: Massas
Rendimento: 5 pessoas

Ingredientes:
400g de macarrão para Yakisoba
300g de peito de frango em cubos
300 gramas de carne bovina (macia) fatiada
2 cenouras fatiada em tiras
2 cebolas picadas em cubos
1 pimentão
2 xícaras (chá) de couve flor cozida
2 xícaras (chá) de brócolis cozido
100g de champignon em lâminas
1 xícara (chá) de molho de soja (shoyu)
1 colher (chá ) de maisena diluída
3 folhas de couve fatiada
3 gotas de óleo de gergelim
1 xícara (chá) de óleo de soja

Modo de Preparo:

1. Coloque o brócolis, a cenoura e a couve flor para cozinhar. Enquanto isto, corte a carne e o frango em cubos. Por fim, corte a cebola em cubos e o pimentão em quadrados grandes.

2. Em um recipiente adicione o molho de soja e a maisena. Misture bem até deixá-lo homogêneo. Pode-se aquecer a mistura para facilitar a diluição.

3. Coloque em uma panela a água para ferver. Ao levantar a fervura, coloque o macarrão seco e aguarde a nova fervura. Baixe o fogo e deixe cozinhar de 7 a 8 minutos. Após cozimento, escorra e jogue água fria para esfriar o macarrão.

4. Em uma panela (ideal um wok chinês) adicione o óleo de soja. Frite o frango e a carne até dourar. Acrescente a cebola e o pimentão. Quando estiverem prontos, adicione os legumes já cozidos. Em seguida coloque o molho engrossado. Cozinhe por alguns minutos. Misture bem. Coloque o macarrão cozido e misture, novamente, até ficar homogêneo. Acrescente o óleo de gergelim e a couve cortada em pedaços, e sirva.

Foto: Adam Scheffel/TVCOM

Rigatoni Cinco Queijos

26 de julho de 2013 0

Categoria: Massa
Rendimento: 6 pessoas

Massa:
500g de Rigatoni nº 24
Sal a gosto

Molho Cinco Queijos:
25g de manteiga
1 litro de leite
2 colheres de farinha
2 colheres de sopa de cebola ralada
1 dente de alho ralado
200g de requeijão
100g de queijo parmesão ralado
200g de queijo gruyère
200g de queijo estepe  
100g de creme de ricota
Salsinha
100g de queijo parmesão

1 – Em uma panela ainda fria, colocar meio litro de leite e as duas colheres de farinha. Peneirar a farinha antes de misturá-la com o leite. Mexer até sumirem todos os grumos.

2 – Em outra panela, coloque 25 g de manteiga em fogo médio. Quando a manteiga estiver derretida, misturar a cebola e o alho.

3 – A seguir, acrescentar junto com a manteiga, a cebola e o alho, o molho preparado na panela fria. Aqueça com os demais ingredientes, e vá acrescentando o restante do leite, até que o molho ganhe uma consistência grossa e homogênea, formando assim o molho bechamel.

4 – Aos poucos vá acrescentando os cinco queijos. Primeiramente, acrescente os 200g de requeijão, em seguida 100g do queijo parmesão ralado. Siga mexendo o molho até que os queijos se incorporem a ele. Rale em pedaços grossos o queijo gruyère, e corte o queijo estepe em pedaços maiores, acrescentando-os ao molho. Por fim, acrescente o creme de ricota até que todos os queijos se misturem novamente.

5 – Em uma panela grande coloque 2 litros e meio de água e uma colher de sopa de sal, e leve até o fogo. Quando a água atingir fervura, acrescentar a massa. Cuidar o tempo de cozimento da massa.

6 – Por fim, escorra a massa. Coloque a em um refratário e misture-a bem ao molho. Para finalizar coloque a salsinha cortada em pequenos pedaços e o queijo parmesão ralado em fatias grossas.

A medida certa para o molho de queijo

26 de julho de 2013 0

O programa desta sexta-feira irá lembrar o episódio em que Alarico e Anonymus experimentaram um delicioso prato italiano em solo francês. Apaixonados e inspirados pela nova receita, Anonymus prepara o Rigatoni Cinco Queijos. Descubra os detalhes e encante os convidados!

PROGRAMA ANONYMUS GOURMET
CARDÁPIO: Rigatoni Cinco Queijos
QUANDO: Sexta-feira, 26 de julho, às 18h30
ONDE: na TVCOM

A maçã do amor

07 de junho de 2013 0

A macarronada, antes de adquirir a nacionalidade ita­liana, veio da China, por Marco Polo – assim conta a lenda. Outros clás­­si­cos da gastronomia italiana também tiveram que se natu­ralizar. A farinha de milho da polenta e até os tomates (i pomo­dori!!), que são a alma da maioria dos molhos, vieram de longe.

Está certo, é quase impossível imaginar a Itália sem os to­mates. Mas esse fruto (sim, é um fruto!) só chegou à Europa no século XVI, trazido do México e do Peru pelos descobridores. Acreditava-se inicialmente que era um poderoso afrodisíaco e, por isso, os franceses deram o nome poético de pomme d’amour, a maçã do amor.

Não era inteiramente errada a suposição, como descobriu a ciência bem mais tarde: o seu alto teor de ferro e vita­minas contribui para renovar o vigor das pessoas. O nome terminou mudando para “maçã de ouro”, pomme d’or, sempre em francês, que resultou no pomodoro italiano de hoje.

Tomates… Quem não gosta de tomates? Além de saboroso, ao natural ou em molhos, o tomate é saudável. Especialmente para os homens: depois dos cinquenta, os médicos recomendam comer todos os dias, faz bem para a próstata. Tomates podem ficar frescos e bonitos até um mês se forem armazenados bem secos num saco plástico com farinha, na geladeira. E podem durar indefinidamente se forem preservados num vidro com sal, vinagre e água suficiente para cobri-los. Para impedir a entrada de ar no recipiente, acres­cente azeite até formar uma camada de um centímetro na super­fície da água. Assim, a qualquer hora eles estarão ali, com a cor e o sabor intactos, vermelhos e suculentos.

Num daqueles momentos difíceis da existência, quando o chão parece faltar, − e o céu assemelha-se a um grande teto de chum­bo pronto a desabar, − há uma receita que pode salvar o humor: tomates recheados. Corte uma delicada tampinha de um tomate. Retire, por ali, o interior, a “carne” do fruto, incluindo as saborosas sementes. Até hoje não entendi por que as receitas exigem: “retire as sementes e a casca!”. Pobre de mim que salivo por elas. Com essa “carne” interna retirada do tomate e as sementes faça um refogado, acrescentando sardinha, cebola picada, farinha de rosca e queijo ralado. Esse refogado vai rechear o tomate que ficou oco. Leve ao forno por uns 15 minutos. Abra um tinto à altura – do bolso ou da desilusão que você deseja espantar (ou da ilusão que você deseja acalentar). Depois de saborear o tomate recheado, com um cálice de vinho tinto, acontece o milagre: o céu fica com “o azul do azul lavado pela chuva” e o chão torna-se sólido como sempre.