Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "tomate"

A maçã do amor

07 de junho de 2013 0

A macarronada, antes de adquirir a nacionalidade ita­liana, veio da China, por Marco Polo – assim conta a lenda. Outros clás­­si­cos da gastronomia italiana também tiveram que se natu­ralizar. A farinha de milho da polenta e até os tomates (i pomo­dori!!), que são a alma da maioria dos molhos, vieram de longe.

Está certo, é quase impossível imaginar a Itália sem os to­mates. Mas esse fruto (sim, é um fruto!) só chegou à Europa no século XVI, trazido do México e do Peru pelos descobridores. Acreditava-se inicialmente que era um poderoso afrodisíaco e, por isso, os franceses deram o nome poético de pomme d’amour, a maçã do amor.

Não era inteiramente errada a suposição, como descobriu a ciência bem mais tarde: o seu alto teor de ferro e vita­minas contribui para renovar o vigor das pessoas. O nome terminou mudando para “maçã de ouro”, pomme d’or, sempre em francês, que resultou no pomodoro italiano de hoje.

Tomates… Quem não gosta de tomates? Além de saboroso, ao natural ou em molhos, o tomate é saudável. Especialmente para os homens: depois dos cinquenta, os médicos recomendam comer todos os dias, faz bem para a próstata. Tomates podem ficar frescos e bonitos até um mês se forem armazenados bem secos num saco plástico com farinha, na geladeira. E podem durar indefinidamente se forem preservados num vidro com sal, vinagre e água suficiente para cobri-los. Para impedir a entrada de ar no recipiente, acres­cente azeite até formar uma camada de um centímetro na super­fície da água. Assim, a qualquer hora eles estarão ali, com a cor e o sabor intactos, vermelhos e suculentos.

Num daqueles momentos difíceis da existência, quando o chão parece faltar, − e o céu assemelha-se a um grande teto de chum­bo pronto a desabar, − há uma receita que pode salvar o humor: tomates recheados. Corte uma delicada tampinha de um tomate. Retire, por ali, o interior, a “carne” do fruto, incluindo as saborosas sementes. Até hoje não entendi por que as receitas exigem: “retire as sementes e a casca!”. Pobre de mim que salivo por elas. Com essa “carne” interna retirada do tomate e as sementes faça um refogado, acrescentando sardinha, cebola picada, farinha de rosca e queijo ralado. Esse refogado vai rechear o tomate que ficou oco. Leve ao forno por uns 15 minutos. Abra um tinto à altura – do bolso ou da desilusão que você deseja espantar (ou da ilusão que você deseja acalentar). Depois de saborear o tomate recheado, com um cálice de vinho tinto, acontece o milagre: o céu fica com “o azul do azul lavado pela chuva” e o chão torna-se sólido como sempre.

Receita: Boi Ralado

17 de outubro de 2012 1

Boi ralado é como os nordestinos e catarinenses chamam o nosso velho e bom guisado. O ideal é utilizar o guisado com um mínimo de gordura.

Misture o guisado com alho, cebola e tomate bem picados e também com ovos, temperando com sal e pimenta. Tem que misturar bem, deixando uma massa homogênea. Acomode essa mistura numa fôrma bem untada, polvilhando a superfície com queijo ralado. Leve ao forno por uns 40 minutos, aproximadamente. E está pronto o Boi Ralado no Forno.

Fica uma beleza! Pode ser um prato único, acompanhado por uma boa salada, ou por um feijãozinho esperto.

Foto: Bob Peters / creative commons


Picadinho da Horta

05 de dezembro de 2011 0

Os franceses tem uma expressão clássica, “cuisine du marché”, isto é, cozinha do mercado, que nada mais é do que fazer a comida a partir dos ingredientes mais frescos do mercado, que em geral são os da safra, o que quer dizer, são também os mais baratos. A idéia do Picadinho da Horta é essa: um belo refogado colorido, misturando carne picada em cubos, com ingredientes que estão a bom preços cebolas roxas (que estão a bom preço), cenouras, chuchu, abóbora, vagem, tomate, tudo bem picado, mais milho. Misture tudo na panela bem quente, refogando bem. Polvilhe uma colher farinha de trigo por cima de tudo e misture bem. Acrescente um pouco de molho de soja, caldo de carne e suco de laranja. Misture e tampe a panela. Deixe cozinhar por uns 40 minutos. Não deixe secar o molho, se preciso acrescente água. Para acompanhar o picadinho prepare uma farofa. Sirva acompanhado de arroz branco. Voltaremos!

Arroz com galinha

14 de novembro de 2011 2

Um saboroso e vigoroso arroz com galinha, é sempre um best-seller! Com um bom vinho acompanhando, então, fica um espetáculo. E como é fácil de fazer! Numa panela ampla com azeite, frite um pouco de presunto ou bacon  picado e pedaços de galinha inteiros já temperados com sal  e vinagre. Deixe os pedaços de galinha com osso dourarem por igual. Existe hoje uma condenação geral à pele da galinha, mas, na verdade, fica mais gostoso. Junte tomate, cebola e pimentão picados. Refogue. A seguir acrescente arroz cru e misture bem. Depois, em vez de água, caldo de galinha, tem que ser o dobro da quantidade do arroz cru. Tampe a panela. Deixe cozinhar até secar um pouco o arroz, mas não deixe secar muito. Quando estiver pronto, o pulo do gato é acrescentar um pouco de requeijão e queijo ralado, misturando bem com o arroz com galinha. Sirva bem quente! Fica um belo risoto, muito saboroso.

Receita Panquecão

05 de novembro de 2011 27

Para a massa:

meia xícara de leite

3/4 xícara de farinha de trigo

1/4 xícara de óleo

1 colher (café) de sal

2 ovos

1 colher (sopa) de fermento químico

Para o recheio:

1 cebola

2 tomates

3 colheres (sopa) de massa de tomate

200g de queijo picado

manjericão

1 colher (sopa) de farinha de trigo

3 salsichas

1 xícara de caldo de carne

Modo de preparo:

1- Comece fazendo a massa do panquecão. No liquidificador, bata o leite, os ovos, a farinha, o óleo, o sal e o fermento. Coloque a mistura em uma assadeira previamente untada com margarina. Leve ao forno preaquecido (200°) por 15 minutos.

2- Enquanto isso, prepare o recheio. Em uma panela com um pouco de azeite, frite a cebola, acrescente o tomate, as salsichas picadas, a massa de tomate e o caldo de carne. Polvilhe a farinha de trigo por cima de tudo e misture. Ferva até formar um refogado consistente. Com o recheio pronto, acrescente o manjericão e metade do queijo.

3- Desenforme a massa e recheie com o refogado e enrole. Você pode separar um pouco do refogado, colocar um pouco de água quente e cobrir o panquecão com este molho e o restante do queijo. Coloque o panquecão em uma assadeira untada e leve ao forno por mais 15 minutos. Está pronto!

Dica do Anonymus: Coloque tomates cortados em rodelas, cobertos com uma pequena fatia de queijo mussarela na assadeira antes de levar o panquecão ao forno pela segunda vez. O queijo vai derreter e os tomates podem ser servidos como acompanhamento do panquecão. Fica ainda mais gostoso se, por cima do queijo, colocar uma folhinha de manjericão.

Receita Tomates Recheados com Macarrão

22 de outubro de 2011 2

Foto: Josemar do Carmo


250g de macarrão

100g de bacon

6 tomates

200g de queijo

1 xícara de caldo de carne

2 colheres (sopa) de tempero verde

6 folhas de manjericão


1- Lave os tomates e seque-os bem. Retire o topo de cada tomate como se fosse uma tampa. Com a ajuda de uma colher e uma faca sem ponta, retire toda a polpa dos tomates.

2- Cozinhe a o macarrão em uma panela com água fervente e sal por metade do tempo indicado na embalagem. Escorra bem e reserve.

3- Em uma panela, frite o bacon e acrescente a polpa do tomate previamente picada com o caldo de carne para fazer um refogado.

4- Misture o macarrão e o refogado. Acrescente o tempero verde e o queijo picado. Coloque uma folha de manjericão no fundo de cada tomate e recheie-os com o macarrão.

 

5- Coloque os tomates em uma forma previamente untada e leve ao forno por 30 minutos ou até que os tomates estejam macios.

Hamburguinho do Alarico na RBS TV

05 de outubro de 2011 8

Neste sábado o programa é Especial Dia das Crianças!

O Anonymus e o Alarico ensinam uma receita que pode ser feita com a ajuda da família toda. O Hamburguinho do Alarico é um lanche saboroso e muito nutritivo.



fotos: Josemar do Carmo




O pão e o hambúrguer são feitos em casa, com poucos ingredientes e o mínimo de esforço. E ainda, para acompanhar, um ótimo suco de abacaxi turbinado!


O QUÊ: Programa Anonymus Gourmet

QUANDO: Sábado, 08 de outubro, às 8h30min

ONDE: na RBS TV

CARDÁPIO: Hamburguinho do Alarico

Bifão italiano

18 de junho de 2011 16

500g de carne moída
1 pacote de sopa cebola (creme de cebola em pó)
2 ovos
2 colheres (sopa) de farinha de rosca
1 copo de molho de tomate
200g de queijo picado
2 tomates

1 – Você pode usar o molho de tomate pronto ou preparar em casa com a receita do molho de tomate do Anonymus. Bata no liquidificador 3 tomates, 1 cebola, 1 copo de caldo de carne, 3 colheres (sopa) de massa de tomate e 1   colher (sopa) de farinha de trigo. Leve para uma panela e deixe ferver com a tampa até mudar de cor, o molho ficará bem vermelho.
2 – Vamos ao bifão. Misture a carne moída, a sopa de cebola, os ovos e a farinha de rosca. Com as mãos, mexa bem até obter uma massa homogênea. Arrume em uma forma redonda, pode untar com óleo antes, forma para pizza. Leve ao forno preaquecido por 30 minutos ou até assar bem a carne.
3 – Com a massa de carne pronta, retire do forno, espalhe o molho de tomate e cubra com o queijo picado. Para finalizar, tomates em rodelas. Retorne o forno por 15 minutos ou até dourar levemente. Sirva em seguida. Pode acompanhar arroz e salada.

Vitamina do tomate

01 de dezembro de 2010 0
Olá! No tomate, a vitamina C se concentra na substância gelatinosa que envolve as sementes, e na casca está o melhor do sabor. Por isso, sugiro usar, no molho, os tomates com casca e com semente. A boa mesa e a boa vida estão no twitter.com/voltaremos